Old!Gamer: chegou a décima edição!

Gente, a Old tá entrando nos trilhos mesmo! Olhem só, a edição dez já tá aí!

Aaaaaaltered Beeeeeast! Sim, aquele jogo que todo mundo adorava e que hoje todo mundo diz que é uma droga! Vocês são todos uns falsos… eu confesso logo, era vidrado no Altered Beast de Master System, sabia até os nomes dos inimigos!

Essa matéria marca a estreia do nosso caríssimo amigo Rafael “00 Agent” Fernandes, do blog Passagem Secreta. Quem não conhece o Rafa pode achar que Altered Beast é assunto batido, e que a matéria não vai trazer nenhuma novidade. Mas quem conhece o homem sabe que ele faz uma pesquisa histórica absolutamente fantástica sobre games lá no Passagem… além disso, eu dei uma espiada no texto ainda nos estágios iniciais e posso dizer que há muita informação que eu não conhecia. Parabéns ao Rafa pela estreia! 

Aliás, o Rafa estreou chutando bundas mesmo: ele ainda assina mais duas matérias! Uma é sobre mascotes falidos, que na capa já mostra logo Bubsy — jogo que eu odiava profundamente quando moleque. A outra é sobre… sobre… Pu.Li.Ru.La? WTF? Vejam a foto na capa, esse negócio deve ser incrível ^_^

A matéria do Kid Icarus (presumo que seja do Alexei Barros, mas não tenho certeza) me fisgou com essa chamada: “como uma pessoa inventou e produziu praticamente sozinha este clássico da Nintendo”. Bons tempos, bons tempos! Heretic também me traz boas lembranças: eu era viciadíssimo em Doom, e no Heretic dava para olhar para cima, lançar magias, era interessantíssimo. Essa é uma das matérias que mais me interessam, porque não sei absolutamente nada sobre a produção do jogo.

O preço é o mesmo: R$ 15,90 + frete no site, e presumo que nas bancas continue perto de 20 reais. Sim, vamos continuar torrando o saco da editora porque o preço está alto, mas quem já comprou outras edições sabe que o material é de qualidade. Portanto, vamos prestigiar nossa revista favorita!

>> COMPRE AQUI <<

About Orakio Rob, "O Gagá"

Dono do império corporativo Gagá Games, o velho Gagá adora falar sobre si mesmo em terceira pessoa. E sim, é ele mesmo que está escrevendo este texto.