Recordar é envelhecer: Shinobi III (Mega Drive)

Olá amigos leitores do Gagá Games! Aqui é o André Breder trazendo para vocês mais uma edição do Recordar é envelhecer! Desta vez irei recordar o clássico Shinobi III: Return of the Ninja Master, que é na minha humilde opinião, o melhor jogo estrelado por um ninja já lançado! Tenham uma boa leitura e até a próxima!

O melhor Shinobi!

Shinobi III: Return of the Ninja Master foi lançado no ano de 1993 para o Mega Drive, e até hoje é considerado por muitos como o melhor jogo já feito da consagrada série Shinobi.

Ele foi visivelmente baseado em outro sucesso da série, o clássico The Revenge of Shinobi, que também foi lançado para o Mega Drive no ano de 1989, mas claro, conseguiu ir além, trazendo grandes melhorias técnicas.

Em Shinobi III o jogador entra na pele do ninja Joe Musashi e terá uma grande aventura pela frente: os líderes da Neo Zeed já conseguiram reconstruir sua organizaçäo em um nível próximo ao de antigamente, sendo assim uma grande ameaça para a humanidade. Cabe então ao ninja Joe Musashi enfrentá-los, e derrotá-los, antes que seja tarde demais.

Poderes, armas e veículos ninja!

Assim como no jogo The Revenge of Shinobi, em Return of the Ninja Master há os quatro poderes Ninjutsu, que são de grande ajuda nos momentos mais críticos da jornada de Joe Musashi, são eles: Ikazuchi, uma poderosa magia que envolve Joe Musashi com uma energia que o protege de 4 ataques; Kariu, uma magia que evoca colunas de fogo com a forma de um dragão e que desintegram todos os oponentes que estiverem na tela; Fushin, poder que melhora a agilidade de Joe Musashi aumentando assim sua capacidade de saltar; e Mijin, uma poderosíssima magia que destrói todos os inimigos da tela mas ao custo de uma das suas vidas.

A arma utilizada por Joe para ataques a distância é o veloz e quase sempre certeiro “shuriken”, já para ataques a curta distância ele faz o uso de sua afiada espada.

Durante o jogo haverão várias caixas que podem ser destruídas, de onde o jogador consegue valiosos itens que podem tanto melhorar seus poder de ataque, como restaurar sua energia, entre outras coisas.

Mas deve-se ter cuidado, pois muitas caixas ao invés de guardarem itens úteis ao herói ninja, na verdade escondem perigosas bombas-relógios, que explodem em poucos segundos. Por isso o jogador tem que ser bem cauteloso e atento ao jogar Shinobi III.

Há duas fases do jogo em Joe não irá trilhar seu caminho pelas próprias pernas. Em uma delas ele fará o uso de um cavalo e já em outra, que se passa em alto mar, o ninja usará uma espécie de Jet Ski em forma de prancha. Isso dá ao jogo fases bem distintas e que trazem sempre novos desafios e formas diferentes de jogabilidade para o jogador.

Gráficos e Sonoridade

Os gráficos de Shinobi III estão excelentes! O jogo traz cenários bem variados e cheios de detalhes de fundo. As cores estão na medida certa, e os desenhos dos personagens estão muito bem feitos.

As animações gráficas também dão um show, onde podemos destacar as folhas que voam “ao sabor do vento” na primeira fase do jogo, algo que realmente ficou genial, e prova que são os pequenos detalhes que fazem a grande diferença!

Os efeitos sonoros estão bem feitos, e todos cumprem bem seu papel no jogo. Não há efeitos irritantes ou desagradáveis, e sim sons que combinam perfeitamente com o jogo em si.

A trilha sonora é fantástica! Não uma música ruim sequer durante todo o jogo! Todas conseguem passar de maneira mais que perfeita todas as situação que são vividas pelo jogador na tela.

Alguns temas são empolgantes, outros mais misteriosos, e haverá até aqueles mais tenebrosos. Destaque para a música “Japonesque”, o incrível e “assobiável” tema da primeira fase do jogo!

Jogabilidade e Dificuldade

Os controles não poderiam ser melhores e mais variados! Joe pode executar uma série de comandos bastante úteis durante o jogo, e todos podendo ser executado com uma extrema precisão e rapidez. Pular, girar e soltar uma rajada de shurikens, é apenas o básico! Joe pode se agarrar em plataforma horizontais e se locomover sobre elas; pular e “quicar” em paredes; dar voadoras e até mesmo correr e despeçar seus inimigos com sua espada, entre outros movimentos! Nunca na série um ninja foi tão ágil e cheios de comandos legais como em Shinobi III!

O jogo apresenta 4 níveis de dificuldade (Easy, Normal, Hard e Expert), deixando então que cada jogador escolha o nível que esteja mais condizente com suas habilidades.

Seja qual for o nível escolhido, as fases de Shinobi III apresentam um grau de dificuldade crescente, chegando a ter fases bem complicadas no final do jogo. Os chefes também seguem o mesmo esquema das fases, ou seja, vai ficando cada vez mais difíceis a medida que se prossegue no jogo. O último chefe do jogo então, é bem “casca grossa”, e vencê-lo será uma tarefa que somente verdadeiros ninjas, ou então cavaleiros Jedi, são capazes de fazer!

Conclusão

Shinobi III – Return of the Ninja Master é um dos melhores jogos de ação já feitos para o console de 16 bits da SEGA. Eu diria até que é o melhor jogo protagonizado por um ninja que eu já joguei na vida!

Altamente viciante, Shinobi III é um clássico eterno que ainda continua sendo um jogo mais divertido que a grande maioria dos jogos de ação atuais!

About André Breder

Um gamer que não tem preconceitos: curte tanto os games clássicos, quanto os novos, e nunca deu preferência para nenhum console ou empresa específica do mercado. Tanto que criou um blog sobre games de todas as épocas, chamado Blog do Breder.