Desde Setembro de 2009 os retrogamers ganharam a opção de ler uma revista totalmente dedicada a eles: surgia a OLD!Gamer, que a cada nova edição traz um excelente material sobre os games clássicos. Mas nem tudo foram flores no começo, quando a revista que era prometida para ser bimestral, sempre extrapolava este prazo em suas edições, algo que felizmente não ocorre mais atualmente. Mas mesmo ainda hoje, ter um exemplar da OLD!Gamer nas mãos não é algo tão simples: a revista só é vendida “normalmente” no eixo Rio-São Paulo, sendo que nas demais regiões do país a publicação, quando chega, é com um belo atraso. Ora bolas, estamos falando de uma revista que aborda games antigos, então a questão do prazo pode até ser algo irrelevante para muitos. Só que há mais alguns problemas: o preço da revista, que inicialmente era vendida por 14,90 e hoje sai por 19,90, mesmo não tendo a mesma quantidade de páginas das primeiras edições. E aqueles que compram a revista pelo site da editora que a publica (pois a revista nunca chega na cidade deste leitores) tem que arcar com um frete nada barato. É… realmente é duro ser leitor da OLD!Gamer. Mas para uma revista tão singular, que sempre traz um material tão nostálgico e rico, todos estes percalços valem a pena? Peço que você leitor do Gagá Games responda esta indagação por meio da enquete abaixo:

ENQUETE ENCERRADA! E o resultado foi:

Agradeço a todos os que participaram de mais esta enquete estilo “mamilos”. Até a próxima pessoal! 8)

André Breder is watching you: Você compra a revista OLD!Gamer?
Tags:     

79 ideias sobre “André Breder is watching you: Você compra a revista OLD!Gamer?

  • 11/04/2012 em 4:07 pm
    Permalink

    @doidao66

    uauhahuahua. Não é questão de ser bad, é necesidade mesmo. Estou montando meu apartamento faz um ano. Estou colocando os armários agora e armários planejados são caros pra kct!!!!

    Ainda me apertei pra comprar o Geneseis e o Sega CD pra jogar o Pier Solar. Ainda falta uma prestação de cada pra pagar. Fora que eu tive que me apertar também que um amigo meu foi pros EUA e pedi pra ele trazer uns pre-paid-psn-cards pra mim. E isso tudo foi no início do ano c/ impostos e outras despesas. Quase falí. Não dá pra eu ficar gastando dinheiro com revista. Ainda mais que R$ 20,00 paga o frete de qualquer jogo comprado lá fora… 🙂

    Falow! 🙂

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 11/04/2012 em 4:40 pm
    Permalink

    leandro(leon belmont) alves :
    @cis_negro
    “deixo até uma dica para o gagá conversar com eles para disponibilizarem uma versão digital “paga” em pdf por um valor menor”.
    acho que melhor não Cisne Negro, versão em PDF seria bacana…mas gosto de pegar, tocar na revista enquanto folheio as páginas. e essa é a unica revista de games que compraria. só de ter o Gagá, a Vivi Werneck a quem tenho uma quedinha e o Amer com seu humor negro(no blog dele,ele é mais acido ainda) vale a compra, não sei como o Mestre Senil com seu pensamento profundo sobre games não trabalha na revista, ou pelo menos dá uns pitacos nas edições.
    mas concordo que a revista está muito cara.

    não sei, hoje em dia com tantas opções de leitores de pdf´s (tablet´s e afins) acho que seria um tchan a mais para a revista, sem contar que trabalho em gráfica e eu faria uma impressão para mim no 0800 😀

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 11/04/2012 em 4:44 pm
    Permalink

    Tá, eu reclamo pra caramba que o frete é caro, que o preço da revista é alto e que eles diminuiram o número de páginas, mas, ainda assim, eu compro porque eu AMO essa revista!

    Tenho todas as edições aqui. Algumas ainda lacradas, pois não estou tendo tempo de ler! 😛

    []s

    bootsector

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 11/04/2012 em 5:43 pm
    Permalink

    @leandro(leon belmont)alves
    Espero que goste da matéria do Saturn! Eu acho que ficou bem bacana. E o Senil ainda não trabalha na revista porque senão eu vou ser acusado de nepotismo, he he!

    Marcos A.S. Almeida :
    E se tivesse de “contribuir” seria com o Gagá.

    Nossa, como nunca pensei nisso: conteúdo PREMIUM no Gagá Games, apenas para visitantes pagantes e… digo, valeu pelo crédito! ^_^

    E eu joguei um beta antigo do Oniken, achei legal pra caramba. Preciso pegar a versão mais nova e ver como está.

    @André Breder
    Eu te pago tudo… no dia em que a Sega lançar Phantasy Star V 🙂

    @cis_negro
    Eu também gosto de ter a revista física em mãos, mas apoio totalmente a ideia de uma edição digital. Infelizmente não depende de mim… se pudesse, eu até liberava as minhas matérias de graça na internet para quem quisesse baixar. Uma vez pedi ao Humberto e ele deixou:
    http://www.gagagames.com.br/?p=18026

    Ano que vem vou pentelhar bastante para ver se ele me libera a matéria do Saturn também. Ficou tão bacana, queria muito que todo mundo pudesse ler.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 11/04/2012 em 6:20 pm
    Permalink

    Depois do video “propaganda” do Gaga sobre a edição 7, fiquei tão tentado que comprei desde a #2 a #8 no site. Teria comprado a #1 tambem mas já esgotou. Chegou rapido e leio todos os dias. É ótima a revista. Pra minha sorte, tem uma banca na minha cidade que vende. Então, que venha a #9 \o/

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 11/04/2012 em 7:27 pm
    Permalink

    Compraria e compro. Só que pela internet e pré-venda, nunca mais!
    Aqui em Joinville SC chega na banca antes de chegar em minha casa.

    Sobre a questão da internet, o diferencial é o conteúdo da revista e não a notícia em si, que vem muito mais rápida na internet. Normalmente em revistas, a qualidade dos textos é DIFERENCIADA e algumas vezes superior ao que se tem em internet. Questão de gosto. Gosto de colecionar também. That´s it.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 12/04/2012 em 7:08 am
    Permalink

    Orakio, você PRECISA me fazer um favor. Infelizmente não tenho CC Internacional, então não vou poder contribuir com o Kickstarter do Shadowrun Returns. Consequentemente, também não posso participar da caixa de comentários do projeto.

    O favor é simples: dá uma chorada lá, faz um apelo pedindo pra implementarem uma Matrix LEGALZONA como a do Genesis. Por favor, por favor, por favor. Nem que seja promessa pra caso atinjam 2 milhões, sei lá. Enfim, é isso.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 12/04/2012 em 7:42 am
    Permalink

    Puts meu eu coleciono revistas de games tem uma porrada aqui(Ação Games,Game Power,Super Game Power,Nintendo World,Ngamer,Super Dicas Playstatio,Playstation,GameBook e etc……
    Mas sinto que as revistas mais mais antigas eram mais gostosas de ler!
    “Acho que estou ficando velho ou realmente essas revistas atuais estão muito chatas”.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 12/04/2012 em 8:29 am
    Permalink

    Tá pau a pau a enquete… interessante o resultado. Pelo visto, os motivos para a turma que não compra são basicamente três: preço, distribuição e a concorrência da internet. Ao menos a qualidade não parece ser um problema.

    André Luiz :

    O favor é simples: dá uma chorada lá, faz um apelo pedindo pra implementarem uma Matrix LEGALZONA como a do Genesis. Por favor, por favor, por favor. Nem que seja promessa pra caso atinjam 2 milhões, sei lá. Enfim, é isso.

    Nem precisamos pedir, André: eu estou acompanhando os comentários, e um monte de gente já pediu isso ^_^ Vamos ver que bicho que vai dar.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 12/04/2012 em 11:08 am
    Permalink

    Comprei todas até a edição 6. A 7 ainda não apareceu na minha cidade (Blumenau – SC), mas caso apareça vou comprar.
    Gosto das matérias e acho o preço justo tendo em vista que ela é uma revista muito segmentada.
    Mas gostaria que ela tivesse mais páginas.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 12/04/2012 em 4:06 pm
    Permalink

    Aqui em SP na Av Berrini (onde ficam a Microsoft e Globo) alguns numeros não aparecem…
    Mesmo assim sempre compro, pois a qualidade das matérias são absurdas. Parabens Gaga pela matéria do Saturn!
    Mas o preço é um item que pesa ao vê-la na banca (e pesa ainda mais quando eu não a vejo nas bancas, huahauha).

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 12/04/2012 em 5:28 pm
    Permalink

    Comprei até a edição 5, agora estou esperando um pouco pra aproveitar melhor o frete!
    Lembro que li toda a matéria sobre Phantasy Star da edição 2 em um dia de trânsito e que estava num ônibus que levou um bom tempo pra chegar em casa, o que era pra ser um dia chato qualquer acabou se transformando numa viagem épica! hehehe

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 13/04/2012 em 12:33 pm
    Permalink

    Eu sempre compro, mas não leio… não… eu acho a revista muito boa e adoro ler… é problema de cabeça mesmo.

    Eu sei que é uma publicação cara e tudo mais, mas mesmo assim não me sinto lesado por comprar a revista. Acho que é bobagem de quem é retrogamer. É tipo comprar pornografia quando se tem a internet, sabe? Coisa sentimental.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 13/04/2012 em 4:46 pm
    Permalink

    Acabei de comprar a minha (na Banca de sempre – ZN/SP – Avenida Voluntários da Pátria com a Leite de Moraes).

    A revista nº08 tem 6 matérias e 5 colaboradores; sem o Orakio Gagá e o Gilsomar (novamente), assim não vale os R$19,90 (!).

    A matéria de capa – Sweet Home, está excelente, bem como sobre os jogos com Falsa Exclusividade. Mas sinceramente… continuo esperando um pouco mais, The Elders Scrolls: Arena e Turrican são jogos “desconhecidos” e sem carisma, na minha opinião, não mereciam tantas páginas.

    Saudades da Old! 1, 2, e 3 que falava de SF2, Chrono, Phantasy Star, Jogos de Nave, Donkey Kong e PRINCIPALMENTE jogos para PC. Nem mais entrevista tem. Já nem mais reclamo que não vem poster.

    Vou continuar comprando, pq apesar de tudo, os colaboradores escrevem agradavelmente bem e não temos outra revista neste nicho.

    Valeu meninos…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 13/04/2012 em 8:15 pm
    Permalink

    @Rita @ritalinando

    Mais uma vez valeu pelos comentários, Rita!

    Assim, não acho que a pequena quantidade de colaboradores seja um problema por si só. Depende dos tipos de matérias. Bom, já vou dar o spoiler que o Gagá assina dois textos na próxima edição. O Gilsomar continua na equipe normalmente, é só questão de ele estar atarefado com as outras revistas da casa pelo que me disseram. Você sente falta dos mapas? Curioso que muita gente não curte pelo que vi e me falaram, porque tem imagens demais e textos de menos. Eu gosto. Não sei se um dia a revista poderá voltar com isso.

    A ideia da matéria do Arena era falar o quanto a série The Elder Scrolls evoluiu até o Skyrim. Não acho que seja necessariamente um jogo interessante de ser jogado hoje em dia. É mais pela curiosidade mesmo: tamanho gigantesco do mundo, raças, inspirações etc.

    Em relação ao Turrican, muitos detestaram pelo que vi nos fóruns, Orkut e afins (muitos sem nem sequer ter jogado ou lido a revista para completar). A minha intenção do texto foi mostrar, além de todas as informações de bastidores e curiosidades, como a série é popular na Europa, especialmente na Alemanha. O compositor e o criador do Turrican são bastante famosos por lá e até hoje existe uma comunidade de fãs fazendo novas versões como comentei brevemente no final da matéria.

    O Turrican II sempre consta nas listas de melhores jogos de Amiga. Mesmo que a popularidade desse computador seja quase inexistente no Brasil e mesmo que o leitor não tenha se animado a jogar, eu queria que ele se interessasse por culturas diferentes e pensasse: “puxa, então é disso que os europeus gostam?”. Para completar, eu acho que os jogos mais familiares à formação gamística brasileira que saíram para o Mega Drive e SNES (me refiro ao Mega Turrican, Super Turrican e Super Turrican 2) mereciam mais atenção.

    Sobre as saudades das três primeiras edições, você tem toda a razão. Tirando o Myst e o Arena não teve mais nada específico de PC a partir da quinta OLD!. A boa notícia é que um dos textos do Gagá na próxima edição é de uma série para PC. 😀 Já as entrevistas era algo que estava pensando nesses dias como seria legal se voltassem…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 05/05/2012 em 10:16 am
    Permalink

    Nossa! As primeiras edições levavam 3 semanas ou mais pra chegar nas bancas em relação a distribuição inicial, mas essas 3 últimas edições não chegam aqui nunca! Ando ex-tressado de chegar na banca e ver um monte de revistas fúteis de fofoca e a minha revista nunca vem… 🙁

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *