Mais uma edição do “Você Sabia?” chegando aqui no Gagá Games! Confira abaixo as curiosidades desta quarta-feira:

– O nome da personagem Samus Aran, protagonista da franquia Metroid, foi, por mais incrível (ou ridículo) que pareça, uma referência a Edison Arantes do Nascimento, o nosso Pelé. Durante a criação do primeiro game da série, os produtores tentaram misturar os nomes do Rei do Futebol, de uma forma que algo bem original fosse criado. Não conseguindo a princípio, um conceito bem definido, inicialmente a personagem ficou sendo chamada de “Something Arantes Nascimento”. Até que alguém teve a brilhante ideia de diminuir um pouco os nomes, o que resultou em Samus Aran. Ainda sobre a famosa franquia da Nintendo, o nome Metroid veia da junção das palavras Metro e Android, e o planeta SR388 recebeu este nome por ser baseado na nomenclatura de um motor de uma moto de 400 cilindradas da Yamaha, que era chamado de SR400.

Sonic Hedgehog não é apenas o nome do rápido mascote da SEGA, mas também de um gene do cromossomo 7 do genoma humano.

– Em 1984 tanto o NES quanto o Famicom, recebeu um de seus mais populares acessórios: uma pistola para jogos de tiro, que recebeu o nome Beam Gun no lado oriental e NES Zapper no lado ocidental. O modelo japonês do acessório, foi baseado no título Wild Gunmam, sendo uma réplica de um revólver. A versão americana do acessório foi modificada, sendo propositalmente feita para que todos pudessem ver que se tratava apenas de uma pistola de brinquedo.

– Em Legend of Zelda: Link’s Awakening, o conselheiro da versão Super NES de Sim City faz uma aparição dentro de uma casa, sendo conhecido pelo nome de Dr. Wright. Pra quem não sabe o conselheiro é uma homenagem a Will Wright, o criador da série Sim City.

– O Atari Jaguar alardeava que era o primeiro console de 64 bits no mercado, mas na realidade ele tinha dois chips de 32 bits, o que não fazia com que o console pudesse ser considerado de 64 bits.

Fonte: Metroid Database, Wikipédia, Games Radar

Você sabia? Curiosidades sobre os games clássicos…
Tagged on:                                         

31 thoughts on “Você sabia? Curiosidades sobre os games clássicos…

  • 22/06/2011 at 1:59 am
    Permalink

    Essa do Metroid foi boa… Nunca poderia imaginar que a Nintendo se inspirou no Pelé para dar o nome à personagem.

    Quanto ao Jaguar… O último suspiro da Atari. Padeceu do mesmo mal do Saturn: dificuldade de programação e falta de planejamento.

    Pobre Atari. E como softhouse continua decepcionando, já que o Alone In The Dark do PSTwo é uma das piores coisas que já joguei na minha vida!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 8:30 am
    Permalink

    Washington :

    Rogerio Hayama :
    Quanto ao Jaguar… O último suspiro da Atari. Padeceu do mesmo mal do Saturn: dificuldade de programação e falta de planejamento.

    Só que o Saturn pelo menos teve um sucesso moderado no Japão , a falha dele foi aqui no ocidente.

    Sim, no Japão foram mais de 600 jogos lançados… Nos EUA/Europa, apenas 250.

    O Saturn em si é um excelente console, melhor do que o PSOne na minha opinião, mas porcamente aproveitado por conta das sucessivas cagadas da Sega.

    Abraços

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 12:01 pm
    Permalink

    @piga

    Piga, o Jaguar ainda tem de bom:

    -Rayman (em sua primeira aparição, com gráficos inacreditáveis)
    -Bubsy (jogo a nível de 16bits)
    -Flashback (a nível do Amiga)
    -Pinball Fantasies (melhor que o do Amiga)
    -Pitfall (jogo a nível de 16bits)
    -Zool 2 (jogo a nível de 16bits)

    O Raiden como mencionado, é bom, mas não melhor que a versão Megadrive (16bit), já o Alien x Predator provavelmente é o melhor título do console mesmo (mesmo não tendo os gráficos de Rayman)

    😛 A moça da direita (de vermelho) no início do post, tem uma cara hein?? sugestiva…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 1:16 pm
    Permalink

    Só para corrigir, o nome da proteína é Sonic Hedgehog (sem o “the”), mas foi inspirado no mascote de qualquer forma.

    Quanto ao nome Samus Aran, eu tentava imaginar a origem e pensei em muita coisa, mas nunca imaginei que seria algo tão trivial e completamente fora do contexto.

    Samus para mim era uma referência à cidade de Samos, de onde veio Pitágoras. Imaginei que era alguma homenagem por parte de algum matemático no time da Nintendo. E “Aran” eu tentava ligar com “Aria” ou “arian” (ariano) dos nazistas.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 3:16 pm
    Permalink

    @Rogerio Hayama
    Não creio ser “cagada” da sega. Brigar com a Sony não é fácil. Uma empresa que até estúdio de cinema possui não é para qualquer um. Que o diga a gigante Microsoft. A Nintendo se deu bem depois porque conseguiu criar uma plataforma que fosse para um nicho de público diferente da Sony e com um diferencial (embora isso acabe trazendo o rótulo de “console pra crianças e etc… coisa que, embora os da nossa geração não aceite rótulos bestas como esse, pode marcar a nintendo nesta geração de gamers. Porém, isso pode acabar sendo bom pra ela, pois não há ninguém pra brigar no mesmo ringue).

    E o Brasil inspira mesmo. Brasil sil sil.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 3:57 pm
    Permalink

    Leandro Moraes :
    @Rogerio Hayama
    Não creio ser “cagada” da sega. Brigar com a Sony não é fácil. Uma empresa que até estúdio de cinema possui não é para qualquer um. Que o diga a gigante Microsoft. A Nintendo se deu bem depois porque conseguiu criar uma plataforma que fosse para um nicho de público diferente da Sony e com um diferencial (embora isso acabe trazendo o rótulo de “console pra crianças e etc… coisa que, embora os da nossa geração não aceite rótulos bestas como esse, pode marcar a nintendo nesta geração de gamers. Porém, isso pode acabar sendo bom pra ela, pois não há ninguém pra brigar no mesmo ringue).
    E o Brasil inspira mesmo. Brasil sil sil.

    Sim, concordo.

    Eu quis dizer “cagada” por conta das sucessivas pisadas de bola que a Sega deu com os consumidores com pérolas tais como o 32X e o Sega CD, que foram outros fiascos. Tecnicamente bons para a época que foram lançados, mas com poucos jogos bons…

    Isso aí abalou a confiança dos consumidores em relação à marca.

    Some-se a isso o que você falou… A concorrência de uma empresa monstruosa como a Sony. Aí, ferrou de vez mesmo.

    Abraços

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 4:42 pm
    Permalink

    🙂 Você Sabia?
    Que a foto acima que dá titulo a esta coluna é conhecida como “Super Mario Sisters”? E é uma criação da jornalista e Designer Meagan Marie?
    Quer saber mais?Enjoy!

    http://migre.me/54D1g
    http://migre.me/54D30
    http://migre.me/54D7t

    Essa do Pelé é uma surpresa e ao mesmo tempo é até compreensível já que o povo japonês adora o Brasil por causa do Ayrton Senna e do Rei Pelé( o mundo adora esse cara!) e de outras coisas também claro.
    Ká entre nós,independente da origem do nome.Samus Aran ficou muito bom.
    Esse negócio de mudar o nome nos EUA em relação ao Japão que acontecia muito no passado é um saco não faz sentido:( -vide Genesis ou MegaDrive…- e muito menos sentido em relação a pistola Beam Gun no lado oriental e NES Zapper no ocidente,logo aqui no ocidente onde americanos principalmente podem comprar armas de maneira legal e fácil como um pacote de chocolate HERSHEY’S e o resto da Europa não fica muito atrás. tenha dó.
    Uma modificação interessante é a famosa do Rockman que virou Megaman nos EUA porque “rock” também é entendido como “pedra de crack” em alguns países. 8)

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 4:52 pm
    Permalink

    @Fernando

    Não. Mantenho minha opinião. Fui colecionador e cheguei a ter quase todos os jogos do Jaguar / Jaguar CD. Faltou uns 5 cartuchos do Jaguar e tive todos os 13 CDs lançado para Jaguar CD. Tive todos os jogos por você citado e posso afirmar. Não dá pra jogar!

    Não dá pa jogar principalmente por causa dos controles. Muito ruins. O próprio hardware (do controle) é ruim e impreciso. O SNES e o Mega Drive faz, nem que seja com um pouco de esforço, qualquer gráfico de jogo que você possa ver no Jaguar e nisso tá incluso AVP. O controle de 6 botões lançado posteriormente consegue ser pior que o orignal de três botões (vermelhos, esqueça o teclado numérico).

    O som do Jaguar é horrivelmente porco. Esse sem dúvida foi a maior propaganda mentirosa da Atari. Um 64bits que não era um 64bits na verdade (dois processadores de 32 não o tornam um aparelho de 64) que não conseguiu fazer melhor que um SNES ou um Mega Drive.

    Ele saiu depois do 3DO e esse dá de 10 a zero nele. A única coisa que a Atari lançou que já prestou foi o Atari 2600. E as vezes eu me pergunto se é assim porque não existia nada de significativo antes dele.

    Falow!!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 5:23 pm
    Permalink

    piga :
    @Fernando
    Não. Mantenho minha opinião. Fui colecionador e cheguei a ter quase todos os jogos do Jaguar / Jaguar CD. Faltou uns 5 cartuchos do Jaguar e tive todos os 13 CDs lançado para Jaguar CD. Tive todos os jogos por você citado e posso afirmar. Não dá pra jogar!
    Não dá pa jogar principalmente por causa dos controles. Muito ruins. O próprio hardware (do controle) é ruim e impreciso. O SNES e o Mega Drive faz, nem que seja com um pouco de esforço, qualquer gráfico de jogo que você possa ver no Jaguar e nisso tá incluso AVP. O controle de 6 botões lançado posteriormente consegue ser pior que o orignal de três botões (vermelhos, esqueça o teclado numérico).
    O som do Jaguar é horrivelmente porco. Esse sem dúvida foi a maior propaganda mentirosa da Atari. Um 64bits que não era um 64bits na verdade (dois processadores de 32 não o tornam um aparelho de 64) que não conseguiu fazer melhor que um SNES ou um Mega Drive.
    Ele saiu depois do 3DO e esse dá de 10 a zero nele. A única coisa que a Atari lançou que já prestou foi o Atari 2600. E as vezes eu me pergunto se é assim porque não existia nada de significativo antes dele.
    Falow!!

    A gente via que o hardware do Jaguar era meio porquinho mesmo. Um console dito de “64 bit”, com interface para CD equipado só com saída de RF? Absurdo.

    Fora os jogos… Não vi nenhum que me interessasse.

    E A Atari não aprendeu a fazer coisa boa ainda depois do 2600… Vide Alone In The Dark do PSTwo, que citei anteriormente. Tétrico…

    Não dá pra entender como ainda não faliu.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 7:05 pm
    Permalink

    Sobre Metroid acrescenta ae que o nome de um dos vilões principais da série, Ridley, é uma homenagem a Ridley Scott diretor de Alien.

    Aproveitando pra dar um pitaco no assunto do Saturno, o grande problema dele está no projeto, que foi alterado em cima da hora para ser um console com gráficos 3D, o foco inicial da Sega era fazer um ótimo console com gráficos 2D, o que foi bem estranho já que ela foi a responsável pela popularização dos gráficos 3D com Virtua Fighter. Isso só desencadeou uma série de problemas de arquitetura que dificultavam a programação para o bicho.

    Com relação a Sony eu discordo, ela é uma gigante do entrenimento mas não tinha tradição nenhuma com jogos, se deu bem se aproveitando das mancadas da concorrência com um console bem meia-boca.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 7:22 pm
    Permalink

    @Orakio Rob, “O Gagá” Ha ha ha ha…aí eu não sei, mas pensando bem… poderia, as brasileiras são as mais bonitas do mundo!

    @Fernando Lorenzon Faz sentido 😉 se já existia o registro do nome essa mudança está bem explicada.Embora se fosse aqui no Brasil o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) não proíbe que dois produtos tenham o mesmo nome,desde que -não pertençam a mesma classe- isto é, não sejam concorrentes do mesmo mercado.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 22/06/2011 at 9:52 pm
    Permalink

    Sobre Metroid : Como tem drogado na Nintendo !

    Sobre Sonic Hedgehog : Como tem nerd ( ó, novidade !) na biomedicina !

    Sobre Beam Gun / Nes Zapper : Não vou tirar o mérito da versão ocidental. Já pensou se sai com o formato da pistola japonesa aqui no ocidente ? Se um cara já mobilizou uma unidade de elite da polícia de Samambaia – GO por causa de uma Light Phaser, imagina com uma Beam Gun ?
    As notícias vocês conferem aqui : http://www.nesarchive.net/forum/index.php?topic=16519.0
    E aqui :
    http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1013075-5598,00-POLICIA+DIVULGA+IMAGENS+DE+RENDICAO+DE+SEQUESTRADOR+NO+DISTRITO+FEDERAL.html

    Sobre Link´s Awakening : Zerei isso e nem reparei no nome do fulano…

    Sobre o Jaguar : O console foi tão mal projetado e aproveitado que nem emulador decente pra isso tem…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/06/2011 at 1:05 pm
    Permalink

    Huahua, da entrevista. fonte: http://www.siliconera.com/2011/06/18/this-is-how-the-names-metroid-and-samus-aran-came-to-exist/

    What about Samus Aran, then? It turns out, Samus’ name is based on Edison Arantes do Nascimento, the soccer player better known as Pelé, Kiyotake revealed. “Even the name of the protagonist could be put together in this manner, and if I wanted to give someone a strange name, I could refer to Pelé’s name,” he joked.

    “Kiyotake, If you check if Pelé’s real name was ‘Samus Arantes,’ that’s a little incorrect,” Sakamoto joked back. “He’s called ‘Something’ Arantes Nascimento, and only ‘Aran’ matches. (Laughs)”

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/06/2011 at 1:50 pm
    Permalink

    A pistola do NES, mais conhecido por aqui como Phanton System, ao menos no Brasil, era inspirada na série Zillion.
    O mais engraçado é que o Master System saiu com um pistola também e as duas eram idênticas visualmente. O problema é que a de um console não pegava no outro.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/06/2011 at 5:30 pm
    Permalink

    @Michel Alisson

    O Phantom System era um clone do NES, e o mais bacana é que ele não tentou imitar o design de nada do console da Nintendo. Ao invés disso copiou o controle do Mega Drive e a pistola do Master System, como você bem salientou. Já o design do console, propriamente dito, foi copiado do Atari 7800, aparelho que a Gradiente quase lançou por estas bandas.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *