No mundo dos games, assim como na vida real, é normal cada pessoa ter suas preferências. A última enquete que promovi aqui no blog mostrou isso de uma maneira bem clara e simples, onde alguns preferiam o Mario, e já outros o Sonic. Mas também existem os mais radicais, aqueles que não apenas gostam de algo, que realmente amam e veneram algo com todas as suas forças! E mesmo em um universo tão variado e cheios de possibilidades como o dos games eletrônicos, ainda sim temos grupos de pessoas que são chamadas de “istas”.

Existem hoje centenas e mais centenas de “Nintendistas”, “Seguistas”, “Sonystas” e “Caixistas”, sempre travando “batalhas” em fóruns da internet, e colocando seus pontos de vista como a verdade absoluta. Algo de errado com isso? Eu mesmo não sendo um “ista”, não tenho problema nenhum quanto a existência de pessoas, digamos, mais “fanáticas” no mundo dos games. Mas então uma pulga coçou atrás da minha orelha: e em relação aos leitores do Gagá Games? Será que temos muitos “istas” no nosso quase sempre “eclético” público retrogamer? Então vou lançar mais uma infame enquete, curta e grossa (opa, não vão pensar em besteira): Você é “ista”?

UPDATE: enquete encerrada. Foram 119 participantes, e os resultados foram:

Você é “ista”?

* Não, apenas gosto de games. 72.3% (86 votos)

* Sim, sou Seguista! 13.4% (16 votos)

* Sim, sou Nintendista! 9.2% (11 votos)

* Sim, sou Sonysta! 4.2% (5 votos)

* Sim, sou Caixista! 0.8% (1 voto)

Agradeço a todos os que participaram. O resultado da enquete mostra que o público do Gagá Games é em sua maioria pessoas que apenas curtem os games mesmo, sem se importar com a marca e sim com a qualidade que eles possuem. E é legal notar também que apesar de termos alguns “istas” entre nós, tais pessoas não são extremistas radicais, os quais eu nem chamaria de “istas”, e sim pessoas que tem mais carinho por uma empresa específica, mas sem menosprezar as outras.

ENQUETE ENCERRADA: Você é “ista”?
Tagged on:                 

45 thoughts on “ENQUETE ENCERRADA: Você é “ista”?

  • 25/08/2010 at 12:09 am
    Permalink

    Arrasei no Votamento Instantâneo!
    Eu tenho fases… Ultimamente aprecio muito os consoles da sega por não ter convido com eles na infancia como com os da nintendo. E no geral, sou contra o Playstation… Existe um ista para os nãoplaystation?

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 12:15 am
    Permalink

    Já tive minha época de Seguista. Mas foi mais pela falta de ter um console da Nintendo que não fosse um GB.

    Eu poderia me considerar um “Konamista”! Isso sim hehe

    PS- Cara.. eu teria uma camisa com esse “André Breder is watching you” só porque quando eu comecei com o site, todos os sites que eu ia pedir parceria, tava ele lá como autor hehehe

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 12:23 am
    Permalink

    GLStoque :

    E no geral, sou contra o Playstation… Existe um ista para os nãoplaystation?

    Como eu sou não sou um “ista” só conheço a coisa no âmbito de “expectador” mesmo, vou mais dar minha visão sobre isso. Bem pelo pouco que eu compreendo sobre o assunto, todo “ista” que não seja um “Sonysta”, odeia o PlayStation e suas sequências e derivados.

    Bode de Boina :

    PS- Cara.. eu teria uma camisa com esse “André Breder is watching you” só porque quando eu comecei com o site, todos os sites que eu ia pedir parceria, tava ele lá como autor hehehe

    Uuhauahuah… já fui um cara “multiblog” no passado realmente… hoje participo mesmo mais do Gagá Games… a velhice e a falta de tempo é algo que já está começando a pesar…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 12:32 am
    Permalink

    Meus videogames praticamente sempre foram Nintendo até o N64, depois disso tive um PSX e agora tenho um PSP. Mas não me considero um ista não até porque eu sempre tive vontade de ter todos os consoles de todas as gerações, mas por falta de grana eu sempre tive que optar por um e só.

    A única época que tive dois consoles foi com o N64 e o PSX, mas tive que acabar me desfazendo de um deles apesar de gostar de ambos.

    Hoje eu optei por ter um PSP, até porque eu nem tenho tanto tempo pra jogar em casa, e como meu trabalho atual é como plantonista em uma empresa e praticamente eu recebo para ficar sentado em uma cadeira optei pelo portátil da Sony.

    Quanto a Sega meu contato com ela foi muito breve, todo mundo nas redondezas só tinha Snes então não joguei praticamente nada de Master e Mega, e muito menos Saturn e Dreamcast. Mas sempre tive curiosidade, e um dos lados bons do meu atual portátil é que ele emula praticamente qualquer console lançado antes dele, eu já estou fazendo uma seleção de jogos da Sega (pelo menos os mais conceituados)e em breve vou correr atrás do tempo perdido.

    Eu me considero apenas um cara que gosta de games bons não importando qual marca ele possui.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 4:14 am
    Permalink

    Cara… eu posso dizer que tive um monte de consoles, e não me dou ao luxo de falar que sou um nintendista, seguista e talz…( ainda tenho um commodore e um 3DO ,tranqueiras que eu tenho maior carinho ).

    Gosto mesmo é de games! Em geral, os clássicos, os mais atuais, tanto faz, eles tem que serem bons ( pelo menos pra mim ) , também não recrimino nenhum “ista” , até porque gosto é que nem … cotovelos! cada um tem os seus!

    O que posso dizer é que eu sou “ista” em alguns jogos que eu curto, posso dizer que sou um “Chrono Crossista” , “Zeldista”, ” Super Metroidista” e poraí vai ao infinito e além…

    Sou um “RETROISTA”! Esse “ista” posso afirmar que sou, sim!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 4:15 am
    Permalink

    John Agra :
    Cara… eu posso dizer que tive um monte de consoles, e não me dou ao luxo de falar que sou um nintendista, seguista e talz…( ainda tenho um commodore e um 3DO ,tranqueiras que eu tenho maior carinho ).
    Gosto mesmo é de games! Em geral, os clássicos, os mais atuais, tanto faz, eles tem que ser bons ( pelo menos pra mim ) , também não recrimino nenhum “ista” , até porque gosto é que nem … cotovelos! cada um tem os seus!
    O que posso dizer é que eu sou “ista” em alguns jogos que eu curto, posso dizer que sou um “Chrono Crossista” , “Zeldista”, ” Super Metroidista” e poraí vai ao infinito e além…
    Sou um “RETROISTA”! Esse “ista” posso afirmar que sou, sim!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 8:35 am
    Permalink

    Muito boa a enquete, Breder. Eu sou contra os ístas e todo tipo de fanatismo. Qualquer pessoa fanática fica chata, sem exceções.

    Todos os consoles tem jogos memoráveis, outros nem tanto, mas todos tem as suas ‘jóias escondidas’.

    Sempre digo que: “Seja gamer, mas não seja um patético fanático”

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 8:55 am
    Permalink

    Bem, eu não sou “ista”. Gosto de bons jogos, independentemente da plataforma para qual eles foram lançados.

    Acredito que tudo que é levado ao extremo é ruim. Idolatrar um console ao ponto de atacar usuários de outro produto é um fanatismo que não faz sentido, afinal os únicos que por um lado ficariam contentes seriam os donos das empresas, que saberiam da existência de fiéis consumidores. Mas fanatismo existe em qualquer lugar.

    Não nego que já fui influenciado por esses modismos. Lembro-me certa vez que meu primo havia ganhado um Mega Drive, e eu na época possuia um “videogame X”, não me lembro qual era. Ele veio contar-me da novidade extremamente contente, e eu, numa atitude idiota, tratei-o com desdém e depreciei o console, sendo que eu mal havia jogado os jogos dele. Acho que nem preciso dizer qual a feição que fez meu primo naquele momento.
    O fato é que depois desse momento, nas idas minhas à casa de meus tios, ficava por horas a fio a jogar os jogos que ele tinha, dos quais me lembro de cor: Ayrton Senna’s Super Monaco GP II, Batman, Captain America and the Avengers, Gain Ground, Hard Drivin’ e Super Airwolf. O resultado é que até hoje eu adoro esses jogos.
    Algum tempo depois meu primo me deu seu Mega Drive, que guardo até hoje, com estima.

    Enfim, o que ganhei ao discriminar um console que eu mal conhecia, só porque ouvia os outros dizerem que ele era ruim? Remorso, afinal meu primo não merecia isso. Mas por outro lado vi que outros consoles também podem ter bons jogos.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 9:01 am
    Permalink

    Gosto de games em geral e não tenha nada contra um console especifico.

    Mas … tenho predileção por aqueles jogos que só existem nos consoles da Nintendo como Mario (toda a franquia principalmente Mario Kart), Metroid, DK, Zelda, etc.

    Então acho que isso me torna Nintendista, que me leva a comprar os consoles desta empresa, mas como já disse adoro é jogar videogame e por isso também já tive outros consoles.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 9:08 am
    Permalink

    Isso me faz lembrar uma frase muito legal que ouvi por aí:

    “Não existe seguista, nintendista ou sonysta; o que é existe é pobre que só tem como comprar um console”

    Meu primeiro videogame foi um Mega-Drive. Ele me divertiu por uns 6 anos. Depois, arrumei um Nintendo 64. Joguei bastante os clássicos. Agora arrumei um PS2 e um PC, que uso mais para jogar os games do Mega-drive do que qualquer outra coisa.

    Por isso, posso me considerar um seguista. Prefiro acompanhar o Sonic em suas tentativas de redenção social do que o Mario estrelando um jogo de boliche. Mas, se eu tivesse ganhado um Super Nintendo em primeiro lugar, com certeza a história seria muito diferente!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 9:08 am
    Permalink

    Eduardo Shiroma :
    (…) Lembro-me certa vez que meu primo havia ganhado um Mega Drive, e eu na época possuia um “videogame X”, não me lembro qual era. (…)

    Perdão, mas a não ser que isto tenha acontecido a 137 anos atrás ou se o console era muito ruim pra jogar, o fato é que é muito difícil de acreditar que alguém não se lembre qual videogame tinha.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 9:09 am
    Permalink

    Sou contra “ístas”. Tive genesis, game boy, playstation e hoje tenho um Wii. Aceito e jogo o que vier.

    Uma vez eu estava acompanhando uma “console warz” em um forum. O pessoal ficava falando coisas do tipo “gamers hardcore preferem o console XXX, o console YYY é para casuais!” quando um dos membros comenta algo assim:

    “Vocês ficam brigando para ver qual console é melhor e ainda têm coragem de dizer que são gamers ‘hardcore’? Um gamer hardcore tem OS TRÊS consoles desta geração e também um PC potente dedicado a games. Criem vergonha na cara”

    Esse comentário me marcou muito e até hoje o considero fantástico – pena que eu não me lembro qual forum era.

    Creio que as briguinhas “console warz” só prejudicam os games. Quando vejo que em uma discussão começaram a surgir os típicos comentários “Wii é casual e só tem shovelware”, “PS3 haz no gaems!”, “360? Enjoy your 3RL lol”, eu me retiro. O correto é gostar dos jogos pelo que eles são, indepente da plataforma lançada.

    Acredito que todos os gamers realmende gamers teriam, se tivessem $$$ infinito, os três consoles, sem ficar “mimimi só terei o console da empresa XXX”; e, quando não têm $$$, escolhem o console pela biblioteca de títulos que mais lhe apetecer (como eu fiz com o Wii), e não por “ísmo”.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 9:20 am
    Permalink

    @Hideto
    Aproveitando o comentário do amigo, só queria acrescentar que eu posso me considerar seguista, mas eu não vejo necessidade em ficar “basheando” os outros consoles e jogos de outras empresas. Quem faz isso só sai perdendo, porque deixa de aproveitar as obras-primas de outras produtores por puro orgulho!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 9:20 am
    Permalink

    Marcelo Gouveia :
    Perdão, mas a não ser que isto tenha acontecido a 137 anos atrás ou se o console era muito ruim pra jogar, o fato é que é muito difícil de acreditar que alguém não se lembre qual videogame tinha.

    Hahahaha! Temia que isso fosse perguntado.
    Acredite, não me lembro. Isso aconteceu há uns 15 anos atrás, e estou certo que o console que eu possuia era ou um Super Nintendo, ou um PlayStation. Como fiquei em dúvida entre um e outro, optei por não citar nenhum dos dois.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 9:33 am
    Permalink

    Eu não sou ista. Eu até pensei que fosse, mas não sou. hehehe

    Eu tive 3 consoles da Sega, 1 portátil da Nintendo e 2 consoles da Sony.

    No caso da Sega, por ter gostado MUITO do Master System, decidi continuar com o Mega Drive. E por ter gostado Do Mega, comprei o Saturn. Ou seja, como a empresa estava me agradando com seus jogos, não vi motivos para deixar de comprar um console da Sega para comprar um da Nintendo.

    Por outro lado, quando eu ia jogar em locadoras, era só Snes!

    Sobre os istas, eu apenas lamento. Eu tenho certeza absoluta que a guerra que eles participam tem um resultado: eles deixam de aproveitar, pelo menos, 50% de ótimos jogos que foram e são lançados no mercado. E quando eles percebem a verdade, que o que importa é a diversão, aí pode ser tarde demais.

    No meu caso, o maior desafio da minha vida de gamer é tentar chegar aos 100%. Jogar tudo. TUDO, mano. Mas é uma tarefa impossível, claro. Me contento em chegar nos 80%, garantindo aí todos os clássicos.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 10:01 am
    Permalink

    Votei a primeira opção. Apesar de ter muito carinho pela Sega (por causa do Mega Drive e do Saturn), nunca me considerei um seguista! Já tive a maioria dos consoles, alguns muito exóticos e por causa disso aprendi que o que faz um videogame não é sua empresa ou suas especificações, mas sim seus jogos!

    Vou pegar o Neogeo por exemplo. Ele pode ser considerado um console “perfeito”, pois não há jogo em sua blibioteca que o desabone. 100% dos títulos do Neogeo são AAA. Nenhum console da Sega, da Nintendo, da Sony, da Microsoft e de qualquer outra conseguiu tal proesa, pois como tem jogos AAA esses consoles tem jogos ZZZ! São portanto equilibrados.

    Já pegando o Atari Jaguar de exemplo ele é o oposto do Neogeo. 98% dos jogos de sua biblioteca, seja em cartucho ou em CD são podres, injogáveis! Tirando Alien VS Predator e Raiden, não há jogo que preste para esse console.

    Atualmente tenho um PS3 da Sony. Sou sonista? Não! Antes de comprar um, ponderei muito entre ele o XBOX360. No final das contas, levando em consideração o que eu esperava e o que queria, não pude ser mais feliz na minha escolha. Pela primeira vez na minha vida gamer não tive a menor dúvida ou arrependimento na escolha.

    Alguém pode se perguntar, e o Wii? Por que vc não levou ele em consideração? Muito simples. Não é o meu estilo. Não supre minhas necessidades gamísticas. É um bom console, só não serve pra mim. Por isso dou graças a Deus pela existencia do Dolphin, pois assim posso emulá-lo no PC e conhecê-lo e seus jogos também. O mesmo vale pro X360. Só vou conhecê-lo a fundo através da emulação (quando vier a existir).

    Falow!!!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 10:05 am
    Permalink

    Não sou “ista”, apenas gosto de games bons. Meu primeiro videogame foi um Master System, depois meu irmão comprou um Mega Drive, mais tarde um Saturn, e enfim um Dreamcast. Por isso sempre curti mais os jogos da Sega, mas “ista” nunca fui.

    Esse fanatismo é uma besteira sem tamanho, quem é “ista” deixa de conhecer muitos jogos bons. O Nintendista que deixa de jogar Sonic 2, Comix Zone, Phantasy Star e outros, não sabe o que está perdendo. O mesmo pro Seguista que deixa de jogar Metroid, Zelda, Mario…
    O mesmo se aplica pra atual geração de games, apesar de eu não ir muito com a cara do Xbox360 e do PS3. Mas isso é mais pelos consoles, um que dá perda total à toa, e outro que é caro demais, só pelo maldito BluRay.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 10:07 am
    Permalink

    Votei na 1º opção. Apesar de começar na “vida gamística” com um famiclone (Bitsystem), eu na época (começo dos anos 90) peguei gosto pela SEGA pois a maioria dos meus conhecidos tinham um Mega. Então eu era “seguista”, sempre q tinha algum assunto envolvendo a SEGA eu achava demais!. Meu irmão mais novo teve um Master e beeem depois eu peguei um Playstation. Mas depois q meu pai comprou o nosso primeiro PC (1997), eu deixei esse negócio de “ista” de lado e passei a pegar bronca de quem é fanático por algo. Acho que o gamer de verdade aproveita tudo q for relacionado à área, pois assim ele pode tirar conclusões mais acertadas sobre tudo relacionado.
    Té mais!!!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 10:18 am
    Permalink

    Os consoles que me marcaram mais foram Atari 2600, Master System e Mega Drive. Gosto de brincar (sério, por pertubação mesmo) que sou Seguista – mas isso é devido ao fato de eu ter jogado mais Master e Mega na época do NES e SNES. Mas o PC entrou na jogada e trouxe jogos que só viriam depois nos consoles – nem SEGA nem Nintendo, a partir de 1992 eu teria virado um “PCzista” (inclusive, acho que faltou essa opção na enquete…) pra só voltar a ter contado diário com os consoles quando me tornei colecionador, por volta de 2004.

    Em papos de locadora na época, tinha muito garoto que tomava partido mesmo; eu achava meio bizarro. Como não se apaixonar por F-Zero ou Star Fox quando o SNES saiu (se o cara for Seguista)? Ou ficar louco para experimentar Sonic e Golden Axe no Mega Drive (se for Nintendista)?

    Acho que quem se interessa por jogos eletrônicos, como estilo de vida (hobístico ou não) como eu e muitos aqui, é claro que é burrada tomar partido de uma empresa. Aliás, dizem que os fanboys da Apple são os mais insuportáveis de todos, rs

    Anyway…

    Termino com esta foto pra deixar todo mundo encucado:

    http://cosmiceffect.files.wordpress.com/2010/02/superconsole1.jpg

    Um grande SEGAAAA pra vocês 😀 😀 😀

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 11:05 am
    Permalink

    Pra mim esse lance de ista é coisa de criança…..a maioria aqui é maduro o suficiente pra entender que independente de qual seja o videogame ele sempre vai ter pelo menos um jogo bom(com exceção do N64 =P)……é lógico que cada um tem suas preferências por esse ou aquele sistema já que tem mais jogos que o agrada..eu por exemplo elejo o Nes, Snes e Mega como meus consoles preferidos de todos os tempos devido a eles terem muito jogos de ação e plataforma 2D que são meu gênero preferido….

    Ah, já que se trata de retrogames deveria incluir a opção “Arcadista” também…hehehehhehe….

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 3:35 pm
    Permalink

    Nunca fui ista, e me considero até um sortudo!

    Não que eu tivesse grana, mas eu sempre trabalhei desde meus 9 anos, ou seja, tinha minha graninha e obviamente gastava com jogos e guloseimas.

    Eu comprava video game em consórcio que a locadora da cidade fazia para conseguir vender mais, ou seja, pagava parcelado e eram grupos de 8 meses, o mais longe que consegui foi 4 meses de espera, ou seja, ótimo! Antes destes, eu ganhei um tele-jogo e depois um Atari 2600, todos os posteriores foram comprados com meu suor.

    Lembro-me bem, na época ferranha de Sega x Nintendo, eu tinha o Super Nintendo e o Mega Drive. Pouco tempo de pois saio o 3DO, comprei 1, e logo depois adquiri um Sega-CD. Saio o Playstation, comprei um, e pouco tempo depois um Nintendo 64.

    Veio o Dreamcast e também comprei um, da minha turma eu era o único que tinah o prazer de ter a disposição um Mega Drive, Super Nintendo, 3DO, Playstation 1, Nintendo 64 e um Dramcast em seu quarto!

    Passei reto pelo Game Cube, Playstation 2 e Xbox I. Hoje, tenho um Nintendo DS Lite, um Xobox 360, um Playstation 3 e o PC montado para jogos.

    Então, em nenhum momento da minha vida fui ista, pois sempre tive mais de um console a disposição. Confeso que tenho certa queda pela critividade dos jogos da Nintendo, mas sou gamer na veia, não tenho preferencia pelo console, mas sim pelo melhor jogo!

    Quanto aos istas, já tive uns “arranca rabos” com uns, mas hoje os despreso e tenho pena deles viverem com “tapa olhos” para o que o mercado oferece de melhor, mesmo que você não possa ter todos os consoles, tem que reconhecer que tem muita coisa boa para todas as plataformas, só não vê quem não quer ou que é imbeISTA… ops, ISTA!

    Desculpem a brincadeira no final, hauhaa…

    Forte abraço!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 3:37 pm
    Permalink

    Bem desde que me conheço por gamer (lá se vão 22 anos e meio), sempre gostei de bons jogos, independentes por qual soft house fossem feitos (Sega, Nintendo, Irem, Capcom, Konami, Taito, Namco, Cave e outras). Uma que deixou saudades foi a Toaplan (Out Zone e Batsugun clássicos). E em cada uma delas tenho meus jogos favoritos independente do gênero. Ou seja gosto de jogar um Sonic tanto quanto um Super Mario, um Final Fight quanto o Teenage Mutant Ninja: Turtles in Time, um Gradius quanto um Darius e por aí vai. Resumindo o que mais me importa o quanto tal jogo pode me divertir e dar um certo grau de desafio sem ser irritante.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 5:03 pm
    Permalink

    bom, meu primeiro console foi um master system, por isso tenho um carinho e sentimento de nostalgia enorme por ele, daí um amigo de infancia comprou um mega drive e humilhou a mim e todos meus colegas que tinham master e nes.
    logo depois ganhei um snes e me vinguei, mas acabamos até trocando de consoles (uia!) muitas vezes.
    essa época me marcou muito por ser muito divertida, eu e meus amigos vivíamos pra jogar,tanto no mega quanto no snes, e não nos preucupávamos com contas e os problemas da vida, rsumindo, o que me marcou foi a diversão, não importa em qual console.
    hoje tenho um ps2 ( pulei do snes direto pra ele) e o pc jogo tanto jogos deste quanto muuuuuuuitos emuladores…( pc engine ruleia!!!!)

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 8:33 pm
    Permalink

    Eu acho que deveria existir um nome pra um cara que tenha mais preferência por uma empresa, mas que não fecha os olhos para os bons jogos que têm em volta.

    Porque eu gosto muito da Sega, mas se eu for chamado de Seguista, aí já viu, o pessoal vai me olhar estranho, não me levar muito à sério hehe

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 8:52 pm
    Permalink

    Votei na primeira opção…

    Nunca fui de defender uma marca de consoles, sempre gostei muuuito de games, podia ser até aqueles mini-games safados paraguaios com joguinhos de F-1 e depois os de variações do Tetris (99 in 1 !)

    Ultimamente confesso que ando um pouco nintendista e já me peguei travando discussões ferrenhas para defender o Wii lá no trabalho. Tem um colega que tem um finado X-Box 360, finado porque o console sofreu do mal do Anel vermelho da morte. O cara vive falando que o X-Box é melhor pq tem Gears of War, Halo 3 e etc, os gráficos são incríveis, os caras são geniais e desce o malho no Wii dizendo que é fraco e etc…

    Tecnologicamente o Wii é fraco sim, mas aí eu vejo as séries clássicas da Nintendo ressurgindo no console como Metroid Other M, Zelda Skyward Sword, games do Kirby e do Mario e eu vejo o capricho com que os caras fazem os games. Ultimamente eu prefiro coisas que se destaquem do que games de “moda” embora Halo 3 e Gears of War sejam sensacionais, eu vejo a Nintendo se destacando mais nesse seguimento. Eu paro para ver o passado da Nintendo com o Nes e o Snes, o sucesso da Nintendo com os portáteis, tive a oportunidade de pegar num Nintendo DS por um tempinho, fora a emulação e fiquei muito impressionado com o que vi.

    Hoje em dia eu defendo a Nintendo por causa do seu passado, da sua criatividade constante, mesmo que não seja nem 50% original, mas sempre tem um ponto positivo à mais que a concorrência.
    Pra vocês verem : A Microsoft não resistiu e tá lançando o Kinect e a Sony aquele controle cópia do Wiimote.

    Ah, se eu pudesse, teria todos os consoles da atualidade sem preconceitos, porque o meu negócio é game de qualidade ! Seja ele Halo 3, God of War 3 ou Mario Galaxy 2.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 10:10 pm
    Permalink

    Eu não sou nenhum ista mas queria ter varios videogames por que eu sempre acompanhei de perto cada um deles e também quando criança não tinha condições de ter um videogame por isso eu só lia as revistas de games que um amigo comprava ou jogava nas locadoras e também na casas dos amigos .

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 25/08/2010 at 11:35 pm
    Permalink

    @André Breder
    Concordo com o cara aí de baixo que disse que gosta de jogos bons.
    Quando digo que sou contra o playstation, penso mais em jogos de temática adulta que são o carro chefe dessa plataforma como FPS, Jogos de Corridas com Carros, Survival (de terror é assim?) ou GTAs da vida. Jogos bons de psx pode ser apreciados.

    Sô ista não.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 26/08/2010 at 9:29 am
    Permalink

    @Flávio de Oliveira

    Concordo, tenho o Ps3, o W ii, Um super PC e um Dingoo e amo a todos. Meu coração sempre cabe mais um (sem viadagem, rs).

    O Wii pode não fazer aqueles gráficos HD que meu PC faz, mas é o console que mais jogo. O capricho da N intendo nos games transcende a gráficos, baseando-se bastante em gamaplay. Prá mim jogos como Mario Galaxy 2, por exemplo, já são suficientemente bem feitos.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 26/08/2010 at 10:58 am
    Permalink

    Também nunca fui ista, o que vale pra mim é o jogo, independente da plataforma. Sempre gostei de Sonic (16 bits, claro), mas não é por isso que não me aventuraria num SNES pra jogar Mario Kart, Chrono Trigger, Star Fox, etc.
    OFF: Agora tenho mais um casal de gerbils, os quais nomeei Lucian e Lenneth.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 26/08/2010 at 11:29 am
    Permalink

    as respostas parecem estar interessantes mas hj eu tow com uma preguiça desgraçada de ler… bem, no geral o que eu observo aqui no gagagames (e os retrogamers em geral) é que o pessoal tem um tipo de “paixão” pela sega (em especial pelo dreamcast) mas de repente isso é só impressão minha… eu não gosto de me denominar ista mas inconcientemente eu sou nintendista hehehe…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 26/08/2010 at 4:44 pm
    Permalink

    Sou um seguista viuvo, pois essa sega de agora não mais a minha amada sega da era 8 e 16bis.

    Hoje em dia jogo seus maravilhosos games em meu PSP (mais até que os jogos do sistema), como para mim a sega morreu, eu acabei me tornando um PCzista por tabela (emulação), e acabei investindo tempo, dinheiro e conhecimento para fazer de minha máquina uma usina de games com gráficos melhores que os videogames de ponta (mas infelizmente eu não tenho “bala na agulha” para fazer um PC TOP, o meu é apenas BOM sem ser demasiadamente caro).

    e viva aos retrogames!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 27/08/2010 at 12:19 am
    Permalink

    Apesar da simpatia pela SEGA nunca fui “ista”. Tive Master System da SEGA, daí fui para um SNES da Nintendo, voltei para a SEGA com o Saturn, migrei para a Sony com o PSX, voltei pra SEGA com o Dreamcast e agora estou com a Nintendo com o Wii.

    Na época dos 16 bits era até engraçado, porque eu tinha um Super Nintendo mas meio que torcia para a SEGA 🙂 A verdade é que as duas empresas faziam jogos tão bons que a gente tinha gosto até de ver o rival se dando bem.

    Mas não, não sou “ista”. Acho besteira isso, videogame não é futebol. Minha empresa favorita no momento é a Nintendo, mas não digo amém para tudo o que eles fazem, nem malho tudo o que vem da Sony e da Microsoft.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *