Diário de Bordo:

Saudações novamente meninos e meninas, darei inicio a quarta parte do diário de bordo. Preparem-se que eu tenho uma surpresinha pra vocês, um visitante meio inesperado em Crusader of Centy:
Na verdade, logo após o Vale Dahlia, existem mais dois caminhos a se seguir: Um deles leva a praia Anemone e o outro ao Hot Daisy, quando segui para Hot Daisy, além dos Dragões de fogo alado que não morrem com a minha espada, ainda dou de cara um uma enorme lagoa de magma vulcânica impossível de transpassar no momento. Então só me resta escolher o caminho que leva até Anemone para tentar descobrir como vencer este obstáculo.

A praia Anemone estar repleta de inimigos, um jogador relativamente hábil não teria muitos problemas, embora tenha percebido que a tática para não ser atingido era o movimento cauteloso e gradativo para não ser tapeado pela câmera e surpreendido pelos inimigos que surgem muito em cima, principalmente as “Estrelas voadoras do mar”. Entretanto, com certeza foi uma surpresa encontrar o nosso tão amado amigo porco espinho tomando um banho de sol deitado em sua espreguiçadeira alaranjada.

Você aqui?! Tu não te enganaste de jogo?
Você aqui?! Tu não te enganaste de jogo?

Conversando com os animais:
Voltamos em mais uma seção mentirosa de “conversando com os animais”. Depois de tanto correr atrás do famigerado e mau caráter Eggmen, Sonic desfruta de suas férias sob o sol em uma gostosa praia em Crusader of Centy, seria muito fácil deduzir com isso, baseado em sua reclusão, que o nosso tão amado porco espinho queria sossegar antes de participar de seu novo game. Entretanto, como eu não dispenso um papinho legal com os meus ídolos, não pude me conter.

– Com licença. Você poderia me informar onde é que fica o… Espere um minuto, eu te conheço de algum lugar.
– Finalmente, alguém reconheceu a minha fama. De onde garoto?
-Não sei… Hum… Há sim! Claro! Eu não estava me lembrando porque você está sem o capuz vermelho.
– Que capuz vermelho ô moleque?
– Ué! Você não é a Chapeuzinho Vermelho?
– Não! Tenta de novo.
– Deixe-me ver…
– Anda logo, estou esperando.
– Calma… Sim! Você é o Lobo Mau!
-Putz! Nãããooo! Por acaso eu tenho cara de Lobo Mau? Tenta de novo.
– Hum, deixe-me pensar… Você pode dar uma dica?
– Mas que moleque burro! Tudo bem: “Sou o mais rápido do mundo.”
– Há sim! Você é o Papa Léguas!
– Papa léguas é a Put… (Declaração removida pela censura)
– Caramba! Mas que boca suja.
– Deixa de conversa e tenta de novo.
– Pode dar outra pista?
– Tá bom! Com essa você acerta: “Eu sou o mascote da SEGA.”
– Há sim! Claro! Porque não disse antes? Você é o Mário.
– Mário é o Caralh… (Ops! Quase que a censura perde essa)… Eu disse sega, SEGA SEEEEEGAAAAAAA!
– Há sim! SEGA! Foi mal.
– Tudo bem. Já me reconheceu?
– Mascote da SEGA… Mais rápido do mundo… você é o…
-…
– Alex Kid!
– Dá um fora daqui seu pirralho desprovido de inteligência, ou então…

Ta certo que esse não foi dos mais engraçados, mas tudo bem, vamos retornar ao diário…
No estremo norte da praia eu confirmo o que a franga disse encontrando um vilarejo habitado somente por animais, sorte a minha já que é só com essa raça que eu consigo conversar. Neste povoado eu descubro que mais ao norte existe uma espécie de vale alagado onde alguém parece estar em perigo, mas o vale foi isolado da vila por uma rocha colocada pelo elefante a mando do macaco.

NOTA PESSOAL DO YOZ: Isso é que dá você ficar lendo as coisas que eu escrevo. Todavia, garanto que apesar de parecer absurdo o escrito da parte sublinhada no parágrafo anterior, é a mais pura verdade, até mesmo porque eu jamais disse sequer uma única mentira em toda a minha vida. >;-)

Mais uma habilidade aprendida.
Mais uma habilidade aprendida.

– Eu tenho a força!
– Abaixa esses braços ô moleque que a sovaqueira ta derrubando o papel de parede do meu barraco.

Bem, no vilarejo tem outra coisa interessante também, como a loja do Ramsey que aluga gatos salva vidas, é sempre bom ter um por perto.

Após adquirido a força necessária para levantar a rocha do norte, eu prossigo rumo ao mesmo para investigar o misterioso choro que vem de lá.

P()##@ Mac! Faz alguma coisa! Tem bicho por todos os lados!
P()##@ Mac! Faz alguma coisa! Tem bicho por todos os lados!

É isso aí! Além de Camarões saltitantes cuspidores e Lesmas assassinas raivosas, ainda têm o vento que sopra do Leste ou do Oeste pra me atrapalhar. Entretanto, sabendo o intervalo de tempo entre cada ventania e sua próxima direção, descubro que posso pular muito mais distantes do que o normal.

O que eu não faço por uns trocados pro fliperama?
O que eu não faço por uns trocados pro fliperama?

Devo salientar também que este é um lugar relativamente complicado, eu tive de andar por todos os caminhos disponíveis para saber que, enquanto alguns levam para lugar nenhum, outros tem grandes recompensar.

Fruta do vale do choro!
Fruta do vale do choro!

Passado todos os obstáculos e coletados todos as riquezas do lugar, finalmente chego no segundo chefe, ele parece estar tomando como refém um doce e inocente pingüim.

Nossa mas que olhos grandes você tem! E remelentos também!
Nossa mas que olhos grandes você tem! E remelentos também!

Após o termino da batalha, Chilly, o pingüim, finalmente é salvo e entra no grupo. Ele me diz que vivia numa ilha chamada Freesia, mas seu povoado foi atacado e ele capturado. Dentre suas habilidades, além de proteger Corona, ele também transforma o arremesso comum de espada em espada arremessada de gelo. Será que eu poderei congelar o lago de lava do Hot Daisy?

De passagem pelo vilarejo, noto que os diálogos dos habitantes também mudou. Fui informado que eu obterei a habilidade de correr mais rápido na vila de Medium Lily, e que este lugar fica perto de Hot Daisy. Além disso, nada de importante, somente agradecimentos e flores (Me lembrei da vaca) por ter derrotado o polvo, e nenhuma comida.

Há! Raaaaa! Suspeitei desde o princípio.

Bem, após resolver mais este problema, vou pressionar F5 do teclado do meu computador para salvar os progressos, e irei tomar o meu remédio e descansar as costas. Outro dia eu apareço dizendo como será o prosseguimento de minhas aventuras ao lado de Corona e os bichinhos habilidosos.

Crusader of Centy – Fate of the World
Tagged on:             

8 thoughts on “Crusader of Centy – Fate of the World

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *