Diário de Bordo: Lufia II Rise of the Sinistrals, 08/09/2009

bnn-lufia

Pois bem, segui rumo à Bound Kingdom e achei o templo, ao entrar nele, pisei no teleporte e me aparecem Dekar e Guy, que entram pro meu time denovo. Ainda bem, pois só eu e Selan acho que ficaria complicado…complicado não, ficaria COMPLICADÍSSIMO….
Bom, o que interessa é que cheguei numa nova cidade, a cidade portuária de Aleyn. Uma moradora me contou que um cara estranho apareceu ali e afundou todos os navios, impossibilitando as viajens do povo. Quem gostava de afundar coisas era Gades, será que ele voltou a aprontar direto do mundo dos mortos? Ela ainda disse que está esperando por Jyad, que está nas montanhas e parece ser o único ali que pode dar um jeito nas coisas…
Dei uma passada nas lojas, achei uma magia que revive (Rally, não me perguntem o porque do nome…) e comprei ela pro Maxim e Selan, agora não dependo unicamente de itens pra reviver a galera. Fora isso, uma geral nos equipamentos, dei uma descansada no INN e salvei o jogo.
Um dos moradores me disse que o tipo que destruiu os navios rumou para o continente Ustark, à leste dali. Parece que só se chega lá usando um navio…Tá, tá, já saquei tudo: vou ter que seguir pro norte atrás desse tal de Jyad pra ele arrumar um navio pra nós….
Pois bem, ao norte da cidade, temos Phantom Tree Mountain, que é o local onde nosso amigo Jyad está. É uma montanha com vários andares, muitos puzzles que se eu fosse explicar um por um, o post teria umas 200 linhas só falando disso. Só tenha em mente o seguinte: dois itens aqui precisam ser achados, a Flecha de Fogo, que destrói moitas de longe e a chave pra abrir a porta final, como em toda dungeon do jogo. Dois puzzles aqui se destacam: o puzzle de fazer as moitas crescerem, que nem é tão difícil assim, e o puzzle do chão quebrado, que requer um pouco de cuidado e atenção quando se anda. É preciso colocar os dois vasos no botões no alto, pegue primeiro o da direita, suba com ele pela esquerda, deixe-o um espaço à direita do outro, segure o L (ou R), vire-se, pegue o outro e coloque no botão. Aí basta se virar, pegar o outro e colocar também. Depois é só seguir pela escada.

phantom tree

Após toda essa papagaiada, achei o Jyad ! Contamos à ele sobre o ocorrido e ele ficou abismado. Falou que existe uma tal de phantom tree que é ótima pra fazer barcos e blá blá blá, ou seja, sobrou pra mim achar tal árvore. Jyad disse que existem monstros à frente impedindo sua passagem. Maxim se oferece pra ajudar em troca dele levá-los ao outro continente. Negócio fechado, é hora de chutar algumas bundas !
Mas hein ? Só essa dupla de leões ? E eu afiando a espada a semana toda….enfim, achamos a tal árvore, Jyad organizou uma galera pra cortar a bendita e prometeu o navio em alguns dias….é, eu vou ter que esperar pra sair velejando por aí…

About Cosmão, o "Velho Piadista"

Meu principal passatempo no asilo do Gagá é escrever livros e livros de Detonados de Diários de Bordo. Aos poucos vou postando no blog :D