Hoje pintaram várias notícias interessantes para a turma retrô. Eu costumo publicar essas coisas no Twitter, mas dessa vez decidi compilar tudo num post só. Ou seja: se curtir o post e não seguir o Gagá no Twitter, você é um mané :p

Preparado para rir e se emocionar? Então vamos nessa.

Jogo novo de NES

Acredite se quiser, tem jogo novo de NES saindo. Claro, não é oficial da Nintendo, mas vai ser vendido em cartucho e tudo.

O jogo está sendo desenvolvido pela Sivak Games (vamos ver quanto tempo leva para um brasileiro criar a “Suvaco Games”) e vai se chamar “Battle Kid: Fortress of Peril”. É basicamente um clone de Mega Man, que parece manter a tradição de dificuldade elevada da série. Dá uma espiada no trailer:

Mas como isso é possível, Gagá? Eu explico. O jogo vai ser lançado pelo site RetroZone. Lá existe uma série de acessórios interessantes para a turma da antiga, dentre eles um cartucho programável, e parece que a Suvaco Games (fala a verdade, você sabia que eu não ia resistir a ficar fazendo piada com esse nome) está usando um desses.

Via Joystiq.

Takahashi Meijin grava CD

A lenda da Hudson, Takahashi Meijin (não sabe quem é? Descubra aqui) dá uma de cantor neste novo CD, que presta homenagem a jogos velhos da Hudson lançados para o Famicom. É coisa muito louca, e se você comprar eu recomendo que esconda o CD no fundo do armário e que não conte para ninguém que comprou. Vai ser difícil arranjar namorada se a notícia se espalhar:

Esse novo clássico vai se chamar Takahashi Meijin Legend: Spirit of 16 Rapid-Fire, e será lançado dia 27 de janeiro.

Via Gaijin Gamer.

Gagá compra vários jogos no GOG.com para celebrar o ano novo

mdk
MDK rules!!!

Eu sou muito metido mesmo, estou usando meu próprio nome como notícia :p

Eu já tinha dado algumas dicas de jogos para  vocês comprarem na promoção de fim de ano do GOG.com (ainda está em tempo!). Pois bem, eu fiz as minhas compras. Foram:

  • MDK: jogo de ação maneiríssimo, rock n’ roll total. Eu adoro;
  • Simon the sorcerer: adventure elogiadíssimo, nunca joguei;
  • Fallout: o tal RPG que todo mundo elogia e eu nunca joguei;
  • Giants — Citizen Kabuto: esse parece excelente, tenho altas expectativas. Provavelmente falarei dele em breve no blog;
  • Megarace I + II: eu me divertia um bocado jogando esse treco, e a trilha sonora é ótima. Espero que não seja só nostalgia, e que o jogo seja bom mesmo.

Vários desses jogos devem aparecer no blog em 2010. Ando muito interessado em jogos antigos de computador (e isso se estende ao Spectrum, ao Apple][ e a outras máquinas empoeiradas, portanto, esperem por posts relacionados). Estou pensando em um futuro diário de bordo de Fallout. Ele é um pouco recente para o Gagá Games, mas como eu posto coisas um pouco mais recentes no Gameblog, talvez faça um diário de bordo dele. E por falar em diário de bordo…

Diário de bordo: Phantasy Star Generation 1 (Playstation2)

Diário de bordo de Playstation2? Calma que eu explico!psg1-caixa Como todos devem saber, sou fã de Phantasy Star. Estou encabeçando um projeto de tradução do remake do primeiro jogo da série, que foi lançado apenas no Japão. Claro que eu não sei uma palavra de japonês, mas meu amigo Jorge Chernicharo sabe e já traduziu quase tudo. Só que eu estou revisando tudo para deixar o texto redondinho. Mais detalhes aqui.

Pois bem, para acelerar o processo de tradução e ainda matar a curiosidade de quem nunca jogou o remake (ou o original), decidi fazer um diário de bordo do remake. Eu vou revisando a tradução conforme for jogando (imprimi o script todo traduzido pelo Jorge, o jogo ainda está em japonês), e ao chegar em cada cidade vou traduzindo os nomes dos itens à venda e fazendo comparações com o original. Assim ajudo os loucos que estão tentando jogar o jogo em japonês, e ainda posso contar com o feedback de vocês na tradução. Vai ser muito divertido, e espero que todos curtam!

Pacotão de retronotícias de fim de ano
Tagged on:

18 thoughts on “Pacotão de retronotícias de fim de ano

  • 29/12/2009 at 10:56 am
    Permalink

    Ótimas notícias hein?!! Phantasy Star Generations traduzido!!! Chorei largado!!
    E suas compras na GoG não poderiam ter sido melhores, com exceção do MegaRace, eu lembro que joguei ele dublado em portugues ( e o narrador tinha a voz do cara que dublava o shiryu de dragão) mas lembro também que a jogabilidade era bem ruim, mas no MegaRace 2 eles concertaram tudo e até hoje eu caço ele por aí…
    Eu vou fazer um acompanhamento de jogos de pc antigos no meu blogue (com o já comecei com wolf3D) o próximo game que vou tratar é GRIM FANDANGO (estou revisitando o game e é maravilhoso e dublado em portugues!!)

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/12/2009 at 12:52 pm
    Permalink

    o NES é mesmo eterno! Vou depois conferir o demo deste Battle Kid, e talvez até faço um post sobre ele. Pelo vídeo parece ser bem legal o jogo.

    Takahashi Meijin dando uma de cantor? Puta merda! Esse álbum dele é só para os nerds de plantão mesmo, que até hoje não perderam a virgindade… nunca ouvi coisa mais horrível!!!

    Dos jogos que o Orakio comprou só tive contato com o primeiro Mega Race, que mesmo sendo um joguinho meia boca, eu jogava direto. Adorava os comentários do apresentador careca do jogo.

    Quanto a tradução do Phantasy Star Generation 1 eu como fã da série, só posso torcer para que tudo dê certo! Tenho até o game aqui em japonês, mas jogar um RPG sem entender nada dos textos não dá… então esta tradução é muito esperada por mim, com certeza!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/12/2009 at 1:28 pm
    Permalink

    Minha nossa Gagá,muita bomba de uma vez só,rrss. Comentários:
    1) Esse jogo novo de NES “Battle Kid: Fortress of Peril” me lembrou muito o lendário “I wanna be the guy”.
    2) O CD do Takahashi Meijin é o bixo,uhashuauhas…divertidíssimo.Tem até uns lances meio jazz,outros bem Daft Punk no meio,muito legal.
    3) Agora a pergunta que me segue há anos. Sabe se existe algum lugar onde eu possa achar o Megarace com a dublagem em portugues? Esse jogo tem um valor sentimental enorme para mim,foi a 1a coisa que joguei no meu 1o PC,um Pentium 100,hehe. A dublagem do cara que fez o Shiryu como “Chico Flecha” é impagável.
    4) Alguma previsão para a tradução do PS Generation 1? A propósito,baixei esses dias o volume 32 do Sega Ages para PS2,chama-se “Phantasy Star Complete Collection”. Só estou citando pois nao lembro deste jogo ter sido mencionado na matéria da Old Gamer. Nada mais justo,pois não é um remake,é uma compilação com alguns extras.
    Abraços!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/12/2009 at 1:42 pm
    Permalink

    @Leozaum
    Pode crer, assim que eu vi o video me lembrei do “I wanna be the guy” na hora, até o design do personagem lembra um pouco o protagonista.

    Agora, eu sou muito fã da série Adventure Island e talz, mas realmente tem que ser mto nerd pra comprar esse CD do Takahashi Meijin. Bizarro demais para ser levado a sério.

    E Gagá, legal saber da tradução do PSG1, tomara que dê certo! Sempre quis jogar esse remake do PS1, mas sem entender nada fica difícil msm.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/12/2009 at 3:47 pm
    Permalink

    Já terminei Giants: Citizen Kabuto, comprei o original aqui no Brasil em uma dessas revistas que vem jogos (acho que era FULLGAMES). No fundo, no fundo é um FPS, mas é bem interessante, se passa em um planeta e há interação de três raças com habilidades e objetivos diferentes. Você começa jogando com os extra-terrestes, depois com uma raça feminina e finalmente com o Kabuto, o gigante.

    Não lembro mais detalhes do jogo, só lembro que é bem divertido e há liberdade nos movimentos.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/12/2009 at 5:09 pm
    Permalink

    grandes noticias!
    um amigo me falou que há uma equipe fazendo um jogo se não me engano pra master. quem disse que esses sistemas morreram mesmo?
    não sei se já sabe da noticia, mas li acho que no sedentário hiperativo que um novo plugin do firefox permite jogar games da nintendo. sem instalação e sem buscar as roms.
    um diário de bordo será bem interessante. prepare-se pra alguns momentos hilários e muitos sinistros. se quiser ver coisas bem gore, escolha “blood mess” na criação do personagem. nunca descobri se hã tradução pro nosso idioma do fallout. e eu discordo que o jogo é recente; a temática é futurista, mas a arte é anos 50 total 🙂
    agora admito que não sei nada de Giants: Citizen Kabuto….
    esperarei a review daqui.
    um 2010 repleto de rememorações e descobertas!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 30/12/2009 at 8:38 am
    Permalink

    Ver esses games “novos” de NES é muito bacana! Eu encontrei por acaso, outro dia, o D+PadHero e cara eu adorei! Assinei até uma petição pra que a Nintendo coloque ele no Virtual Console que tem no site do game… =D

    Ansioso pelo diário de PSG1. [2]

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • Pingback: Gagá Games » A maior retro-bizarrice que você já viu

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *