Olá retrocriançada! Novamente estamos aqui para mais um capítulo da nossa instigante cruzada. Apertem os cintos e cruzem os dedos!

I-War

Antes da Apple de Steve Jobs colocar o I na frente do nome de seus produtos, a Atari apresentava ao mundo I-War, mais um shooter poligonal de gosto duvidoso. Para começar, no jogo não há texturas, os gráficos são praticamente polígonos com cores sólidas. Tudo aqui é quadrado e mal desenhado.  Em visão de primeira pessoa, este game não é nem resquício do que foi Descent de PC.

Aqui tudo é lento, massante e repetitivo. Os controles não são bons e a jogabilidade é irritante. O som é um techno amuado e os efeitos sonoros são toscos. Como diria Boris Casoy, “isto é uma vergonha!”

International Sensible Soccer

Ao ver as imagens acima, o caro leitor pode pensar em se tratar de mais um game porco para o Atari Jaguar. Sim, este jogo tem gráficos feios, os jogadores mais perecem pinos, são totalmente desproporcionais ao campo e em nada lembra um trabalho de qualidade. O som é igualmente ruim.

Porém como se trata do Jaguar, quem está acompanhando a cruzada já percebeu que um dos grandes problemas da maioria dos jogos é o gameplay. Deixando a tosquidão dos gráficos de lado, International Sensible Soccer tem uma jogabilidade muito boa. Fácil, rápido, intuitivo e com os controles respondendo bem, este game lembra os melhores jogos de arcade como Super Sidekicks de Neo Geo, o que garante a diversão. Junte 64 equipes, muitas opções de campeonatos, torneios e variações climáticas e teremos aqui um bom jogo de futebol. Claro, se você não ligar para gráficos e som.

Iron Soldier

Lembro das antigas revistas de video game falando bem deste jogo. Eu na época tinha um Jaguar e este cartucho, e achava ruim. Hoje, jogando no emulador, continuo achando ruim.

Pegue Mech Warriors de PC, amasse, cuspa, chute, pise e teremos Iron Soldier. Aqui você controla um mech em uma cidade cujos prédios são blocos sólidos feitos de polígonos. Seus inimigos são tanques, helicópteros e outros mechs, igualmente quadrados, feios, sem texturas e mal animados. Com 16 missões que consistem em destruir inimigos e estruturas, Iron Soldier é bem mediocre. Com som ruim e controles idem, este jogo destina-se àqueles que não possuem amor próprio.

Iron Soldier II

Aqui eu não tenho muito a dizer. O certo seria eu copiar e colar a resenha de Iron Soldier e falar que Iron Soldier II apenas acrescentou texturas nos prédios que agora já não se parecem mais com blocos cinzas. Também foram adicionados uma roupagem nova nos inimigos e no cenário de fundo. E só. Nada que valha a pena.

Iron Soldier II (CD version)

Esta versão para Jaguar CD é exatamente igual à sua similar em cartucho. A única adição aqui são cenas sofríveis de FMV. Você compraria um Jaguar CD e pagaria mais caro nessa versão só por causa das cinematics que não possuem nenhuma qualidade?

Kasumi Ninja

O pessoal da Handmade SW tentou recriar a fórmula usada em Mortal Kombat sem nenhum sucesso.

Começando pelos gráficos de qualidade mediana, vemos cenários nada inspirados e a digitalização dos atores parece ter sido feita em um equipamento barato, tamanha a falta de qualidade. Ok, aqui tem muito sangue e violência, mas isso não salva o jogo. A jogabilidade é horrivel, os golpes especiais se utilizam de sequências longas e esquisitas, e enquanto você tenta executá-las, a CPU te enfia a porrada. Mas o pior fica no som. Além de musicas fracas, os efeitos sonoros não estão em sincronia com o que é mostrado na tela! O som do soco só aparece depois que o lutador já recolheu o braço. Impressionante!

Missile Command 3D

Assim como acontece com o cartucho Defender 2000, Missile Command 3D é um “3 in 1” que contem estas versões: Original, 3D e Virtual.

A primeira versão é uma quase-réplica da versão original de arcade. Eu disse quase-réplica porque, apesar de ser bem semelhante, não é o jogo de arcade, pois rolaram uns “upgrades”. Aqui é fundo preto com gráficos chapados em cores primárias. O som é aquele chiado tradicional do Atari 2600 e o controle é simples, porém a movimentação do cursor é um pouco dura, estragando o gameplay.

A segunda verão, a 3D é a recriação da primeira versão usando gráficos poligonais fazendo um falso 2D. Aqui a jogabilidade é mais difícil. Pra começar, suas cidades estão espaçadas entre si e como o cenário inteiro pega praticamente três telas, você deve ficar constantemente de olho no radar pra evitar que uma de suas cidades vire fumaça. O cursor continua impreciso e lento. Há uma musiquinha chata e efeitos sonoros irritantes.

A terceira versão, a Virtual é a mais “interessante” das três. Aqui você defende uma cidade submarina num cenário 3D com raios em vez de projéteis e a abrangência de tela é maior, permitindo que você veja o que está acontecendo. O controle é confuso, pois você deve ficar constantemente alternando entre três canhões. A música e efeitos são pobres, os gráficos são texturizados, mas não são nenhum primor.

Myst

Talvez a única razão para alguém ter comprado na época um Jaguar CD seja Myst, o melhor jogo em CD para a plataforma.

Com gráficos semelhantes aos da versão original para PC, Myst é um daqueles jogos que você não consegue explicar o porquê de gostar. As imagens são fabulosas, porém estáticas. Os efeitos sonoros são excelentes e a jogabilidade é idêntica à do original. Este jogo é o mais parado da história dos jogos eletrônicos! Os quebras-cabeças são desafiadores e não temos muitas dicas para resolvê-los. Myst é o único game que presta pro Jaguar CD. Bem, isso se você gostar deste estilo.

Vamos ficando por aqui. Até a próxima etapa desta cruzada!

Cruzada Jaguar: Quem vê gráficos não vê diversão?
Tags:

19 ideias sobre “Cruzada Jaguar: Quem vê gráficos não vê diversão?

  • 08/08/2011 em 9:44 am
    Permalink

    Realmente a má qualidade gráfica parece ser uma constante.

    PS: Adorava o Sensible Soccer, quando surgiu a versão em que se podia transferir jogadores então pensei que tinha chegado ao céu.

    Nunca na vida imaginaria que os jogos de futebol (e não só) chegaram onde chegaram hoje.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 10:03 am
    Permalink

    *Pegue Mech Warriors de PC, amasse, cuspa, chute, pise e teremos Iron Soldier.
    ahAHASHASHAHSHASHS
    foda acho q vou experimentar esse Kasumi Ninja eu tenho uma quest de tentar conhecer o maximo possivel de jogos de luta ^^

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 1:22 pm
    Permalink

    Olha o Piga pagando seus pecados novamente… Na vdd, passei aqui mais pra perguntar pra vc Piga (ou alguém q já consegui): por q diabos o emulador Jagulator não roda nenhum jogo do Jaguar e ainda dá um erro de “boot”? Coloquei até o caminho dele naquele arquivo de config dele e nda do bixo rodar… Alguém sabe alguma solução pra isso (o PT é meio lerdo aqui no meu notebook).

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 1:33 pm
    Permalink

    @Erik Serra
    Primeiramente verifique se você está usando a última versão do Jagulator e se o jogo em questão está nessa lista de copatibilidade:

    http://www.jagulator.com/status.html

    Outra coisa: Além de 1GB de RAM, o Jagulator precisa de um boa Placa de video (ATI/NVIDIA/GFORCE) e um processador com suporte a intruções SSE2. Processadores que não possuem SSE2 são incompatíveis com o emulador.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 4:32 pm
    Permalink

    esse I War me pareceu um Twisted Metal ruim pra caramba. testei ele aqui e me lembrei logo desse jogo. se bem que Twisted Metal era Fodástico, ao contrário dessa m!@!#.

    esse Iron Soldier não pegou aqui em casa, então não posso dar a minha opnião. Kasumi ninja foi outro que também falhou aqui e graças aos deuses Retrô dos gamers não joguei. esse game está entre um dos piores games de luta da história. dêem uma conferida no youtube para ver e crer. esse missile command vou testar ele. e Myst… EU ADORO MYST!! eu curtia esse tipo de game investigativo quando era bem moleque, mas não tinha cabeça para jogar ele. mas gostava de ver na locadora os caras mais velhos jogarem e tentarem decifrar os enigmas. só não vou baixa-lo no Jaguar porque eu já tenho aqui baixado no emulador do SATURN e no NDS.^^ MYST RULES MAN!!

    @Erik Serra
    é verdade Serra. para emular um console ruim desse precisa de uma placa de vídeo muito boa pra rodar(que ironia,não?) mas entendo seu interesse pelo Jaguar. também estou gostando de descobrir pérolas entre as porcarias do console.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 4:55 pm
    Permalink

    Quando você escreveu sobre “I-War”, isso me trouxe a memória o game “StarFox” para SNES…

    Juro que gostava de “StarFox”, mas vou lhe dizer que o mesmo não era lá a sétima maravilha do mundo, mas estava eu lá jogando sem parar, hehehe…

    Ótimo post, Obrigado. =03

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 5:05 pm
    Permalink

    Xará vou te dizer uma coisa… eu já sabia que havia muita coisa ruim no Jaguar, por conta do que eu já li sobre o console pela net afora. Agora não imaginava que seus games tinham uma falta de qualidade técnica tão grande! Que gráficos mais horrendos tem os games I-War e Iron Soldier! PQP!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 5:14 pm
    Permalink

    Iron Soldier foi um dos primeiros cartuchos (de Jaguar) que comprei quando comecei a colecionar. Comprei lacrado e tudo mais… eu consigo gostar dele, apesar de ser extremamente ruim de controlar. Isso porque ele me lembra Abrams Battle Tank do Mega Drive e eu curtia muito (curto) os gráficos 3D quase que somente com vetores. Mas realmente… é duro de gostar! 😛

    Ou seja: não possuo amor próprio mesmo! 😀

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 9:46 pm
    Permalink

    Sensible Soccer realmente é um bom jogo, embora tenha passado praticamente despercebido na terra brasilis nos tempos clássicos.

    Se tivessem lançado a versão World of Soccer, que tem modo carreira e mais de 2000 times reais do mundo todo com todos os jogadores da época, pro Jaguar, poderia até valer a compra do console.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 10:36 pm
    Permalink

    Lembro de uma vez conversando com o UCOLECIONADOR (Diego Powerblack), onde ele me dizia que não existia video game ruim, o que é ruim são os jogos feitos para o video game, repliquei dizendo “Pode até ser, mas lembre-se que existe Atari Jaguar”. Ele riu.

    Mas caramba, como esse troço é ruim mesmo! Pensarei um bocado de vezes antes de comprar um Jaguar para mim.

    Aproveitando, estou fazendo uma Cruzada no meu blog também, a Cruzada 32X, quem quiser conferir: http://memoriasdeumlobodemadeira.blogspot.com/2011/08/cruzada-32x-estamos-so-no-comeco.html

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 08/08/2011 em 11:58 pm
    Permalink

    @Lobim
    me interessei muito numa cruzada no 32x, Lobim. não pude comentar no post do seu blog,mas me intessei e vou baixar o emulador dele e alguns jogos para eu descobrir e quem sabe futuramente eu destrinchar algum.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 09/08/2011 em 8:49 am
    Permalink

    @Pedro @ Quero Jogar
    Eu não sei quais são os pormenores sobre o desenvolvimento do Jaguar, porém o pouco que eu lí varia entre a dificuldade de se programar e de o hardware ser fraco. Eu acredito que que não houve uma equipe talentosa de verdade.

    @Tonshinden
    Vai que é tua! 🙂

    @Jorge Chernicharo
    De bizarrice viveu a Atari. O Jaguar é só o ápice! 🙂

    @Daniel Paes Cuter
    @Rafa Malaman
    A do Jaguar só vale pela jogabilidade, pois como eu disse na resenha, os gráficos e o som são uma bosta.

    @leandro(leon belmont) alves
    Legal você estar conseguindo emular o Jaguar e sentir “na pele” o drama que é, heheheheheh.

    @Unknownuser2
    Star Fox pode parecer datado hoje, mais eu fiquei boquiaberto quando ví pela primeira vez. Eu tive ele e joguei muito. É um jogo muito bom, gostoso de jogar e com uma dificuldade boa. I-War não chega nem na micose da unha do Star Fox.

    @André Breder
    Quando você puder, lê os capítulos anteriores da cruzada pra você ter um “panorama” da coisa. 🙂 Valeu.

    @Eric Fraga
    Como proprietário do Super Console, realmente não podera faltar um Atari Jaguar. Vale pela curiosidade, mas dúvido que você perca muito do seu tempo se dedicando ao 64bits da Atari. Deve ser um dos quais você menos joga.

    @helisonbsb
    O Jaguar? Na minha humilde opinião, o Jaguar já nasceu morto. Ele possuía todos os requisitos para ser um grande fail, e foi o que realmente ocorreu.

    @Lobim
    O Jaguar só vale se você for colecionador e quiser ter todos os consoles, pois pra diversão não vale a pena. E pra agravar, tudo nele é caro. Aliás, virou moda inflacionar os preços. Tem gente no mercado livre vendendo Atari 2600 todo modificado, sem caixa, com controles alternativos e sem jogo por R$ 350,00. E o pior de tudo é que tem gente comprando.

    Desculpe os colecionadores, mas videogame não é investimento. Videogame não é uma jóia ou um imóvel. Tem gente que quer ganhar em cima de algo fabricado a 20 anos atrás e que se depreciou com o tempo. Por isso eu digo aos amigos quequerem colecionar: Deêm valor ao dinheiro suado de vocês, pois vocês podem ter certesa que um dia, pode ser amanhã ou daqui a 500 anos, todos os consoles e jogos antigos irão pifar de forma inrrecuperável. A pior sensação de quem coleciona é pagar caríssimo naquele item raríssimo e quando ele dá defeito se descobre que é impossível consertar.

    Desculpe o desabafo galera e valeu pelos coments.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 09/08/2011 em 10:01 am
    Permalink

    Piga você conseguiu falar uma verdade irrefutável, a duração dos consoles.
    Quem modifica eles tem um prejuízo maior pois fica sem o game por causa de tentar alterantivas diferentes do original.

    Eu mesmo estou sentindo na pele pessoas que vendem por exemplo um Resident Evil de PSX por mais de 2000 reais e para mim isso é doidera meu.

    Já peguei o meu japa travado, tijolão, e não pretendo destravar para durar um pouco mais e já providenciarei um leitor só para prorrogar a jogatina por mais alguns anos.O ruim foi o Sega Satrun que ganhei que não encontro a unidade ótica do aparelhoe já tiveram a coragem de me cobrar 200 pelo leitor e isso revolta pois deveria ser mais barato.

    Quem gosta e tem condições nada contra só que tem tanta coisa pra fazer com dinheiro que fica dificil.

    Sobre o Jaguar infelizmente é caro mesmo, e ruimde jogar o que é pior, aposto que no Super Console ele fica lá esquecido pois tem outros muito melhores para jogar.

    O myst eu fui um dos que conseguiu fechar e saber o que rolava atras da história dos irmão Sirrus e Achenar, um jogo excelente, soberbo.
    Pena que suas continuações não tem o brilho do primeiro (sendo que muitos outros jogos também sofrem de o primeiro ser melhor que os posteriores, vide série God Of War, Devil May Cry entre tantos na minha sincera e humilde opinião).

    É isso

    Ulisses Old Gamer 78

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 09/08/2011 em 6:24 pm
    Permalink

    Ô véio, se não me engano, esse I-War foi o 1º game a usar poligonos sombreados da história. De resto, você está SOFRENDO CARA!!! Eu percebo a sua dor!! isso é DORGAS MANO!!!

    kkkkkkkkkkkkkkkk

    Tá loco véio, quanto jogo ruim! Não sei como você aguenta véio gagá XD

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 10/08/2011 em 9:18 am
    Permalink

    @Sabat
    Tá vendo o que acontece com uma pessoa que ganha um 3DO de graça? Fica maluco!!! 🙂

    Eu é que estou sofrendo! O Gagá só ganha pesentes, leva o crédito e me paga aquele salário de fome!

    Vou começar a mindingar também. Quem tiver jogo de PS3 completos e queira me doar, estou aceitando 🙂

    Falow!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 10/08/2011 em 10:05 pm
    Permalink

    Esses reviews do Jaguar me motivaram a fazer um também… mas do Zeebo!
    Sim, meus amigos! Eu sou um dos “12 felizes” usuários deste “fabuloso” console… que eu “sempre jogo” nos intervalos de meu Mega Drive (só que eu não largo nem paro de jogar meu 16 Bits de Sega por nada!).

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *