bann-gagaiswatchingyou
Enquetes são bacanas, não são? Elas representam uma ótima oportunidade para o editor do blog conhecer melhor seus leitores, criar conteúdo direcionado aos gostos do público e solicitar dados pessoais e números de cartão de crédito para tentar cometer fraudes no futuro. Enfim: coisa fina e divertidíssima.

Emuladores… conhece? Usa? O Gagá quer saber! É só marcar uma opção aí embaixo e clicar em “Votar”. Obrigado pela participação!

UPDATE: enquete encerrada.  Foram 341 participantes, e os resultados foram:

  • 67% 
  • 29% Uso para conhecer jogos, e quando gosto de um jogo eu compro (usado, no Virtual Console/PSN/XBLA ou em qualquer outro lugar)
  • 3% Não uso porque não gosto
  • 1% Não sei o que são ROMs e emuladores, ou não sei como usá-los

Muito obrigado a todos os que participaram! A polícia vai bater na casa dos infratores a qualquer momento 🙂

Gagá is watching you: você usa ROMs e emuladores?
Tags:

46 ideias sobre “Gagá is watching you: você usa ROMs e emuladores?

  • Pingback:Tweets that mention http://www.gagagames.com.br/?p=17541%3Futm_source%3Dpingback -- Topsy.com

  • 23/06/2010 em 7:33 pm
    Permalink

    Até a quarta geração de consoles (leia-se NES, Master, Mega e Super NES), temos emuladores que rodam os jogos de maneira perfeita, portanto jogo os games dessa época só via emuladores mesmo, ainda mais que hoje em dia não tenho nenhum console “clássico”, e mesmo se tivesse, não teria os milhares de games que tenho a disposição no formato de roms.

    Já faz uns 10 anos que jogo games clássicos via PC, e eu sempre curti games lançados diretamente para o PC também, portanto estou mais do que acostumado em jogar na frente do micro, por meio do teclado. Até mesmo em games de luta como os da série Street Fighter, eu consigo executar todos os complicados golpes via teclado, tamanha é a experiência que tenho.

    Já os games da quinta geração em diante, prefiro jogar via console. Ainda não tenho nenhum console da atual geração, mas gosto de jogar os games do PlayStation 1 e 2 no console mesmo, ainda mais que meu PC não é tão “potente” para emular estes sistemas perfeitamente.

    Sou “emuleiro” assumido! E portanto na enquete votei na última opção. Deus abençoe os nerds que inventaram os emuladores! Sem eles, eu não teria oportunidade de jogar tantos games clássicos como tenho, mediante as práticas roms!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 23/06/2010 em 7:41 pm
    Permalink

    Interssante
    se vendessem apenas a rom, não atrelada ao console necessariamente eu provavelmente compraria. Agora pagar os olhos da cara em um console de ultima geração pra jogar jogos antigos.. daí é bala

    Prefiro meu bom amigo Dingoo

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 23/06/2010 em 8:35 pm
    Permalink

    Bom, o meu caso é mais ou menos o que o André Breder falou: no caso dos consoles antigos e dos Arcades (MAME na veia!!), utilizo os emuladores. Até tenho ainda o meu Super Nintendo, mas prefiro deixá-lo na caixa, bonitinho.

    Já para o meu Nintendo DS, utilizo, por mais que muitos não acreditem, somente jogos originais, comprados ou na Secondspin (www.secondspin.com) ou no e-bay.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 23/06/2010 em 10:05 pm
    Permalink

    Votei na 3º opção. Mas na realidade, acho que eu fico em uma “área cinza” entre as opções 3 e 4.

    Quando é possível, tento conseguir os jogos que eu gosto. Mas ao mesmo tempo, uso a emulação para conhecer jogos novos e para jogar os que eu não tenho pretensão de comprar ou são muito difíceis de achar e/ou desproporcionalmente caros.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 23/06/2010 em 10:21 pm
    Permalink

    eu marquei a quarta opçao:
    Sempre uso e nunca compro os jogos porque posso baixar as ROMs de graça

    mas nao eh bem assim, eu so uso o emulador ate a epoca do 64, por acaso ainda frabricam isso, e quanto aos jogos? impossiveis de achar, e quando acha eh por um preço bem salgado

    nao da nem pra se sentir culpado, ja que a nintendo e outras empresas nao perdem um centavo enquanto uso meus emuladores

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 9:53 am
    Permalink

    Fala. O Gagá sabe da minha esperiencia com o Rato Morto, portanto pra ele vai ser fácil matar a charada….. rsss…. Aproveitando, Gagá, o que aconteceu com meu gravatar que não aparece mais aqui? Ele tá funcionando tranquilo lá no retroplayers…. Abraços!!!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 10:26 am
    Permalink

    Usar ROMs e emuladores é uma homenagem ao nerds abençoados que projetaram e criaram essas maravilhas! O trabalho desses caras (e mulheres) não fica esquecido e largado às traças. Acho até legal ter um console moderno e comprar os games antigos online, mas tá difícil comprar hein?? Feijão e arroz em primeiro, pois não terei força pra apertar o start se for comprar um Wii e um Play3. 🙁

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 10:31 am
    Permalink

    veja bem…. faltou uma resposta… então respondi na mais aproximada…

    tendo em vista a dificuldade financeira para se adquirir jogos originais a um preço justo, recorro a emulação, ainda mais quando se trata de jogos antigos, e eu, retrogamer que sou, tenho que apelar para os emuladores, ainda que prefira os consoles. Poxa vida… eu tinha varios titulos originais de super nes, mas minha casa foi assaltada e levaram todo meu acervo… sacanagem… isso me desanimou a comprar titulos originais… enfim…

    mas jogos de pc eu sempre compro esses que vem em revistas… são mais baratos, e sao originais… não sou chegado em ficar baixando não… mas as roms… pô… é difícil ter boas lojas de VG no interior, e mesmo quando tem, os jogos custam os olhos da cara… como eu nunca passei do ps1, recorro às roms e emuladores.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 10:54 am
    Permalink

    Aqui tem os dez motivos porque uso Roms :

    01: É de graça.
    02: Fácil de pegar , não precisar de ficar esperam dias e dias para chegar .
    03: Emuladores antigos na maioria das vezes são melhores que os consoles originais.
    04: Posso jogar em alta definição (Filtros , HDMI , TV de plasma 42″, etc … , PS1 no emulador aqui fica uma imagem melhor que o do PS2 original …)
    05: Cheats embutidos e Saves states para os jogos que não tem saves in-games.
    06: Ocupam menos espaços .
    07: Mão precisam de ficar trocando de cartuchos ou CDs toda hora ; simplesmente bastar dar alguns cliques.
    08: Posso levar para qualquer lugar num Pen Drive.
    09: Posso uar qualquer controle que eu quiser , bastando ter um adaptador adequado .
    10: E por fim o principal motivo : Acho facilmente jogos e sistemas que não conhecia ou simplesmente eram impossíveis de se obter por aqui como RPGs (grande parte não traduzida ou simplesmente mal-traduzidas ou limada) , jogos japoneses diferentes , protótipos , etc … .

    Enfim , acho que as empresas deveriam é liberar os jogos antigos de graça para todo mundo e se dedicar unicamente aos novos e os remakes, afinal já ganharam muito dinheiro em cima deles e ficar requentando comida velha não é nada legal.

    Valeu para todos…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 11:21 am
    Permalink

    Depende, se for antigo prefiro emular nos videogames atuais que consequem faze-lo, tipo psp que emula varios sistemas. (Bem faço mais isso para conhecer os jogos antigos). Tive varios cartuchos antigamente de varios videogames originais mas acabei vendendo.

    Originais compro para os de ps3 e de pc (no pc ou uso jogo comprado ou jogos online gratis). Depende do que for jogar.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 12:48 pm
    Permalink

    @Washington
    Cara! Star Fox do Snes sempre foi meu game preferido na infância. Imagina minha felicidade quando pude jogar via emulador o nunca lançado Star Fox 2. Este game teve o código fonte liberado há alguns anos e os fãs conseguiram compilar os fontes, corrigir os poucos bugs e truncar os debugs. Nunca teria jogado isso sem o advento da emulação. Nos games não existem extras de cenas cortadas (fases cortadas, hehehe) como em filmes DVD. Nunca podemos por as mãos nessas raridades quando temos somente os consoles e compras de games por vias oficiais.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 5:52 pm
    Permalink

    Esse post me animou à comentar aqui no Gagá…

    Votei em “Sempre uso e nunca compro os jogos porque posso baixar as ROMs de graça”.
    Porque ?
    1 – É cômodo de armazenar ! Mas eu ADORARIA ter as mídias e toda a parafernália que se tem direito como manuais, mapas e etc.
    2 – É muito mais barato e fácil de se conseguir do que pelos meios legais. Infelizmente, porque eu também adoraria poder retribuir os artistas que criaram essas obras primas do mundo do entretenimento, para que eles continuem criando cada vez mais games.
    3 – Não sou rico, portanto não posso comprar um Wii, um PS3 e um 360 para comprar via meios digitais.
    4 – Poderiam lançar para PC muita coisa legal via Steam/revistas/GOG. Mas aí tem a questão de direitos autorais de certos games estarem perdidos nas mãos de alguma empresa obscura ou então burradas do tipo Golden Axe de 100mb via Steam. Não dá né ? O emulador e a rom juntos não chegam nem à 16mb. Nem extras vem junto com o pacote. Tanta gente talentosa criando emuladores com pouquíssima informação sobre o hardware original e a dona do hardware apanhando para fazer uma emulação decente.
    5 – Como citado em alguns comentários acima, com a emulação temos a oportunidade de conheçer coisas raríssimas que as empresas cismam de não lançarem achando que não vai fazer sucesso. Temos a oportunidade de curtir RPGs maravilhosos traduzidos do japonês para o inglês de forma competente e profissional, mesmo que seja feita por fãs ou até mesmo em português.
    Eu teria N motivos para citar… Mas o principal, acho que já falei !
    Como eu queria ter nascido no Japão… Minha vida de retrogamer seria muito mais fácil…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/06/2010 em 8:55 pm
    Permalink

    @Orakio Rob, “O Gagá”
    É que “jogo antigo” é bem relativo. Inclusive o Mario Tennis do GBA foi lançado há menos de 5 anos e já ganhou um review “retrô” aqui no blog. 🙂

    No meu caso, eu compro games para o Nintendo 64, por exemplo (que é beeeeem mais antigo que o GBA). E jogo alguns games de PS1 no PS2.

    Mas você me convenceu, votei na quinta opção. 🙂

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/06/2010 em 4:38 pm
    Permalink

    @Sandro Vasconcelos
    A sua opção seria a terceira, Sandro. Você não precisa comprar todos os jogos cujas ROMs você curtiu: se alguns jogos você compra, outros não, já pode marcar essa opção. A última é que é bem definitiva (por isso o “nunca”), justamente para separar a turma que na medida do possível compra os jogos e a turma que não compra nunca mesmo, porque existe de graça e não acho legal pagar o que quer que seja.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/06/2010 em 8:34 am
    Permalink

    Bom, eu votei na 3a opção pq é a que mais se encaixa… Mas a verdade é que faz MT tempo que não baixo uma rom… Mt tempo mesmo

    O meu PSP eu comprei há 2 anos e nunca baixei jogo nenhum pra ele. Aliás, nem sei direito como se faz isso. Eu prefiro comprar o original mesmo. Primeiro que não tenho tempo pra jogar infinitas roms e segundo que jogos originais nem são tão caros assim… Pela net vc consegue comprar por preços bem em conta.

    Pra jogos retrô mesmo acho que até vale vc baixar a rom, pq realmente não é mt fácil/barato achar os originais pra comprar (tanto os jogos qto os consoles). Mas de PSX e Saturn pra cima, eu prefiro os originais mesmo, sem dúvida. Se vc não for uma pessoa extremamente exigente, vc acha tanto os jogos como os consoles por preços bem em conta nos ebay da vida. E se não achar me dá um toque que eu mando daqui do JP XD

    Sei lá, pra mim tem uma diferença BRUTAL entre ter um Street Fighter Zero 3 do Saturn na estante e ter o msm jogo no HD do pc…
    Na estante ele fica MT mais bonito, pode ter certeza
    ^^

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/06/2010 em 2:22 pm
    Permalink

    Eu respondi que “Sempre uso e nunca compro os jogos porque posso baixar as ROMs de graça”, mas ainda faltou uma resposta adequada para mim.

    Para jogos muito antigos como Nes e Master eu uso roms e ponto final pelos motivos já citados aí pelo pessoal. Eu tenho um Mega Drive, um Sega CD e um Saturn.

    Eu não sou rico, mas as vezes gosto de ter o jogo para um desse consoles originais. Eu tenho Beyond Oasis e Nights. Isso quando dá, normalmente baixo a rom e gravo o cd.

    A experiência de jogar no console é muito melhor do que no emulador, mas como vive a época jogando consoles da Nintendo não sinto falta de jogar esses jogos nos consoles. Já os da Sega que só fui ter agora eu prefiro me esforçar para jogar no Video game.

    O meu DS tem um Flash Card. Comprarei um Dingoo. E acho absurdo as empresas quererem ganhar dinheiro com jogos velhos que já estão se tornando domínio público. Se não me engano as patentes só duram 20 anos e até o SOnic já tá chegando lá. Daí, não posso aceitar que cobrem por isso oferecendo um produto pior que a ROM e o Emulador caseiro.

    Compararei um Wii e um 3DS quando puder e espero poder jogar originais. Compensa ter um Wii travado? O virtual console e a WiiWare compensam? O que você acha Gagá?

    André Breder :
    Sou “emuleiro” assumido! E portanto na enquete votei na última opção. Deus abençoe os nerds que inventaram os emuladores! Sem eles, eu não teria oportunidade de jogar tantos games clássicos como tenho, mediante as práticas roms!

    Tamo Junto! Tamo Junto!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/06/2010 em 9:42 pm
    Permalink

    GLStoque :
    Compensa ter um Wii travado? O virtual console e a WiiWare compensam? O que você acha Gagá?

    Para mim, compensa MUITO. Eu comprei o meu destravado por opção mesmo. Resumindo, eu tenho pouco tempo para jogar, e se o meu Wii fosse destravado eu ia me entupir de jogos e não ia conseguir terminar nenhum. Mas olha, o Virtual Console é TÃO bom que eu mal jogo os jogos do Wii mesmo, é Virtual Console o tempo todo!

    O WiiWare parece ser uma delícia… só comprei o Wario Ware lá, mas tem um monte de jogos que me parecem interessantes. Tô tentando me controlar aqui, senão vou comprar um jogo atrás do outro. Adoro jogos indies como esses que são vendidos no WiiWare.

    Resumindo: se você tem muito tempo livre para jogar Wii, pode ser interessante destravar (embora eu prefira não destravar por motivos que vou expor em breve aqui no blog). Mas se você é como eu, que trabalha e só tem algumas horinhas (talvez UMA horinha) para jogar durante a noite, talvez não faça muita diferença.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 30/06/2010 em 3:22 pm
    Permalink

    na época em que comecei a usar emuladores, mesmo meu PC tinha dificuldade com um dos melhores de NES, quanto mais de Megadrive e SNES! 😀

    mas acho que faltou a opção: “Uso e acho prático para meus jogos antigos, mas prefiro na plataforma original”

    e uso com um joypad no PC… ^^;

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 01/07/2010 em 10:59 pm
    Permalink

    @Orakio Rob, “O Gagá”

    Muito obrigado a todos os que participaram! A polícia vai bater na casa dos infratores a qualquer momento 🙂

    Uuhuahuahauhaua… fico aqui só imaginando a cena: a polícia chegando no apartamento do Gagá, enquanto o mesmo joga seu Dingoo pela janela. 😛

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 02/07/2010 em 11:57 am
    Permalink

    Orakio Rob, “O Gagá” :

    André Breder :
    Uuhuahuahauhaua… fico aqui só imaginando a cena: a polícia chegando no apartamento do Gagá, enquanto o mesmo joga seu Dingoo pela janela. :P

    Que nada, rapaz… já ouviu falar em delação premiada?
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Dela%C3%A7%C3%A3o_premiada

    :)

    Uuhauhauhaua… Gagá você é um fanfarrão!

    Agora, essa delação premiada no Brasil pelo menos, é uma faca de dois gumes: por um lado beneficia o criminoso que entrega seus comparsas para a polícia, mas por outro faz com que o traidor fique jurado de morte, com toda certeza. Dedo duro tem vida curta. Depois velhinho amanhece com a boca cheia de formiga e a patroa vai ficar chorando… 😛

    E O BRASIL JÁ FEZ UM GOL NA HOLLANDA!!!! VAMOS AGORA FAZER MAIS UNS DOIS NO SEGUNDO TEMPO E ACABAR DE VEZ COM ESTA BAGAÇA!!!! VAI BRASIIIIIILLL!!!! (Modo torcedor on)

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • Pingback:GameBlog » Jogos velhos, grana e rock n’ roll — Parte 1

  • Pingback:Gagá Games » Gagá is watching you: você lê revistas digitais de games?

  • 17/07/2020 em 8:07 am
    Permalink

    Muito difícil concorrer com emulador, principalmente o retroarch, mas as pessoas dão valor para bens materiais que podem ostentar, eu dou valor pela obra de arte que é o jogo em seu conceito, independente da plataforma (de preferencia uma com save state).

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *