Mais uma enquete “safadinha” do seu amigo André Breder chegando aqui no blog! Bem, antes de mais nada quero deixar claro que esta enquete é apenas uma pesquisa, não é pra decidir algo que vá ocorrer nos próximos dias aqui no Gagá Games.

Neste blog o limite é a quinta geração de consoles (32/64 Bits), mas eu mesmo já vi muita gente dizendo por aqui que a sexta geração já pode ser considerada velha e retrô, e que ela já poderia muito bem ser abordada no Gagá Games. Em conversas com o Orakio “Gagá” sobre o “tema”, descobri que tanto eu quanto ele compartilhamos da mesma opinião: de que os games dos consoles Xbox, PlayStation 2, Game Cube, etc, ainda são recentes demais para pintarem (no bom sentido da palavra, lógico) por aqui; mas pelo que eu me lembro, o meu xará Piga (ele também se chama André), é um membro da equipe do blog que acha que estes consoles já podem ser considerados “velhos”. E agora José? Sobre esta questão, dê sua opinião votando na enquete abaixo:

ENQUETE ENCERRADA! E o resultado foi:


Agradeço a todos os que participaram da enquete e que comentaram este post! E que venha então a sexta geração dos video games para o Gagá Games… daqui há uns 10 anos! 8)

André Breder is watching you: A sexta geração já deve ser abordada no Gagá Games?
Tags:

40 ideias sobre “André Breder is watching you: A sexta geração já deve ser abordada no Gagá Games?

  • 03/04/2012 em 9:28 pm
    Permalink

    Na minha opinião acho cedo ainda, os jogos da sexta geração ainda estão muito presentes como algo novo, tem muita gente comprando e jogando mesmo PS2 só agora. Talvez quando os consoles da sétima geração estiverem bem acessiveis, todos da oitava geração tiverem aparecido e entrado de vez em cena e já se falar de uma nona.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 9:28 pm
    Permalink

    6ªgeração não dá são gerações que por si falam, assim como a 7ª vc liga o video game e lá está a live e a psn te falando horrores. Digo isso pois são consoles muito vivos ainda o Game Cube, meu Dreamcast por exemplo acho muito novo assim como o Playstation 2 são jogos que estão até saindo pra 7ªgeração em versão HD ou com resoluçao normal no caso do Xbox pro Xbox360 por já ter resolção alta. Então é uma geração muito nova.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 9:35 pm
    Permalink

    Também concordo que a 6ª geração é muito nova. Muitos agora que conseguiram comprar o seu Playstation 2, assim como é muito simples de se conseguir tanto jogos quanto acessórios para ele (eles, no caso dos outros sistemas). Acredito que a graça em se compartilhar informações sobre video-games retrô é exatamente o fato de muitas coisas despertarem mais nossa imaginação do que a virmos tão próxima. E como o Ronaldo dissera a pouco, ainda tem muito material a ser discutido na geração Playstation/Saturno/Nintendo 64.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 9:40 pm
    Permalink

    Sim. Eu acho que Playstation 2, Xbox e Game Cube já são console velhos, não tem 20 anos, mas são velhos sim e devem ser considerados (tem até emuladores pô!). Seria interessante abordar estes consoles devagar, sem tirar espaço dos outros. Lembrando que o PS4 está na esquina…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 10:06 pm
    Permalink

    Ainda é cedo. Ainda são lançados jogos pra PS2 (exemplo: Winning Eleven). Alguns clássicos parecem muito recentes… God of War 2 é de 2007… se abrisse espaço a essa geração, jogos como ele deveriam ser abordados, fazendo o site perde um pouco do diferencial. Quando venho aqui, quero ler justamente sobre o N64 pra trás, não sobre Gamecube, PS2 e Xbox.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 10:18 pm
    Permalink

    para falar a verdade se aparecer 6 geração aqui,,,nem sei se vou querer escrever algo ou dar sugestão!!!!não me sinto bem em falar desses consoles modernos e da atualidade!!!!ps2 para cima…não acho legal!!!!!!!então, não acho legal ficar comentando sobre esses video games da geração atual!!!prefiro falar dos jogos pc atuais do que os de video game!!!!Quem sabe daqui uns 10 anos vcs voltam a pensar e depois mais 10 anos para colocar alguma coisa,,,,até lá,,,não sei, sou apenas um entre muitos!!!gosto muito de vim aqui e escrever comentários,,,aqui é legal e bastante eloqüente em quesito game 8 e 16 bits,,,quase não penso em jogos de 32 bits, essa é a verdade,,,hoje mesmo tava jogando adventure island 2,,,joguinho longo,,,e faz tempo que não jogo algo de 32 bits,,,valeu geração coca-cola!!!!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 10:21 pm
    Permalink

    acho que abordando esses consoles desta geraçao periga do blog virar um blog de video games e nao um blog de video games velhos.
    acho que quem é a favor deve ser o pessoal mais novo.
    ja fizeram uma enquete pra ver a faixa etaria do publico do blog? seria uma boa

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 10:23 pm
    Permalink

    Fiquei bem em dúvida, uma por cosiderar a sexta geração ainda meio recente, e a outra justamente por que como disseram…acho que mal falam da quinta que teve ótimos games e daria grandes posts…seria tosco pular logo pra sexta…PORÉM acabei votando em “sim”, por quê acho que a sexta geração teve alguns games com conteúdo legal pra galera retrô, por exemplo Viewtiful Joe…se escolhessem estes games seria uma leitura agradável pois seriam games que ainda tem aquela atmosfera retrô.
    Mas se começasse a pipocar reviews e matérias sobre God of War e variantes…realmente seria terrivel!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 10:48 pm
    Permalink

    Por mais que eu tenha vivido toda a “geração playstation” eu NÃO gostaria que os consoles da sexta geração fossem abordados, o blog ia perder todo o charme pixelizado que tem!
    O blog é perfeito do jeito que é, só façam coisas da sexta geração depois que já tiverem virado todas as outras do avesso.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 03/04/2012 em 11:03 pm
    Permalink

    Interessante a enquete. Considerando que o Playstation 2 é o principal representante da 6a geração, eu diria que comentários de seus jogos fossem feitos de uma forma mais esporádica para preservar a característica do blog. Minha sugestão é que os jogos alvos sejam aqueles que foram feitos em decorrência do sucessos dos seus antecessores, ou seja, as continuações daqueles que gostamos de discutir aqui, como por exemplo: final fantasy, dragon quest, wild arms, Ys, phantasy star, shinning force, suikoden, shin megami tensei, xenosaga, street fighter, mortal kombat, tenchu, metal gear, etc… pois estes renderiam um bom debate acerca das comparações entre os velhos e os “não-tão-novos-assim”; e claro, desde que os jogos antecessores já tenham sido comentados antes 😉

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 3:53 am
    Permalink

    Sexta geração é modernaça, nem desbravei ela, o que joguei foi na casa de um amigo, talvez um dia eu compre o ps2 pra jogar os grandes clássicos, mas to achando que essa vai ser uma geração perdida pra mim, a não ser é claro, que eu lá nos 40 anos de idade e se tiver tempo, gordura pra queimar em relação a dinheiro, poderia fazer isso, do contrário o GTA:SA e mais uns pouquinhos jogos já serviram

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 7:17 am
    Permalink

    é que o pessoal do Site fala do Psx,Saturn e N64 como um meteorito, raramente aparece e tem uma pancada de game que quase ninguém jogou ou que a galera quer um review daqueles, no meu caso os games Persona Revelations, Persona 2 Innocent Sin e Persona 2 Eternal Punisment(SMT NA VEIA!! 🙂 ) e agora a geração 128 Bits?

    talvez quando o PS4 já estiver nas ultimas(e olha que vai demorar MUITO para isso ocorrer) talvez dê para voltar com essa ideia, mas até lá. 32 a 64 bits de limite está de bom tamanho

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 8:00 am
    Permalink

    Adoro ler as opiniões de vocês sobre essas coisas…

    Como o Breder disse aí em cima, não pretendo falar da sexta geração por aqui tão cedo, especialmente porque, como disse muito bem o Ronaldo no primeiro comentário, mal falamos da quinta. Tenho muita coisa para postar ainda sobre Saturn e Playstation… tive um PSX e joguei muita coisa bacana nele, mas até hoje mal toquei no console aqui no blog.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 8:21 am
    Permalink

    Cara, na boa, não. Estamos no Brasil, e uma grande parcela da população gamer (eu incluso) joga PS2 atualmente. E sinceramente, as palavras “old” e “retrô” definitivamente não combinam com PS2 e X-Box, a menos que você seja um daqueles japoneses fanáticos que já estejam na fila para comprar o PS4.

    Bem, é isso. Assim como o Orakio, eu também curto muito as opiniões do pessoal aqui. Sem trolls, sem flood, comentários sempre relevantes. Viva a comunidade retrogamer!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 10:31 am
    Permalink

    Também acho cedo.

    O PS2 ainda é fabricado e jogos ainda são lançados. Poucos, mas são.

    Vá lá que existam alguns jogos já com mais de 10 anos que foram lançados, tipo o Silent Hill 2 e o Devil May Cry… São jogos clássicos, mas, retrô, não.

    Daqui a uns 5 anos, quem sabe…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 11:51 am
    Permalink

    Se vocês quiserem falar, que falem. Recomendo por enquanto só falar dos primeiros anos do console, pois são os mais nostálgicos, e depois daqui a alguns anos começar a falar de mais do fim do console.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 12:01 pm
    Permalink

    @Orakio Rob, “O Gagá”

    Hwa hwa hwa, corromper foi ótimo. Claro que eu sei sobre seus escritos de GameCube no Cosmic Effect, sempre que posso comento lá ué. Mas é um console que ficou meio no limbo, as vezes tenho a impressão que só eu tenho um e escrevo sobre, então quanto mais lugares melhor. Inclusive sempre quando vejo alguém alegando que a Nintendo vai afundar por ter hardware inferior eu lembro do Cubo com seu hardware fodão e abandonado pela maioria.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 12:25 pm
    Permalink

    Votei sim. Por mim falaria de boa do PS2, Xbox, Game Cube e do Dream Cast aqui sim, pois já são consoles antigos. O meu PS3 já tá antigo!!! (já tem quase seis anos nas costas, foi fabricado em 2006).

    Desses, só o PS2 está, digamos, “na ativa”. O Cube já era e do Xbox ninguém se lembra. O Dream Cast já nasceu morto. 🙂 🙂 🙂

    Falow! 🙂

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 12:42 pm
    Permalink

    A geração não pode ser abordada ainda por um simples motivo: este jogos NÂO são retrô. Ainda estão à venda em muitos lugares, e a maioria das crianças de famílias de baixa renda ainda utilizam o Play 2. Além disso, não me venham com a baboseira de acreditar que geração é definida por poderio técnológico. Geração é estilo. Os games de Play 2 e de Play 3 são comparaváveis, mas os de Play 1 são de uma visão que ficou para trás. Estes dois fatores (indisponibilidade + estrutura antiquada) é que fazem algo ser retrô.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 5:26 pm
    Permalink

    mas se for pra falar, que seja somente de Dreamcast e GameCube,
    o que mais vi foi ps2 e xbox era praticamente a mesma coisa, e ainda hoje são.

    seria legal acabar com os multiplataforma inclusive, pensando nisso, diferenciar de uma vez esses consoles, porque se é pra fazer tudo igual que façam tudo pra pc, que daí todos jogam, escolhem se quer jogar de mouse/teclado ou joystick

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 8:19 pm
    Permalink

    acredito que não. antes dá pra focar nos arcades, que são meio que atemporais, e até sua influência começa a decair justamente na transição entre a 5ª e 6ª geração (quando a capacidade gráfica dos consoles começa a se nivelar realmente com os arcades).

    falar de um jogo ou outro de ps2 (no começo da geração) não penso que seja problema. mas é fato que a geração passada foi longa demais, e por isso não parece nada distante. acredito que o timing mais próximo é esperar pelos primeiros dois anos da 8ª geração (desenhando: esta com x720 e ps4, só para o caso de eu ter errado a conta). aí poderemos dizer que ps2 é realmente peça de museu. ainda há ps2 novos à venda. não faz nem dois anos que saiu o último jogo comercial pra ele.

    mas eu acho que já seja plenamente possível falar do dreamcast. a vida comercial dele terminou quando? 2002? já seriam 10 anos.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 04/04/2012 em 8:44 pm
    Permalink

    Na boa, não consigo medir um game pela idade como tanta gente tá fazendo aqui. Acho Mass Effect tão do cachorro quanto o Starflight, assim como acho que Street Fighter 2 tão divertido quanto o IV. Só mudaram os gráficos e adicionaram um negócinhos ou outros. Na essência é o mesmo games de 20 anos atrás. Gráfico é perfumaria! Muito legal mas enfim não é tudo. Se pegar um Zork da vida é diversão garantida só com texto! Pong, botão, totó, o que for, jogo é jogo!

    Eu acho bacana a direção que o Gagá dá ao blog (puxa-saco detected! :P), que é falar dos games antigos que fizeram parte da infância de muita raposa velha aqui. Na verdade quando visito o blog, o que eu vejo não são análises de games, mas são lembranças de uma época inocente da minha vida. Essas análises só fazem trazer essa nostalgia toda de volta.

    Quer falar de games de PS2, dou o maior apoio, tem muita coisa legal com gancho retrô. Aliás, retrô é só um termo muito em voga ultimamente, já falei que jogo não tem idade… MAS, manter essa direção de dar ênfase ao que realmente ficou no passado bem distante. Sim o blog deve evoluir, crescer, inovar, mas sem perder a essência que é falar de games com cheiro de naftalina ou que tenhamos que soprar antes de jogar. 😀

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 05/04/2012 em 11:20 pm
    Permalink

    Acho que, mesmo daqui a 10 anos, esses consoles ainda não vão poder ser considerados “retrô”. Não tem a ver com “já faz tempo que a indústria parou de produzir” ou “já estão obsoletos”, porque tudo que a indústria produzir vai se tornar obsoleto. A questão aqui não é o obsoleto, mas uma tradição de videogame, uma maneira de jogar e fazer jogos que é diferente. O próprio Playstation como um videogame retrô pode ser questionado, já que ele introduz ou estabelece definitivamente algumas coisas do videogame moderno (predominância do 3D, jogos megalomaníacos, o CD, vídeos nos jogos). Tem uma puta diferença entre os 8 e 16 bits e essa primeira geração do Playstation/N64/Sega Saturno, e eu acho que eles só devem ser considerados porque são uma geração transitória e ainda mantém muita coisa dos clássicos (com clássicos eu falo de 8 e 16 bits, anos 70, 80 e 90). A partir deles, a coisa é diferente.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 05/04/2012 em 11:34 pm
    Permalink

    Não se deve falar na sexta geração.Pelo menos não pelos próximos 4 anos.

    Ainda tem muita,mas muita coisa a ser debatida e discutida sobre Nintendo 64/Sega Saturn/Playstation e até mesmo o saudoso 3DO.

    Se for pra ouvir algo a respeito dessa geração,em minha humilde opinião,deve-se abrir exceção apenas para o Sega Dreamcast que esse sim é simbólico e o último dos consoles retrô.

    Falar de PS2/Xbox e Game Cube basta ir no google que tem dezenas de sites onde os comentários são desprovidos de intelecto e onde os “fraudinhas” acham que jogos de ps2 são os maiores e insuperáveis clássicos de todos os tempos.

    Não dá pra engolir esses tipos de comentários….não aqui no Gagagames

    Um abraço.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *