Magical Tree (MSX): a Árvore Mágica da Konami

Magical Tree (MSX): a Árvore Mágica da Konami

Todo fã da Konami tem os títulos famosos da empresa na ponta da língua: Gradius, Contra, Castlevania… mas quem lembra de Árvore Mágica?

Este obscuro joguinho foi desenvolvido em 1984 para os computadores da linha MSX, mas aparentemente foi lançado em 1985. Como os fãs mais dedicados da Konami já devem estar carecas de saber, a carreira de sucesso da empresa começou mesmo no MSX, onde ela já chutava todas as bundas do universo com títulos muito superiores aos de todo mundo.

Academia Gamer: Os Quatro Amores – Caridade (parte 05 de 05)

“Para quem quer fazer exercícios de reflexão”

 

Olá crianças!

Hoje é o último post dessa série especial do mês de Junho. Gostei bastante de revisitar o livro do C. S. Lewis e tentar fazer aproximações com games. É um exercício interessante e, acredito, serviu para a proposta da coluna que é discutir. É o mais rico dele por recuperar tudo que foi trabalhado antes e trazer uma série de reflexões novas e instigar seus leitores a agir (afinal, não basta “sentir” o amor). Tenho ciência de tudo aquilo que não falarei, mas saibam que o fiz unicamente para economizar espaço. Recomendo a leitura do livro, se quiserem maiores detalhes. Mas chega de enrolação e vamos lá!

Retro-rápidas 24/06/2011

Ontem (23) Sonic fez 20 anos! Confira o RetroCast Especial de aniversário do ouriço no @Retroplayers http://t.co/EhjKA1f #
“Caixão” com 19 CDs e um DVD para os fãs das músicas da série Mana: http://t.co/qiBpj8f via @h4douken #
Em entrevista ao @meioorc, o Gagá fala sobre seus ídolos gamers e ensina a fazer um bolo de queijo gelado delicioso: http://t.co/RXjtAOb #
Todos os jogos da Interplay no @GOGcom estão com 50% de desconto! http://t.co/ri3toD3 Fallout, MDK, Giants… imperdível! #

R-Type: um balé espacial no Turbografx-16

Vamos combinar um negócio: jogo de nave é difícil por natureza. É raro pintar um joguinho de nave que a gente consiga terminar relaxado, num fim de semana, não é não? E a graça do jogo de nave está mesmo em tentar outra vez… e outra… e outra…

Tá bom, até aí tudo bem. Mas mesmo tendo isso bem definido na sua cachola, R-Type é um jogo pauleira. Rock n’ roll mesmo. E se você já penava com a ótima adaptação do jogo para o Master System, vai penar ainda mais com esta aqui, que tem uma pegada mais rápida, menos espaço na tela e sprites maiores. É, meu amigo, o que era complicado ficou quase impossível!