Já faz uns dias que o digníssimo retroblogueiro Marcel decidiu encerrar as atividades do Na Praia 4, seu ótimo blog sobre o Master System. Mas ninguém precisa chorar nem pular da ponte, porque o homem agora escreve para o poderoso QG Master.  O blog, que já era excelente, agora vai ficar ainda mais extraordinário.

O fato é que o Marcel decidiu fazer sua estréia entrevistando o bonitão aqui. Como eu falo pelos cotovelos, a entrevista ficou imensa, e acabou sendo publicada em duas partes. Seguem os links para quem se importar com as minhas asneiras e meus delírios de grandeza:

PARTE 1

PARTE 2

Obrigadíssimo pela entrevista, Marcel, e muito sucesso aí no QG Master!!

Entrevista com o Gagá no QG Master
Tagged on:

15 thoughts on “Entrevista com o Gagá no QG Master

  • 26/07/2012 at 11:26 pm
    Permalink

    Nem dou moral pra essa entrevista seu velho caquético, você não gosta de Mario Galaxy então agora sou hater seu!

    Muleque “zica” de fórum mode off:
    Brincadeira Gagá, foi legal essa tua entrevista, lendo o modo como você retratou sua experiência jogando Phantasy Star me fez lembrar quando eu jogava Dragon Quest JAPÔNES no meu SNES…como eu não entedia patavinas da história, não conseguia ler nomes nem nada acabava inventando tudo na minha cabeça…acabou sendo bem mais divertido do que quando enfim descobri a internet e joguei a rom traduzida…tudo bem que eu enfim consegui terminar o game, mas perdeu parte da graça.
    Quanto a Pokémon…eu já era “velho demais” na época que ele saiu mas acabei curtindo o lance…sempre fui fã desde moleque dessa coisa de colecionaveis e tal…aquele jogo era perfeito, hoje em dia perdi parte da paciência então não jogo mais, mas é um game muito interessante apenas está sendo explorado a exaustão infelizmente.
    E o Wii U, eu ainda boto fé nele…como eu sempre digo, se eu não esperar algo de bom da única empresa que ainda tem aquele ar “retro” que é a Nintendo, vou esperar de qual? Quero mais Zelda, Mario, Metroid, Star Fox…e por favor…o que eu mais espero um novo F-ZERO! Mas realmente a apresentação da R3 foi sofrível…fiquei a cada minuto suando frio esperando o anúncio de algo assim e nada..tenso.
    No mais, foi mal o comentário estendido XD

    P.S.: Larga de ser rabugento e dê uma chance á Mario Galaxy, o jogo é simplesmente fenomenal…principalmente o 2 onde uma fase me fez praticamente voltar aos tempos do Super Mario World.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/07/2012 at 9:27 am
    Permalink

    assim como Gamercaduco, gostei do Gagácop. e já tinha visto a entrevista e gostei bastante. Pokémon não curto faz tempo e quando era masi fácil saber o nome de todos os bichinhos de cór. e ainda espero experimentar esse Mario Galaxy que tanto falam, mas no meu ver não vai superar o Mario 64 no meu coração.

    quem sabe o Gagá um dia vai para na televisão?

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/07/2012 at 11:28 am
    Permalink

    Tiago Steel,

    Eu também já joguei muito jogo em japonês, e aí quando finalmente joguei em inglês… sei lá, não tinha a mesma magia, he he. É interessante aquele mistério de “que diabos eles estão dizendo?” ^_^

    E eu dei chance ao Mario Galaxy! Comprei e joguei inteirinho, do início ao fim, só não abri todas as fases. Sei lá por que eu não gostei do jogo… vai entender.

    leandro(leon belmont)alves,

    Eu já recebi muitos convites para participar de novelas da Globo, mas sabe como é, a esposa é ciumenta 😛

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 31/07/2012 at 12:03 am
    Permalink

    Parabéns pela entrevista, Gagá. Mas não concordo com aquela opinião sobre ser tudo melhor em vídeo. Simplesmente “pulo” os sites/blogs que migram para esse formato. Nada se compara à silenciosa leitura de textos (com fotos) bem escritos e divertidos (como os seus). Vejo-os no iPad à noite, sem perturbar minha esposa (o som dos vídeos atrapalharia a novela ou acordaria a pobrezinha, dependendo do horário) e sem precisar de fones ridículos antes de dormir. Assim como tem gente que não gosta de emuladores (quem?), eu prefiro vídeos na TV (como os do programa Mok). Além disso, não quero pagar uma fortuna (sou do interior) para ter uma banda larga realmente rápida e nem tenho a paciência de esperar uma eternidade para carregar os vídeos. Por isso, peço que reconsidere a sua opinião, ainda que parcialmente. Ficarei na torcida pela sobrevivência dos textos (tanto os seus quanto os dos colaboradores). Valeu.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 31/07/2012 at 10:10 am
    Permalink

    Muito foda a entrevista, está aí um cara que gostaria de conhecer pessoalmente algum dia, principalmente por Phantasy Star, como eu viajei nesse jogo, eu e meu primo ficávamos horas e horas jogando pelas madrugadas… uma paixão muitas vezes incompreendida, meus amigos ficavam me olhando jogar e diziam ” Que graça tem nesse jogo, coloca um adventure!”

    Mais sabiam o que estavam perdendo!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 01/08/2012 at 4:09 pm
    Permalink

    Dcnautamarvete,

    Esse lance de vídeo na internet divide opiniões. Há quem ame e quem odeie. Nem eu sei direito que rumo vou tomar, mas mesmo que eu sigo o caminho dos vídeos, fique tranquilo porque só vou fazer isso quando estiver fera na edição — e no momento meu talento é tanto que meu PC dá horríveis gritos de pavor toda vez que eu passo o mouse sobre o ícone do programa de edição de vídeos ^_^

    Gattsu,

    É, velho, a paixão por Phantasy Star é um segredo que nem todos estão preparados para ouvir! Vamos continuar jogando esse treco até a morte!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/08/2012 at 4:50 pm
    Permalink

    Orakio Rob, “O Gagá”,

    Depois de postar o comentário aqui, fiquei curioso e fui ver o Cosmic Effect. O trabalho deles é realmente fenomenal. Isso não muda a minha opinião sobre a conveniência da leitura silenciosa (continuo torcendo pela sobrevivência dos textos e mantenho minha preferência pelo formato escrito), mas muda o meu instinto de “pular” os sites/blogs que migram para o formato de vídeo. Durante o dia, dá para assistir sem problemas e a qualidade alta me fez repensar aquela velha opinião de que “vídeo tem que ser na TV”. Falei antes de conferir e agora tenho que me retratar. Isso é pra eu aprender a falar só quando tiver certeza. Bom, pelo menos agora dá pra dizer que continuarei fã do Gagá Games com ou sem vídeos (que tal os dois formatos?).

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 05/08/2012 at 1:54 pm
    Permalink

    Dcnautamarvete,

    Muito bom o trabalho do Eric, não é? O vídeo do Shinobi é colossal, um estouro, mas todos os outros são ótimos.

    E acho que, no fim das contas, tem espaço para as duas coisas: texto e vídeo. Por mais que eu ache vídeos interessantes, estou muito mais na minha praia com os textos. É provável que as coisas continuem do jeito que estão, e que minhas investidas em vídeo sejam em parceria com o Eric (já fiz uns assim por aqui).

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 05/08/2012 at 8:13 pm
    Permalink

    Orakio Rob, “O Gagá”,

    Gostei muito da sua resposta, grande Gagá. Ainda não vi o vídeo do Shinobi, mas já vi um que tinha seu nome nos créditos finais, então, meus parabéns para vc também. Além deste blog fantástico, vc consegue manter a qualidade em suas outras investidas, a Old!Gamer que o diga, ela é uma das minhas revistas prediletas (tenho todas), só perde mesmo para a Mundo dos Super-Heróis (na minha opinião, afinal, pelo próprio nickname já dá para notar minha preferência, né?). Qualquer que seja sua decisão futura, pode contar com a audiência deste leitor/espectador assíduo.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *