banner-shinmegamitensei

Ê, última parte!

Esses anjos são educadíssimos...
Ah, a bondade dos anjos...

Enfim o último chefe, o arcanjo Michel. E quer saber? Foi fácil. Autobattle nele, com eventuais restauradas de energia. O Gabriel foi bem mais difícil, Deus podia ter promovido o cara.

Após a batalha eu encontro de novo o tal do Louis Cypher, e aí ele se transforma em.. Lúcifer.

Tá, eu fui realmente idiota aqui… Louis Cypher = Lúcifer. Só eu não saquei essa. O final do jogo mostra uma bela cena em que Lúcifer promete uma vida melhor, com humanos e demônios unidos, uma vida cheia de liberdade e felicidade… olha, o discurso até que é bonito, acho que no fim das contas fiz bom negócio optando pelo caos.

Só para dar um tom sinistro, antes de se mandar, ele diz que é apenas parte de Deus, embora seja uma parte que Deus descartou, e que eu deveria pensar no significado disso. Pô, ele conseguiu me deixar com a pulga atrás da orelha… turma que jogou o SMT2, esse papo tem explicação?

Precisava dizer essa frase, cara? Não vou nem dormir hoje pensando nisso...
Precisava dizer essa frase, cara? Não vou nem dormir hoje pensando nisso...

Rolam os créditos com pequenas cenas intercaladas. Yuka conta que as pessoas que morreram vão reencarnar, como aconteceu com ela. A última cena é da mãe de Kazuya recebendo-o em casa. The End.

Foi um belo final. Confesso que me surpreendi com SMT, o jogo é de altíssima qualidade. Aguardem que semana que vem teremos um review completo deste clássico que, infelizmente, não foi jogado por tanta gente aqui no ocidente por não ter sido traduzido oficialmente para o inglês. O jogo me causou tão boa impressão que quase sucumbi ao desejo de emendar Shin Megami Tensei II, mas é bom dar alguma variedade ao blog, então aguardem: em breve, o novo diário de bordo, com um jogo totalmente inusitado que vai render muita coisa interessante: ULTIMA I!

Para vocẽs não dizerem que não sou um cara legal, fiz um vídeo com o fim do Shin Megami Tensei. Vocês que acompanharam o diário esses meses todos merecem curtir o final de camarote:

Obrigado a todos que acompanharam o diário de bordo!

Diário de bordo: Shin Megami Tensei, 14/08/09 FINAL!
Tags:                     

19 ideias sobre “Diário de bordo: Shin Megami Tensei, 14/08/09 FINAL!

  • 14/08/2009 em 7:25 pm
    Permalink

    Porra, esse final é parecido com o do Persona 2, t deixa ansioso para ver uma continuaçao, sem contar q fiquei chateado q o ultimo chefe nao foi deus… pensei q ia ser… depois q eu terminar o persona 2: Eternal Punishment acho q vou continuar esse jogo e ver como seria indo pelo caminho Law…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/08/2009 em 9:21 pm
    Permalink

    Cara, eu li todos os posts desse diário de bordo… E achei muito, mas muito legal… Pena que assim como SMT devem haver vários jogos muito legais que nunca vieram pro ocidente…
    Mas valeu, foi muito bom de acompanhar…
    E que venha Ultima I =D

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 16/08/2009 em 12:45 pm
    Permalink

    Rapaz, por uma coincidência, achei essa série porque eu estava jogando o mesmo jogo que você!

    Eu já tinha tentado, uns 6 anos atrás. Mas desisti logo na ecatombe.

    Não vou ler seus posts mais novos a respeito pra não estragar a surpresa, mas rapaz…

    Esse jogo é MALVADO, viu…. putamerda, eu DUVIDO que algum japonês no mundo tenha jogado ele inteiro sem a função de acelerar velocidade presente nos emuladores!

    Sério, sem fast-forward não dá! O jogo é arrastado demais! Cada passo uma briga!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 16/08/2009 em 12:51 pm
    Permalink

    @Azaro
    Pois é, Azaro, é uma dureza! Eu perguntei lá na comunidade do jogo no Orkut se algum macho-man tinha conseguido zerar sem usar save states, e ninguém se manifestou. Tudo bem que para o console mesmo o jogo só saiu em japonês, mas mesmo assim a parada é duríssima, aposto que poucos teriam zerado. Eu mesmo, sem save states, teria pulado fora faz tempo.

    Mas na época em que o jogo saiu tudo era diferente, a gente tinha mais tempo, e eu teria adorado desenhar mapas e ficar um ano inteiro jogando esse treco. Uma beleza de jogo.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 16/08/2009 em 6:30 pm
    Permalink

    O fim do I é meio sem graça, mas isso é porque o jogo deixa a conclusão pro II mesmo, que tem direito a Lucifer e Satan entrando na sua equipe.
    Além do caminho neutro, no qual você não concorda com ningém e destroi praticamente todos os deuses,demônios e entidades importantes da mitologia.
    É e claro, no II acontence a tão esperada batalha com Deus!E ai de você por tentar ir contra a vontade divina dele…
    Olha, sem save state nem é tão impossível assim, pelo menos nas batalhas, eu joguei o remake para PSX e foi bem fácil, já que as armas de fogo são completamente overpowered.Mas vou admitir que seria bem chato se não tivesse a funçao Quit, que permite você criar um save temporário dentro dos dungeons e depois dar continue. Se não fosse isso, ia ter que deixar o PSX ligado de madrugada para continuar os dungeons.
    Se você quer dungeons realmente infernais, jogue o Shin Megami Tensei If…
    Nele, há um caminho em que você tem que subir simplesmente uns 20 andares toda a vez que quiser enfrentar o chefe final, e isso é só o começo.
    Ah, o que o Lucifer fala no fim é só para causar um drama mesmo, no II ele é mais nobre e bonzinho ainda, enquanto Deus é mais maníaco e homicida.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 17/08/2009 em 10:45 am
    Permalink

    Foi sem dúvida uma ótima escolha para um diário de bordo, parabéns Gagá!
    Conheci a série com Persona: Eternal Punishment do PSX e virei fã imediatamente. A Atlus é sensacional.

    Agora fiquei curioso para ver o outro final deste, e terminar o segundo jogo. Abençoados sejam os save states e a função “fast-forward” do ZSnes.

    Ah, sabia que a série tem um jogo até pro Game Gear? Só em japonês, claro…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/05/2011 em 10:55 am
    Permalink

    ACABEI DE ZERAR SHIN MEGAMI TENSEI!!!!!!!!!! AAAAAAAHHHHH MULEKE!! foi um jogaço do tubalacobaco com “certauza creuza”. vou jogar agora o Langrisser(Warsong) no mega drive. e futuramente quem sabe..SMT 2. more angels for slauguerhouse. AHA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HA,HAH!!!!! E VLW GAGÁ por vc falar sobre esse game. nunca mais vou esqueçer esse game..

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 31/03/2013 em 10:56 pm
    Permalink

    O jogo é épico *-*
    Quer dizer, hum.. Eu não joguei -q
    Eu tinha recebido recomendações e tal, porra toda lá, geral feliz dizendo que o capeta é do bem no jogo. Mas eu sou meio ruim de inglês, aí já viu, me dá muita preguiça de ficar lembrando o significado das palavras pra formar frases, e RPG é muito, MUITO PAPO! Então nem rolou.

    Aí vim ler a bagaceira aqui no blog. Ri bastante do diário haueahuahe
    Não foi um “diário”, de certa forma, mas ftw.

    Ótimo jogo, pelo visto. Se viesse pro ocidente eles iam tacar processo no rabo dos produtores, ia ser muito polêmico e tals.. Por isso que não veio eu acho.

    Mas quem sabe algum dia eu jogue, porque achei muito bom.

    Boa, gagá! õ/

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *