bann-starflight

Starflight-robo_gaga

  • O Instituto era uma sociedade de cientistas e outros intelectuais convencidos da inevitável destruição do Império.
  • Muitos mundos foram destruídos pelas bombas planetárias (ou “ovos negros”) dos phlegmak.
  • O projeto Noah foi lançado pelo instituto como tentativa final de sobrevivência do Império e da raça humana.
  • Na constelação do cajado, que segundo os mechans fica para o “norte” do mapa (upspin), o segundo planeta, New Scotland, está cheio de Endurium. Não entendi nada… onde fica isso? Estamos em 4620, o Google Maps não evoluiu nada de lá para cá?
  • O Império se dividiu em várias facções. Uma era liderada por Layton, e acreditava que o império era maligno e deveria ser extinto. É inimiga do projeto Noah.
  • Estação subterrânea do Instituto na Terra, coordenadas 12N x 104W. Raios, onde fica a Terra?
  • Base do Instituto: 75S x 66E, em Akteron 6. POMBAS, ONDE FICAM ESSES PLANETAS?!
  • O Instituto trabalhava frequentemente com os Elowans (os homens-planta, lembram?) e estudava os Antigos.
  • No Império havia muitas teorias sobre os antigos. Uma dizia que eles viajavam pelo universo semeando a vida. Outra, que eles voltariam para julgar a humanidade.
  • Dizem que o dispositivo conhecido como Planeta de Cristal foi construído pelos Antigos.
  • Rumores dizem que numa nebulosa em espaço spemin há uma grande cidade dos Antigos, supostamente no planeta mais próximo do sol.  Hm… nebulosa com uma raça inimiga? Lembram da coça que levei anteontem? Foi numa nebulosa.
  • Mechans descobriram ruínas no planeta gelado do sistema deles, em 36N x 90e. ONDE FICA ESSE SISTEMA?!
  • Quando os mechans deixaram a Terra, o Instituto já pesquisava anomalias na emissão de radiação no… SOL? Está escrito SOL mesmo, e não “sun”.
  • “SOL, obviamente, está na constelação de Pitágoras”… ótimo. Tô roubado, acho que nem lembro mais quem foi Pitágoras. Cara, eu preciso descobrir onde ficam essas constelações. SOL talvez seja o sistema solar.
  • O Instituto tem uma estação de pesquisas para naves no centro do polo norte de Marte.
  • Evidências de ruínas do Império em 28n x 4E em um dos planetas no sistema classe G nas proximidades. Não investigaram porque o sistema fica em espaço Veloxi e é guardado por um robô.
  • O Instituto descobriu um aumento na instabilidade das estrelas ao leste (coreward). Os bancos de dados têm várias referências ao constante crescimento dessa “zona morta”.

Segundona vamos investigar essa bagaça toda!

Diário de bordo espacial: Starflight, 20091030F
Tags:             

3 ideias sobre “Diário de bordo espacial: Starflight, 20091030F

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *