Diário de bordo espacial: Starflight, 20091104W

bann-starflight

O pilantra diz na minha cara que ficou feliz com a morte dos meus ancestrais. Se as moscas espaciais são canalhas desse jeito, imaginem as baratas!

Fo, da espaçonave Fi, está feliz porque o império se fú!

Esbarrei com um veloxi nos meus passeios intergaláctivos, e ele me passou mais algumas informações. Em 3120, o Império e os veloxis fizeram um pacto para lutar na primera onda (guerra). O Império foi atacado primeiro e os veloxis ajudaram, mas quando os numloxes e os phlegmak atacaram a “grand lovely” (seria uma rainha?) dos veloxis, o Império não ajudou. Cara, o ser humano é uma m*$#@ mesmo.  Quando veio a segunda onda de ataques sobre o Império, os veloxis (que estavam muito fulos da vida) não ajudaram e o Império dançou. Para piorar, em 3330 um pirata do Império chamado Harrison atacou uma nave veloxi e roubou a focusing stone, e até hoje os veloxis não perdoam isso.

Pouco depois topei com outro veloxi, o capitão Fo da espaçonave Fi. É sério, não é sacanagem, os nomes são esses! Ele conta que a segunda onda, que destruiu o Império, era composta por gazurtoids e uhleks. Gazurtoids são aqueles polvos nojentos, e aposto um dindin que os uhleks são aqueles maldito que me arrasaram em questão de segundos. Ele menciona ainda uma profecia sobre o grande ovo, mas diz que os veloxis só contam para seus melhores amigos. Raios, como se faz amizade com uma mosca gigante? Será que eles curtem bombons?

Ele dá uma pista de ruínas num sistema próximo, e vou conferir… amanhã. See ya!

About Orakio Rob, "O Gagá"

Dono do império corporativo Gagá Games, o velho Gagá adora falar sobre si mesmo em terceira pessoa. E sim, é ele mesmo que está escrevendo este texto.