Olá amigos do Gagá Games! Mais um final de semana chegando e também um feriadão na área, mas mesmo assim eu, o incansável retrogamer André Breder venho trazer até vocês mais uma edição do Recordar é envelhecer! Hoje vou lembrar de um game que joguei muito na época em que eu ainda não usava dentadura: Teenage Mutant Ninja Turtles III, do NES. Após o sucesso estrondoso do segundo jogo das Tartarugas no console de 8 Bits da Nintendo, a Konami que não é boba, tratou de fazer uma sequência para saciar a “fome” dos fãs! Confira mais sobre este clássico nas linhas abaixo:

Introdução:

Teenage Mutant Ninja Turtles III – The Manhattan Project seguiu os mesmos moldes do jogo anterior das Tartarugas Ninja no NES, mas trouxe, claro, algumas melhorias.

Após a última vitória em cima do Destruidor, os heróis cascudos estão tirando suas merecidas férias numa boa praia. Mas a vida de herói não é fácil, e durante a transmissão de uma reportagem de April na TV, o velho arquiinimigo das tartarugas surge novamente! Destruidor está afim de estragar as férias das jovens tartarugas, e para isso além de sequestrar (mais uma vez) a reporter April, o vilão também “sequestra” a ilha de Manhattan, e desafia os heróis a recuperar ambas! E assim começa mais uma grande aventura das Tartarugas Ninja no NES!

Sobre o game:

Os gráficos sofreram melhorias, se formos fazer uma comparação com o jogo anterior das tartarugas. Eles estão mais coloridos, os personagens melhores desenhados e os cenários são mais detalhados e melhores construídos. E falando em cenários, neste jogo eles estão mais variados do que nunca! A aventura rola na praia, em alto mar, em um submarino, e por aí vai! Todos sendo muito bem representados na tela.

Os efeitos sonoros estão bem diversificados, e mantendo o padrão de qualidade já vistos no jogo anterior, sendo que até alguns sons são idênticos. Os efeitos das explosões, golpes, tiros, tudo foi muito bem feito e são bem gostosos de ouvir! Há até vozes sintetizadas neste jogo! Cowabunga!!!

A trilha sonora de Teenage Mutant Ninja Turtles III segue o padrão de qualidade normalmente encontrados nos jogos assinados pela Konami, ou seja, é excelente! As músicas seguem o clima do desenho animado, sendo em sua maioria, bem animadas e com um clima “pra cima”. Há também músicas mais “sombrias” capazes de causar uma certa tensão no jogador. A música que rola quando está se enfrentando um chefe, por exemplo, é tensão pura!

A jogabilidade está muito boa, com todos os comandos sendo executados com precisão. Assim como em Teenage Mutant Ninja Turtles II, os heróis podem atacar tanto com golpes de suas armas, quanto com as devastadoras voadoras.

As tartarugas podem executar um golpe que pega os inimigos e os jogam para cima, sendo este um golpe fatal para os inimigos normais. Há ainda um golpe especial que é executado apertando ao mesmo tempo os botões de pulo e ataque, que serve para aqueles momentos de desespero quando você está cercado pelos inimigos. Cada tartaruga tem seu golpe especial característico, e estes devem ser usados com cautela, já que você perde um ponto de energia para cada golpe especial executado.

Teenage Mutant Ninja Turtles II era bem difícil e com muitos inimigos variados, e fases cheias de armadilhas. Em Teenage Mutant Ninja Turtles III, tudo isso está ainda pior!

Os inimigos normais de fase estão ainda mais diversificados, cada tipo com uma forma específica de atacar. As fases além das clássicas armadilhas, agora também possuem abismos, e estão bem mais extensas do que as do jogo anterior. Os chefes no começo serão fáceis, mas os que esperam pelo jogador nas últimas fases do jogo serão osso duro de roer! Destaque para o alienígena Krang e claro, para o maldito Destruidor, tanto em sua forma normal quanto na sua forma “Super”.

Conclusão:

Teenage Mutant Ninja Turtles III conseguiu ser ainda melhor e mais divertido do que o clássico Teenage Mutant Ninja Turtles II. É um dos melhores e mais desafiantes jogos de ação lançados para o NES com toda certeza!

Recordar é envelhecer: Teenage Mutant Ninja Turtles III (NES)
Tags:             

14 ideias sobre “Recordar é envelhecer: Teenage Mutant Ninja Turtles III (NES)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *