Olá galera do Gagá Games! Aqui é o retrogamer André Breder para levá-los em mais uma viagem rumo ao passado dos Video Games! Hoje vamos voltar para o ano de 1984! Tenham todos uma boa leitura e até a próxima!

Eventos importantes do ano de 1984

– A Warner Communications Inc. vende a Consumer Division of Atari, Inc. e cria um nova companhia chamada de Atari Games Corp.

Sega e CSK se unem para formar a Sega Enterprises Ltd.

– Novas companhias entram no mercado: Kemco, Accolade e New World Computing. Enquanto que as companhias Astrocade Inc. e FTL Games deixam o ramo dos games eletrônicos.

– A Hasbro, Inc. adquire a Milton Bradley Company, e a Management Sciences America adquire a Edu-Ware Services.

Lançamentos importantes do ano de 1984

* Games:

Tela de Excitebike.
Tela de Excitebike.

– A Nintendo lança para os fliperamas os games Donkey Kong 3, Ice Climber, Punch-Out!! e Balloon Fight. A empresa lança também alguns games interessantes para o Famicom, como Excitebike, onde o jogador iria sentir como é estar numa corrida de motos, em pistas cheias de obstáculos e adversários; Devil World, game criado por Shigeru Miyamoto e que trazia um modo de jogo similar ao de Pac Man; e Urban Champion, que foi o primeiro game de luta da empresa no universo 2D.

– O Famicom receberia ainda algumas conversões de arcades famosos em 1984, onde podemos destacar os títulos Mappy, Pac-Man, Galaxian e Xevious.

– O game Elite, criado por David Braben e Ian Bell é lançado pela Acornsoft, para os computadores BBC Micro e Acorn Electron. O game chamou atenção na época por utilizar gráficos 3D, e é considerado como aquele que definiu como deveriam ser os games do gênero simulação espacial.

– O game The Ancient Art of War, criado por Dave Murray e Barry Murray, é lançado pela Brøderbund. Este seria considerado como um dos primeiros grandes games lançados dentro do gênero estratégia em tempo real. Ainda em 1984 a Brøderbund lançaria o game Karateka, criado por Jordan Mechner, título que impressionaria a todos por seus personagens com movimentos bem realísticos. O game teria versões para vários computadores e consoles da época.

Dragon Buster.
Dragon Buster.

– A Namco lança para os fliperamas os seguintes games: Gaplus, Tower of Druaga, Pac-Land, Grobda (um spin-off de Xevious), Super Xevious e Dragon Buster (que foi o primeiro game a usar uma barra de vida).

– A Capcom lança o shooter 1942, que seria o primeiro de uma franquia de sucesso da empresa.

– A Ultimate Play The Game lança o título Knight Lore para o computador ZX Spectrum. O game chamou atenção na época por trazer gráficos em 3D com uma visão isométrica.

King’s Quest (Sierra, IBM PC), é o primeiro game do gênero adventure a trazer personagens animados. Foi o primeiro também de uma série de sucesso, que teve várias continuações.

– A Tehkan (que mais tarde seria conhecida como Tecmo) lança para os fliperamas o game Bomb Jack, que posteriormente ganharia versões para os mais variados sistemas e também teria algumas continuações.

Paperboy.
Paperboy.

– O game Paperboy, criado por David Ralston, é lançado para os fliperamas pela Atari Games, e depois recebe vários ports para os mais variados sistemas. O game chamou a atenção por seu tema ser considerado bem original e por trazer uma jogabilidade que o diferenciava dos demais games da época.

– A Square lança para os computadores NEC PC-8801, NEC PC-9801, e Fujitsu FM-7 o seu primeiro game: The Death Trap. O jogo em si segue o gênero “Interactive fiction”.

– A Hudson Soft lança o game 3-D Bomberman para os computadores Sharp X1 e MSX. O jogo é uma sequência do primeiro Bomberman e ficou restrito para o público japonês.

The Lords of Midnight, um game que misturava os gêneros adventure e estratégia, é lançado para o ZX Spectrum. Criado por Mike Singleton, este game foi publicado pela Beyond Software.

– A Parker Brothers lança o game Montezuma’s Revenge para vários consoles e computadores.

H.E.R.O. do Commodore 64.
H.E.R.O. do Commodore 64.

– A Activision lança o game H.E.R.O. para o Atari 2600. O game trouxe uma jogabilidade e forma de jogo bastante original, e acabou ganhando posteriormente versões para os mais variados sistemas. Ainda em 1984, a Activision lança também para o Atari 2600 o game Pitfall II: Lost Caverns, sequência do excelente Pitfall. Este foi mais um grande game criado pelo genial David Crane, e que ganhou posteriormente versões para vários sistemas e consoles.

– A Muse Software lança o game Beyond Castle Wolfenstein, sequência do aclamado Castle Wolfenstein. O jogo se manteve dentro do gênero “Stealth game” e teve versões para os computadores Apple II, Atari 8-bit e Commodore 64.

Kung-Fu Master.
Kung-Fu Master.

– A Technos lança para os fliperamas o game de luta Karate Champ.

– A SEGA lança o game Frogger II: Threeedeep!, sequência do original Frogger de 1981. O jogo manteve uma forma de jogo bem similar ao primeiro e foi lançado para vários sistemas como o Apple II, Atari 2600, Atari 5200, Atari 8-bit, Commodore 64 e ColecoVision.

– A Nihon Falcom Corporation lança o Action RPG Dragon Slayer para o computador NEC PC-88.

– A Nichibutsu lança para os fliperamas o game de corrida Sector Zone, que depois ganharia um port para o Famicom, onde teria seu título alterado para Seicross.

– A Irem lança para os fliperamas o beat ‘em up Kung-Fu Master, título que seria conhecido como Spartan X no Japão.

– O game Alley Cat, criado por Bill Williams, é lançado para o computador IBM PC.

– O game do gênero shoot ‘em up chamado Gauntlet, criado por Donald R. Lebeau, é lançado para o computador Atari 8-bit.

* Acessórios para consoles:

O acessório Beam Gun.
O acessório Beam Gun.

– A Nintendo lança em 18 de Fevereiro a pistola Beam Gun, que em seu futuro lançamento americano receberia o nome de NES Zapper. O acessório, utilizado para games de tiro do seu console Famicom, teria no ano de seu lançamento três games lançados: Duck Hunt, Hogan’s Alley e Wild Gunman. O modelo japonês do acessório, inclusive, seria baseado em Wild Gunmam, sendo uma réplica de um revólver. A versão americana do acessório seria modificada, sendo propositalmente feita para que todos pudessem ver que se tratava apenas de uma pistola de brinquedo.

Próxima parada: 1985

No próximo artigo vamos prosseguir para 1985, ano que ficou marcado com o lançamento de um “tal” de Super Mario Bros… até lá aventureiros do tempo!!!

Artigos anteriores

*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 1
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 2
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 3
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 4
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 5
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 6
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 7
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 8
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 9
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 10
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 11
*De Volta para o passado dos Video Games – Parte 12

Referências: Wikipédia

De Volta para o passado… dos Video Games – Parte 13

12 ideias sobre “De Volta para o passado… dos Video Games – Parte 13

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *