banner-psg1

Matar um cientista maluco, arranjar um batia rifle e tirar um robô moderníssimo de uma pilha de lixo num dia só não é para qualquer um não… confira no diário de bordo Phantasy Star Generation:1!

Como eu disse na edição passada, salvar o vendedor motaviano preso na caverna Bortevo fez toda a diferença do mundo. Quando voltamos a Abion, um dos moradores que antes ficava de boca fechada soltou algumas informações sobre o dr. Mad. Ele conta que o homem vive mesmo no laboratório ali no meio da cidade. Aí, quando a gente investiga o tal bueiro que eu mencionei semana passada, o grupo desce por ele e ganha a passagem subterrânea que leva ao laboratório.

ps1-drmadpsg1-drmad

No jogo original, dr. Mad parecia um lutador de luta-livre. Agora, parece um… um… bom, não sei com o que ele parece, mas ficou legal mesmo assim.

Dr. Mad está lá parado, com um frasco em mãos. Quando o grupo chega ele já sai mandando aquele papo de que a turma deu azar, e que ele vai matar geral. No jogo original, Mad pergunta se pode dar uma olhadinha em Myau, e se você disser que sim ele mata o gato. Aqui não: ele diz que é curioso um gato desses aparecer por ali e oferece uma noz a ele. Myau fica meio que hipnotizado pelo aroma e morde a isca, desmaiando na hora. Mad diz que foi enviado por Lassic especialmente para cuidar dos quatro, que já são bandidos procurados, e começa a briga, sem Myau.

psg1-20100403-105322

Saca aquele brinquedo que é uma luva de boxe, e quando você junta as extremidades a luva vai para frente e acerta um soco? O ataque original do dr. Mad era mais ou menos assim. A luva saía do cinto do homem e ficava até um lance meio pornográfico (*ô mente poluída a do Gagá*). Aqui não, ele tem é um braço esquisitoide mesmo, que estica para atacar. Mas o pior ataque é quando Mad derrama o conteúdo do frasco que segura sobre os aventureiros, envenenando os três. Como ele repete esse ataque direto, eu nem me incomodei em curar ninguém, e antes que algum herói morresse o dr. Mad já tinha empacotado.

Com o fim de Mad as lojas abrem, e a gente pode, enfim, comprar o polymeteral aqui em Abion. Aliás, vamos à lista de itens de Abion:

マジックステッキ, Magic Stick Flare, 4650 mesetas
クレイモア, Claymore, Espada Claymore 6400 mesetas
チェインメイル, Chain Mail, Cota de Malha, 5230 mesetas

ルオギニン, Ruoginin, Monomate, 150 mesetas
トリメイト, Trimate, Trimate, 300 mesetas
ソルアトマイザー, Sol Atomizer, 250 mesetas
ポリメテラール, Polymetryl, Polymeteral, 5800 mesetas

O Magic Stick Flare é uma arma melhorzinha para Noah. A Claymore é para o Odin, mas estou curtindo a pistolinha e vou manter. Ainda não escolhi a tradução do Magic Stick Flare e a do Sol Atomizer, vou pensar nisso depois.

psg1-20100403-111533

O slicer de Noah em ação. Sei não, muito fraquinho, vou manter o Magic Stick Flare.

Comprado o Polymeteral, é hora de voltar a Bortevo para achar o Hapsby. No caminho passamos por Loar, e as lojas lá também estão abertas agora:

スライサー, Slicer, 1520 mesetas
ワイルドクロース, Wild Clothes, 4100 mesetas
プラズマバリア, Plasma Barrier, Barreira de plasma, 2200 mesetas
レザーグラブ, Leather Glove, 3100 mesetas

ルオギニン, Ruoginin, Monomate, 150 mesetas
トリメイト, Trimate, Trimate, 300 mesetas
アンテイドート, Antidote, Antídoto, 30 mesetas
アンテイパラライズ, Anti Paralyze, Antiparalisia, 40 mesetas
ソルアトマイザー, Sol Atomizer, 250 mesetas
サーチライト, Flash, Lanterna, 80 mesetas

Acho que “Wild Clothes” é o equivalente à “Pele” do jogo original, assim como “Leather Glove” seria a “Garra”, ambos itens para Myau, que até agora estava “pelado”, mas vou esperar antes de traduzir para ver se há outros itens relacionados. É bom comprar os dois. O Slicer é uma arma para Noah que acerta todos os inimigos em combate, mas é fraquinha… não acho que valha a pena. E traduzir slicer é uma dureza, é tipo um bumerangue com lâminas. Aceito sugestões.

psg1-20100403-112835

Atravessando a caverna Bortevo eu me perdi por alguns instantes e topei com um baú com um Rifle para o Odin! É ainda melhor do que a pistolinha, equipei na hora!

Em Bortevo, entre logo na primeira casa e analise o lixão. Alis vai usar o Polymeteral automaticamente e encontrar Hapsby. O robô é simpático e topa na hora ajudar o grupo. Agora é só voltarmos a Gothic para pegar nossa nave particular! Mas só na semana que vem… nos vemos lá!

Diário de bordo Phantasy Star Generation:1, 05/04/2010

14 thoughts on “Diário de bordo Phantasy Star Generation:1, 05/04/2010

  • 07/04/2010 at 4:34 am
    Permalink

    Perfeito, cara. Acompanho seus trabalhos há algum tempo, mas nunca havia postado aqui. Recentemente encomendei a Old Gamer, e a matéria tá sensacional, eu acabei de ler (atrasado, mas antes tarde do que nunca), não podia não fazer um elogio. O Mad realmente ficou legal, mas eu prefiro o original… Cara, com 10 anos ele me dava medo.

    Qto as traduções…
    Na falta de um termo melhor, eu sugiro que você opte por fatiador mesmo… Triturador é algo totalmente diferente, não acho que seria legal esse tipo de alteração…
    Talvez fosse legal se inspirar em armas semelhantes, como o Chakram. Já deram esse nome há armas semelhantes a bumerangues c/ lâminas em outros jogos, como Secret of Mana por exemplo. Não sei se existe um nome específico para o tipo de bumerangue que é aquele c/ lâminas.

    Espero ter ajudado, abraços e parabéns mais uma vez por esse excelentíssimo serviço prestado a comunidade fã dessa série maravilhosa! 🙂

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 24/04/2010 at 11:51 pm
    Permalink

    Só relatar uma errata no post do Gagá: As lojas em Loar, diferente das de Abion, nunca estiveram fechadas. Estou em Loar agora, nem passei em Abion e já comprei a “Leather Gloves”.

    O texto dá a entender que as lojas de Loar também estavam fechadas e foram abertas com a derrota do Dr. Mad.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/04/2010 at 12:12 am
    Permalink

    DICA para quem quer “upar” e fazer dinheiro rápido nesta fase do jogo:

    – Quando atingir Loar, restaure o grupo no hospital e, ao invés de dirigir-se imediamente à Abion, vá para esquerda e enfrente os monstros do litoral oeste: Naquele ponto, são Fishmen e Big Clubs aos montes – geralmente de 3 a 5 por vez. Use a magia de RAIO do Noah que todos são mortos logo no 1o. turno.. perto o suficiente da cidade (você sempre pode voltar e restaurar-se) e são XPs e dinheiro feitos rapidamente.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 16/10/2010 at 2:40 pm
    Permalink

    Tem uma dica aqui pra matar o Dr. Mad imediatamente. Não que seja muito necessário se chegar nesse ponto com um nível razoável, mas enfim. Na caverna que leva ao laboratório dele, tem dois baús com armadilhas de bomba mas um bom dinheiro (um com 10 mil e outro com 15 mil mesetas).

    Depois é usar a magia de Alis para voltar para cidade (que, diferente do master, aqui vc pode escolher pra que cidade no mesmo planeta vc quer ir, e não vai para outro planeta), e ir pra Camineet. Lá compra um cristal de fogo (フレエリ) e um cristal de cura (ヒール), total 12500 mst, equipa os dois em Alis, e volta para Abion. Os dois cristais juntos ativam o combo ファイヤーウォール (Fire Wall). Na hora da luta é só usar o Collabo de Alis e usar o Fire Wall em Dr. Mad, que morre de primeira.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/07/2011 at 8:34 pm
    Permalink

    graças a sua gazeta do algol,Gagá, matei fácil o cientista robótico com a ajuda do Myau(e a sua involutariamente). e finalmente ajeitei o robozinho Hapsby. não sei porque esse nome me lembra uma marca de brinquedo chamada hasbro.(acho que era esse o nome) vou lá pegar a minha nave. hauhuahauha!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *