banner-neogeo copy

Em meados de 1990, as empresas SNK e a ALPHA DENSHI (ADK) resolveram juntar-se para produzir um videogame novo. Um projeto audacioso que ofereceria a flexibilidade de ser arcade e home console ao mesmo tempo. Nascia então o NEOGEO, que significa “nova terra”, aparelho que desempenhou importante papel na indústria dos videogames na década de noventa.

Este é o primeiro de uma série de artigos que pretendo preparar, em memória ao vigésimo aniversário do poderoso e inesquecível NEOGEO. Meu objetivo é instigar o leitor a refletir sobre o sucesso e a influência que esta marca exerceu no mundo dos games.

Existiam duas versões do console, uma para fliperamas e outra para uso doméstico, como pormenorizado abaixo:
Versão Arcade “Multi Video System” (MVS)

Diferente das cabines usuais, o sistema MVS era capaz de rodar 6 jogos em uma mesma máquina, dispondo ao gamer a liberdade de escolha entre qualquer uma destas 6 ROM’s.
Cabine MVS de 4 cartuchos traz nostalgia aos gamers que vivenciaram os anos 90. Elas podiam ser encontradas em bancas, livrarias e lojas por todo o Japão e o preço da ficha cabia no orçamento de pessoas de qualquer idade.

O Multi Video System ainda oferecia preços melhores do que seus concorrentes, além de ser mais compacto. Uma máquina comum de fliperama custava em torno de 200.000 yen, enquanto cartuchos do MVS apenas 10.000. Essa dramática diferença de valores, somada à flexibilidade multifuncional, trouxeram economia e otimização de espaço físico ao pequeno comerciante.

Essas vantagens levaram o MVS ao sucesso, expandindo-o para além dos horizontes habituais; aos poucos livrarias, bancas e supermercados aderiram à moda. As locadoras também se beneficiavam da popularidade da plataforma, oferecendo serviços de instalação e manutenção, poupando tais preocupações aos donos de estabelecimentos.

Desta forma, as práticas cabines viraram febre, a princípio contagiando a juventude japonesa e, posteriormente, os jovens de todo o mundo. Tal fato consolidaria a SNK entre as grandes na indústria do divertimento eletrônico.

Versão Home “Advanced Entertainment System” (AES)

O AES tinha as mesmas especificações técnicas que o MVS, proporcionando ao usuário o privilégio de se ter um “fliperama” particular em casa. Contudo, esta expressiva qualidade tinha seu preço, e bastante oneroso, diga-se de passagem.

O AES era um console doméstico à frente de seu tempo, onde os jogadores podiam desfrutar de games idênticos aos encontrados em fliperamas.

A SNK, percebendo que o alto custo afastaria o consumidor final, resolveu, a princípio, negociar o Advanced Entertainment System com exclusividade aos estabelecimentos de locação, buscando testar o grau de receptividade de seu produto. O aparelho só foi disponibilizado ao público em 1991.

Em 1990 os ports de arcade para videogames domésticos costumavam apresentar perdas enormes, com gráficos simplificados, cortes em animações e som mais pobre. Isto ocorria devido à diferença de tecnologia de hardware empregada. A experiência original de uma partida somente era obtida caso o jogador comprasse sua própria máquina de fliperama, e poucos, exceto hardcore players milionários, tinham condições financeiras para isso. Essa era a aposta do NEOGEO: trazer um avanço tecnológico igual ao dos estabelecimentos para dentro de casa.

Outro diferencial do AES era seu controle – um verdadeiro joystick, em estilo arcade, porém, adaptado para uso doméstico. Diferente das demais empresas contemporâneas que pensavam em estruturas simples e baratas, como as de gamepads, a SNK não poupou despesas desenvolvendo um controle robusto, de fino acabamento e de precisão admirável, mas que novamente, encarecia o produto final.

O NEOGEO foi ainda o pioneiro no conceito de memory cards de compatibilidade arcade/home, snedo possível salvar dados em casa e transferi-los para a máquina de fliperama. Com o passar do tempo várias empresas reproduziram esta idéia de versatilidade, no entanto, o AES foi o pioneiro já no começo da década de noventa.

Memory cards eram vendidos separadamente. Progresso do jogo e top rankings podiam ser salvos nele.

Fonte: Praticamente uma tradução do link oficial do aniversário do NEOGEO: http://neogeomuseum.snkplaymore.co.jp/english/whats/index.php

Próximo artigo: Primeiros dias do NEOGEO e sua rápida evolução.

NEOGEO, 20 anos (parte 1)
Tags:     

7 ideias sobre “NEOGEO, 20 anos (parte 1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *