gogcom_logo

Ontem eu já acordei recebendo uma péssima notícia: o GOG ia fechar. Sim, o GOG, o serviço de venda digital que vende clássicos do passado sem DRM com um monte de extras a ótimos preços. No domingo 19, o site oficial havia substituído por um anúncio (tradução livre do caquético que vos escreve):

Prezados usuários do GOG,

Temos pensado muito se seria de fato viável manter o GOG.com do jeito que ele é hoje. Passamos um bom tempo discutindo o assunto, e infelizmente decidimos que o GOG.com não pode ir adiante na forma em que está.

Somos muitos gratos pelo apoio que recebemos de vocês nos últimos dois anos. Trabalhar no GOG.com foi uma grande aventura para todos nós, além de uma jornada inesquecível ao passado, atravessando a longa e maravilhosa história dos jogos de PC.

Isso não significa que a ideia por trás do GOG.com morreu para sempre. Estamos encerrando o serviço e deixando para trás essa era para encarar novos desafios.

Um detalhe técnico: nesta semana, vamos providenciar uma maneira de todos baixarem novamente seus jogos. Fiquem ligados nesta página e sigam-nos no Twitter e no Facebook para as últimas novidades.

Felicidades a todos,

A equipe do GOG.com

Claro, não levou nem cinco minutos para a internet me mostrar que era tudo balela, e que o tal aviso, ao que tudo indica, era só uma jogada publicitária. O GOG vinha fechando acordos com várias publishers famosas, e lançando títulos famosos como a série King’s Quest. Além do mais, foram encontradas mensagens da equipe do GOG pedindo aos investidores que ignorassem avisos realizados no site nos próximos dias.

Ainda ontem pipocou outra mensagem no site oficial, avisando que seria feito um pronunciamento oficial na quarta-feira. Há pouco, surgiu outra mensagem, confirmando o pronunciamento oficial para quarta, uma da tarde (horário de Brasília). Pintou também um link para um vídeo no YouTube:

Você certamente já manjou que o GOG não vai fechar coisíssima nenhuma. Mas tem outro detalhe: analise o vídeo cuidadosamente, quadro a quadro… vejam só a imagem que eu capturei para vocês:

gog-baldursgate

Sim, meus amigos, Baldur’s Gate, clássico da Bioware lançado pela Interplay para PCs em 1998. Mais um novo jogo velho chegando ao serviço. Mas é claro que essa presepada toda não é só para o lançamento do jogo, e especula-se que o serviço sairia do eterno “beta”, lançando um cliente semelhante ao do Steam.

Outra teoria é a de que o GOG também passaria a vender jogos com DRM, a famigerada proteção contra cópia, à semelhança do que também ocorre no Steam. Isso bateria com o críptico comentário postado pelo GOG no Twitter na semana passada, dizendo que era difícil agradar às publishers sem DRM.

Seja como for, amanhã teremos o pronunciamento oficial, e o Gagá Games trará novidades para vocês.

GOG.com: o mistério da morte não morrida
Tagged on:     

19 thoughts on “GOG.com: o mistério da morte não morrida

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *