Alex Kidd in Shinobi World [1990] – Master System

Shinobi World pode ser visto como mais uma tentativa da Sega de colocar seu principal mascote em evidência, nem que pra isso ele precise visitar outros jogos e se passar por outros personagens. Mas, por incrível que pareça, o jogo se saiu muito bem, com um controle sólido, fases bem feitas, muitas coisas secretas e uma historinha decente. Quase igual Miracle World, quase…

manual, caixinha e cartucho com a tira azul

A história é a seguinte: Alex estava feliz com sua namorada em um lugar florido, provavelmente conversando sobre a vida e sobre suas aventuras anteriores. De repente, aparece um ser maligno e rapta sua namorada, fazendo com que Alex fique sem saber o que fazer! Do mesmo modo, aparece a alma de um samurai, que ao ver o desespero do garoto, resolve ceder seus poderes à ele, transformando-o em um ninja. Motivado e fortalecido, Alex parte em busca pra salvar sua amada.

Começamos nossa aventura na cidade. A primeira tela mostra as 4 etapas que precisamos atravessar. A segunda tela mostra o chefe e a quantidade de vidas e de fases nessa etapa. Como em Shinobi, vemos a imagem do inimigo e depois partimos pra fase em busca do sacana. A cidade é cheia de itens, inimigos, escaladas e alguns locais escondidos. Nas ruas, a primeira habilidade de Alex é testada: subir em postes e rodar, saindo feito um foguete, destruindo tudo pelo caminho. É um movimento básico, utilizado em outras etapas, em locais específicos.

nosso primeiro alvo e Alex transformado no foguetinho

Dentro de caixas vermelhas encontramos itens, como energia, poderes e uma nova arma, a lança. Sendo uma arma de arremesso, ela é muito melhor que a espada comum. Outro item que podemos achar é um [P], que aumenta o alcance da espada, formando um arco acima de Alex que o protege contra projéteis inimigos. Uma das coisas mais bacanas do jogo é que ele imita quase tudo de Shinobi, como sons, músicas e até mesmo temáticas de fases, mas tem uma identidade toda dele, com Alex promovendo uma chacina de ninjas e inimigos copiados do jogo original. Chacina que eu digo é no melhor sentido da palavra, estamos falando de um jogo onde a violência é nula.

notem que até os inimigos saíram direto dos jogos do Shinobi

Das ruas pra uma construção, subimos matando homens armados e mais ninjas. No alto, todo cuidado é pouco, cair está fora de cogitação. No final entramos em um prédio ainda em reforma. Uma vez dentro do prédio, logo se nota que é preciso descer pra depois subir, pois o EXIT está no alto, mas do outro lado da parede. Ao descer, mais uma novidade: blocos quebráveis, tal qual Miracle World. Mas aqui a coisa é mais sofisticada, quebra-se blocos usando a espada. Do lado esquerda há uma vida no alto, mas é preciso escalar. Nada muito complicado, com algum treino fica até fácil dominar mais esse movimento do ninja orelhudo.

Saindo do prédio, é hora de enfrentar o chefe. E nesse chefe mora uma das maiores curiosidades do jogo. No game original, o chefe era pra ser o Mario e o herói, um ninja qualquer. A Sega, talvez temendo processos, resolveu mudar tudo de última hora, colocando Alex Kidd no jogo e mudando o nome do inimigo para Kabuto (antes era Mari-oh). Notem que o carinha tem bigode, fica nanico quando acertado e ainda solta bolinhas de fogo, tal qual nosso amigo encanador da Nintendo.

notem o Mari-Oh do lado esquerdo, até bigodinho ele tinha.... na outra foto, o inimigo final, já pequenino, lançando uma bolinha de fogo... seria o poder da Fire Flower?

A segunda etapa parece a segunda fase do Shinobi original: começamos no porto, onde ninjas saltam da água enquanto outros perambulam pelas docas. O inimigo final aqui também é igual ao do Shinobi: um helicóptero, mas dessa vez ele solta vários “filhotes” ao invés de ninjas. Já no começo encontramos uma construção onde a lança e um coração nos aguarda, lá no alto. Para pegar, o melhor é usar o poder do foguete. Saindo, mais alguns inimigos e uma vida lá no alto das pedras, guardada por um atirador. No final, entramos em um navio, onde o poder do tornado nos aguarda. Esse poder permite que Alex voe pelo cenário por um determinado tempo, destruindo tudo que encontrar pela frente. É o fim da primeira etapa da segunda fase.

a fase dos mergulhadores, segunda etapa no Shinobi original também

A seguir, a fase já começa dentro da água, provando que Alex sempre foi um exímio nadador. Desde Miracle World o garotinho nada feito peixe. Na primeira caixinha vermelha existe o poder [P], à seguir encontramos uma passagem secreta que leva ao subsolo aquático, com 4 vidas para pegar! A saída da fase é logo acima. O chefe é simples, bastando destruir a maioria dos “filhotes” que voam pelo ar. Com o poder [P], a coisa fica bem fácil.

o poder do furacão é excelente pra varrer os inimigos... no chefe ao lado, basta destruir todos os helicópteros menores

Na terceira fase nosso inimigo é o Lobster, uma espécie de lagosta gigante. A fase se passa em uma cachoeira, mas cavernas e um descampado também fazem parte do cenário. Já no primeiro buraco existe uma vida e o poder do tornado, pra poder subir depois. No alto, se dependure na corda e voe até o outro lado, entrando pela passagem estreita: ali encontra-se a lança.

os itens abaixo da ponte e a entrada lateral, meio difícil de acertar de primeira

Após a cachoeira, encontramos um descampado com um tipo de inimigo indestrutível! Basta seguir saltando nas plataformas até o final. No meio do caminho surge uma ajuda com o poder tornado, podendo assim atravessar um bom pedaço do cenário. A fase termina no meio de um bambuzal, seguindo pra uma caverna. Logo no início da caverna, salte à esquerda e siga por cima, em uma passagem secreta esperta com uma vida. Mais adiante, na corda que desce, vire o meteoro e atravesse a parede à direita, encontrando um atalho com um poder [P] e uma vida logo abaixo.

somente virando furacão pra sair vivo desse mar de bambus afiados... ao lado, notem no detalhe onde Alex está, essa passagem é um atalho e tanto pra fase

Depois do carrinho (difícil de controlar, por sinal), há uma lança antes de descer. Alex cairá na região mais funda da caverna, onde a lava está exposta e com certeza faz muito calor. Após a série de plataformas, a fase finalmente termina.

uma fase que começa nas cachoeiras termina praticamente em um vulcão...

O único ataque de Lobster é jogar umas coisinhas amarelas que mais parecem Cheetos do que qualquer outra coisa. Vencido, é hora de seguir pra última etapa. Nosso inimigo final é Hanzo, o ninja que raptou a namoradinha do Alex Kidd.

Lobster, o inimigo que solta salgadinhos

A fase toda é em uma montanha. Pra facilitar, nessa primeira etapa, caia logo no primeiro buraco e siga por baixo, passando agachado pela parede final pra coletar dois corações. Use o bastão pra subir (usando o meteoro) e entre pela porta. Do outro lado, a fase agora ganha um aspecto mais sério, com plataformas flutuantes e tudo mais. Siga sem cair e use o chão falso mostrado na imagem pra pegar os itens. Mais adiante, outro piso falso guarda uma lança e mais um coração. A fortaleza de Hanzo é a próxima etapa!

a última fase guarda alguns segredinhos, digamos, "aéreos"...

Na fortaleza, além de alguns obstáculos, Alex terá que enfrentar quase todos os chefes novamente. Eu disse quase, pois somente Kabuto e Lobster reaparecem. A última sala guarda uma escalada meio complicada. Se tiver dominado a arte de grudar em paredes, fica bem fácil. Se não, vá seguindo os pisos que vão sumindo até conseguir alcançar a porta no alto.

complicado escalar ali, mas não impossível

Hanzo ataca de três formas: primeiro ele usa o escudo, onde é preciso esperar a fração de segundos que ele desarma o escudo para acertá-lo. Em segundo, ele vira um tornadinho e vem pra cima, jogando 3 tiros juntos. Basta ficar agachado e acertá-lo sempre que chegar perto. A terceira forma ele cria clones, basta acertá-lo três vezes para destruí-lo de vez.

Hanzo e seus truques

Alex salva sua namorada e o espírito do samurai se retira, é mais uma missão cumprida!

Semana que vem, a última parte do especial, com as aparições do orelhudo mais amado dos games em diversos jogos da Sega! Até lá!

O Maravilhoso Mundo de Alex Kidd, parte 5

11 thoughts on “O Maravilhoso Mundo de Alex Kidd, parte 5

  • 18/04/2011 at 7:07 am
    Permalink

    Só mais uma observação : Esse jogo na verdade seria chamado de “Shinobi Kid” , mas a Sega americana resolveu que “Alex Kidd” teria mais apelo . E teria no original mais uma fase extra que foi inexplicavelmente cortada no final . Por fim , pena ser o último jogo do nosso querido Alex , poderia ter rendido mais jogos maravilhosos .

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 18/04/2011 at 9:25 am
    Permalink

    Cara é “engraçado” como o Alex nunca mais estreiou um jogo proprio(fora o echanted castle, joguino meia boca feito pela matade) e só jogos “adaptados”, os que os cara da SEGA(CEGA) tinham em mente?
    Eles estavam sem idéias, ou com preguiça mesmo?

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 18/04/2011 at 11:25 am
    Permalink

    Este jogo até que era divertido.
    Mas cheio de bugs!!! Por exemplo, se o Alex estiver em uma escada, e você começar a sacudir o direcional de um lado para o outro, o jogo fica maluquinho. Não consegui reproduzir isto no emulador, só no Master System mesmo.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 18/04/2011 at 12:57 pm
    Permalink

    Putz, joguei muito. Foi uma sacada bem legal pegar um jogo tão bom (Shinobi) e fazer uma paródia com o seu mascote. Eles deveriam ter feito isso com mais jogos, como com Golden Axe citado pelo Bond ali em cima. Até um RPG quem sabe. Já imaginou? Alex Kidd in Phantasy Star World. Eu pagaria para ver…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 18/04/2011 at 1:06 pm
    Permalink

    ei, pera ae. eu vi vcs falando desse jogo um dia ai e vcs disseram que quem dá os poderes de ninja para o Alex era o personagem principal de shinobi, não de um samurai. e o ultimo chefe do game era um inimigo antigo do principal do jogo shinobi q reviveu não sei como…cês naum confudiram na matéria ai em cima?

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/01/2013 at 6:11 pm
    Permalink

    Que nostalgia…

    Tive a chance de conhecer jogos como Miracle World e High Tech World quando ganhei de presente um dos consoles da SEGA, que veio com vários jogos na memória… Me diverti bastante com eles e consegui finalizar a maioria. Isso já no início dos anos 2000… Mas de todos os jogos de Alex Kidd, o único que consegui realmente realizar tal façanha foi o Shinobi World. Os outros eram muito difíceis pra mim (e pelo que li, ainda devem ser). Li todas as postagens sobre esse jogo, foi uma grande viagem na minha infância… E agora confesso que me deu vontade de jogar todos novamente!!

    Parabéns pelos posts dos jogos. Muito bons!! Prentendo usar suas dicas pra resolver essas minhas pendências do passado, hehe.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *