banner-shinmegamitensei

Puuutz, agora eu fui longe! Olhem só o que eu desenterrei! Rise from your grave, Shin Megami Tensei! 🙂

Shin o quê?

Shin Megami Tensei, rapaz! Ou Persona para os fracos 🙂

Labirintos em primeira pessoa? Checked!
Labirintos em primeira pessoa? Checked!

Não é possível que você não conheça Persona, aquele RPG esquisitão lançado para o Playstation e que hoje é um dos grandes RPGs no ocidente. Pois saiba que Persona é uma espécie de spin-off da série Shin megami Tensei. Não entendeu nada? Tá bom, vamos começar do zero.

Shin Megami Tensei é um RPG lançado pela Atlus em 1992 para o Super Famicom. O RPG foge do lugar comum e se passa em Tóquio, na década de 90. Esqueça as cavernas e florestas dos RPGs convencionais: aqui você vai usar computadores, entrar em prédios, subir de elevador e enfrentar monstros no shopping. Muito louco, não?

Você controla Kazuya e seus amigos no meio de uma “invasão” de demônios invocados por uma espécie de Hitler japonês. Se ao lutar contra um demônio você for bom de papo, vai poder trazê-lo para o seu lado e invocá-lo quando quiser. Também é possível misturar demônios para gerar outros mais fortes. A idéia é muito louca e divertida.

Gente crucificada para execuções p[ublicas? Checked!
Gente crucificada para execuções públicas? Checked!
SMT fez um sucessão no Japão, mas só saiu por aquelas bandas, ganhando versões para vários consoles (incluindo o Playstation). Felizmente o jogo recebeu esta que parece ser uma excelente tradução para o ingês do grupo Aeon Genesis. Como não manjo nada de japonês não posso avaliar a fidelidade da tradução, mas até o momento ela está muito bem escrita e coerente.

Além de ganhar duas continuações diretas, SMT ganharia três spin-offs: Devil Summoner, Digital Devil Saga e Persona, este último traduzido e lançado para o Playstation, conquistando enorme sucesso. Logo, se você é fã da série Persona, agora vai poder ver onde tudo começou.

O jogo é sinistro, com músicas sinistras, gráficos sinistros e imagens… sinistras 🙂 Amanhã eu começo a postar a jogatina, e juro que este diário de bordo vai andar mais rápido que o de Langrisser!

Até lá, pessoal!

CORREÇÃO: Como lembrou o amigo Tallarico nos comentários, a série de games “megaten” (como a série ficou conhecida) começou antes. A primeira versão saiu em 1987 para o MSX, chegando também ao Famicom e outros. Foram lançados dois jogos Megami Tensei antes que este, Shin Megami Tensei, chegasse ao Super Famicom.

Diário de bordo: Shin Megami Tensei
Tags:                     

17 ideias sobre “Diário de bordo: Shin Megami Tensei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *