banner-shinmegamitensei

Prontos para o começo de nossa jogatina?

O jogo se passa em 199X (como assim “X”?), num lugar chamado Kichijoji. Pelo que andei pesquisando, Kichijoji é uma pequena região de Tóquio na qual muitos japoneses gostariam de morar. Possui uma boa área comercial, um parque (Inokashira, de onde sai o rio Kanda), um museu e uma universidade. Há um cenário artístico de contracultura no local, e uma região cheia de boates, motéis e afins onde os orientais caem na esbórnia!

A abertura é bastante sinistra. Primeiro aparece um daqueles pentagramas que você vê nos melhores (e piores) filmes de terror da praça. Depois uma tela preta, e um cursor se movendo pela tela inserindo o texto, como na tela de um computador. Algumas imagens piscam rapidamente, e você não consegue ver muitos detalhes. Umas são bem casuais (a mãe do herói do jogo em casa), outras bem mais esquisitas (uma mulher com os braços acorrentados). Coloquei as imagens aí embaixo:

shinmegamitensei_00002 shinmegamitensei_00003 shinmegamitensei_00004

shinmegamitensei_00005 shinmegamitensei_00006 shinmegamitensei_00007

O cursor digita algumas palavras soltas e este texto em latim:

EL ELOHIM ELOKO ELOHIM SEBADOTH
ELION EIECH ADIER EIECH ADONAI
JAH SADAI TETRAGRAMMATON SADAI
AGIOS O THEOS ISCHIROS ATHANATON
AGLA AMEN

Eu era péssimo em latim na faculdade, mas me parece uma invocação que cita  vários nomes de Deus — Elohim, Adonai e a menção ao Tetragrama (TETRAGRAMMATON), que seriam as quatro consoantes hebraicas que formam o nome de Deus de acordo com os judeus. A explicação é um pouco mais complicada do que isso, mas eu não sou judeu e vocês não estão aqui para aprender sobre religião, estão? 🙂

Vixe, que encosto brabo!
Vixe, que encosto brabo!

Pois bem, é só dar start e você tem uma visão em primeira pessoa em um labirinto meio “etéreo”. Você chega a um portão que tem uma cabeça  sinistra na frente. Ela pergunta seu nome. Eu coloquei “Kazuya”, que é o nome que consta no guia de estratégia oficial, mas o jogo não sugere nome algum. A cabeça diz:

“Além desta porta, tanto aqueles escolhidos por Deus e que seguem o caminho da lei e da ordem, quanto aqueles que confiam em seus próprios poderes e seguem o caminho da competição e do caos, aguardam por você. Cuidado para não arruinar o equilíbrio entre os dois lados em seu progresso…”

Mais adiante, um “mensageiro de Deus” e um homem crucificado: “Esta alma foi oferecida a Deus. Se você a chamar pelo nome, ela despertará.” Mais uma vez segui o guia de estratégias e dei a ele o nome de Yuji; “Eu estava tentando fazer algo, mas esqueci o que era…”, ele diz.

Surge uma alma caída ao chão, com um demônio sentado em cima dizendo “Esta é a alma de um fraco que busca por poder.” Esse eu chamei de Takeshi, também seguindo o guia. Ele fica fulo da vida porque eu o acordei e ele estava tendo um sonho legal. Mal agradecido!

Por fim, ao entrar por uma porta, Kazuya vê uma mulher tomando banho num laguinho. Ela se chama Yuriko, e diz que estava esperando pelo Kazuya, como “parceira eterna” dele, seja lá o que isso signifique. Aí o Kazuya acorda com sua mãe chamando, dizendo que ele já dormiu demais. Assim que acorda, Kazuya vê que recebeu um arquivo pelo computador:

“DDS-NET
Data: 199X-10-XX
Nome: Steven
Para: Todos com acesso a esta rede

Cadê seus modos, rapaz? Para de olhar a menina tomando banho!
Cadê seus modos, rapaz? Para de olhar a menina tomando banho!

A humanidade corre grande perigo! Demônios de lendas antigas despertaram de seu longo sono. Logo eles dominarão a Terra! Para competir com os demônios e lutar pela sobrevivência, vamos precisar do poder deles. Use este programa corretamente e você será capaz de fazer isso! Rezo para que aqueles que tenham a coragem de usá-lo o aceitem…  Para lutar contra os demônios que podem nos destruir, e para preservar a humanidade…”

O programa de invocação de demônios é baixado, e a conexão cai. Linha discada, Kazuya? Diante do computador o jogador assume o controle, podendo optar entre voltar para o PC, salvar o jogo, dormir ou sair do quarto.

Voltando ao computador o tal do Steven manda o manual do programinha… ele explica que o programa traduz o idioma dos demônios, aceita e armazena demônios subordinados e permite invocá-los. Explica também o procedimento de bate-papo com os demônios, esclarecendo que o programa cuida de traduzir toda a conversa. Alta tecnologia, hein? Bom, agora vamos bater perna, né? Amanhã, no Gagá Games!

Diário de bordo: Shin Megami Tensei, 23/04/09
Tags:                     

11 ideias sobre “Diário de bordo: Shin Megami Tensei, 23/04/09

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *