Diário de Bordo: Lufia II Rise of the Sinistrals, 11/07/09

bnn-lufia

Capítulo demorado esse pra sair, mas enfim, consegui fazê-lo! Apesar de estar atolado até o pescoço de serviço, vou designar algum tempo pra dar continuidade à esse diário e à outros projetos que estou envolvido, portanto, peço paciência de todos.

Tia lascando o chicote nos morcegos

Tia lascando o chicote nos morcegos

Estávamos na idéia de ir à Azure Kingdom, que na verdade é ALUNZE Kingdom (malz ae XD), agora que Maxim tem a companhia de Tia as coisas devem ficar mais fáceis. Ledo engano! Tia não é toda ruim, mas seus ataques são fraquíssimos, o que me pediu mais um tempinho evoluindo ela.
Atravessando a passagem ao norte, nas faixas de areia encontrei alguns morcegos safadinhos que adoram ficar chamando companhia, levando à batalhas quase intermináveis. Fui obrigado a equipar outra arma ali, pois a Insect Crush se mostrou bastante inútil contra morcegos (sério ? ¬¬). Atravessei a ponte e cheguei no tal Reino Alunze, ou melhor, na CIDADE que fica no pé do castelo.
No alto do INN da cidade tem uma loja com uma máquina de caça-níquel. Não que eu seja viciado nisso, mas na lojinha do cara achei, além de fichas pra vender, uma armadura pra Tia bastante interessante: primeiro que seu preço é de 10.000 COINS, algo bem complicado (pra não dizer demorado) de se conseguir atualmente e outra é uma skill ganha com ela que aumenta o ataque e restaura todo HP e MP…é, não vou ficar ganhando grana AGORA pra comprar fichas, talvez eu volte aqui pra pegar essa armadura MAIS PRA FRENTE…
Compradas as devidas armas, armaduras e equipamentos, subi pro castelo, onde me parece que alguma cerimônia vai acontecer em breve. Subi direto as escadas à procura do rei e, ao entrar no saguão, vi uma cena em que dois soldados sobem correndo e dizem ao rei que a coroa que ali está é FALSA. Esses mesmos dois cidadões se propõem a levar a coroa para um perito averiguar se é ou não falsa. Como está bem óbvio, os dois eram na verdade ladrões disfarçados de soldados do rei de Alunze, os tais Berty e Bart (parece uma dupla dinâmica). Após uma frustrada tentativa de intimidar as pessoas ali com uma bomba, os dois acabam fugindo com a coroa e adivinhem pra quem vai sobrar…ainda bem que ouvi umas conversas de que o subsolo do castelo se parece um labirinto, ou seja: muito provavelmente os bandidos foram pra lá, não teriam tanto tempo pra fugir da cidade ou do castelo assim…
Corri pelo castelo e achei o caminho pro subsolo, já com soldados caídos por lá…desnecessário dizer que o subsolo do castelo é uma enorme dungeon cheia de monstros e puzzles com botões e pedras, mas nada tão difícil assim. Num bom level (Maxim level 12 e a Tia 11), consegue-se passar facilmente por ali, é só prestar atenção nos botões escondidos e nos blocos pra se empurrar. Já de início achei a BOMBA, que tem o mesmo propósito dos jogos Zelda, destruir paredes trincadas. Talvez a única dificuldade maior que esse calabouço ofereça é o puzzle das pedras coloridas. São várias pedras coloridas dispostas em 3 cores e que desaparacem ao se juntar 3 cores iguais. Deve-se empurrar as pedras até juntar 3 de cada cor de modo que todas desapareçam. O real problema são as pedras azuis e vermelhas, já que existem apenas 5 de cada…UMA dica: tente separar todas elas e destrua primeiro as pedras amarelas.

eliminando as pedras amarelas e separando as outras, fica mais fácil

eliminando as pedras amarelas e separando as outras, fica mais fácil

Após passar pela etapa do teleporte (que é bem simples), encontrei os dois larápios com a coroa do rei no canal de esgoto do castelo. Ambos tentam armar pra cima de mim, mas se dão mal, pois um deles pisa num botão errado e a correnteza leva os dois pra longe, deixando a coroa pra trás. De volta ao castelo, entrego a coroa ao rei e ele me oferece uma recompensa, aliás, ele me dá 3 opções pra escolher: dinheiro, princesa ou rei. Como sou um bom velhinho, vou contar: a melhor escolha aqui é o dinheiro, já que nem o rei nem a princesa vão seguir com você. Escolhendo MONEY, embolsei 2000 pratas. Após ouvir os agradecimentos do rei, ele me lembrou que ainda haverá a tal cerimônia no castelo, mas, como não sei quando isso vai acontecer, resolvi dar uma volta por ali.
Num templo acima do castelo de Alunze Kingdom, encontrei algumas pessoas querendo voltar para Tanbel, ao norte, (pelo visto, os continentes de Lufia são interligados por templos onde as portas são trancadas para evitar a entrada de monstros) mas a chave foi surrupiada por algum pirralho em “busca de aventuras”. Ele foi visto entrando em alguma caverna por ali. A única caverna por ali fica à esquerda do castelo, pelo que andei vendo. E é nela que vamos entrar no próximo capítulo.

About Cosmão, o "Velho Piadista"

Meu principal passatempo no asilo do Gagá é escrever livros e livros de Detonados de Diários de Bordo. Aos poucos vou postando no blog :D