banner-psg1

Finalmente Alis encontra seu primeiro companheiro de jornada, o gato Myau! E vamos nós com mais uma edição do nosso diário de bordo!

Vocês devem se lembrar que na edição passada conseguimos comprar o passe. De posse dele, podemos atravessar a passarela guardada por robotcops no extremo oeste de Camineet, a primeira cidade do jogo, para chegarmos ao espaçoporto de Palma.

ps1-02psg1-20100206-133556

A nave do remake ficou bem legal…

O espaçoporto não tem muito papo-furado, com uns poucos funcionários espalhados pelo local dando informações genéricas. Um deles menciona que as naves do espaçoporto são feitas na cidade de Gothic (vamos passar por lá mais tarde). Os guardas não vão deixar que você embarque para Motávia sem um passaporte. Conseguir um é fácil. Aqui no espaçoporto há duas “casinhas”: uma vende itens, a outra tem a moça do passaporte.

2a Mão

ペロリーメイト Perolimate Monomate 50
ルオギニン Ruoginin Dimate 150
アンテイドート Antidote Antídoto 30
アンテイパラライズ Anti Paralyse Antiparalisia 40

Com a moça do passaporte a coisa é simples: primeiro, ela pergunta se você vai querer o passaporte. Escolha a primeira opção. Depois ela vai fazer duas perguntas: se você já fez algo ilegal e se tem alguma doença. Claro, responda não às duas perguntas (a segunda opção). Aí ela vai dizer que há uma taxa de cem mesetas, e você vai ter que pagar, meu amigo (responda com a primeira opção). Pronto, passaporte em mãos.

ps1-03psg1-20100206-133600

O planeta do deserto, Motávia, de cara nova no remake

Siga para a ala oeste do espaçoporto e passe pelos guardas. Há duas naves estacionadas. Fale com as pessoas ao lado de cada nave: uma delas vai perguntar se você quer viajar para Paseo, capital do planeta desértico Motávia. Escolha a primeira opção e curta a viagem!

Em Paseo, você logo vai dar de cara com duas casinhas: uma loja de armas e a loja do comerciante que comprou Myau. Fale com ele, que vai lhe perguntar se não quer comprar um animal raro por um bilhão de mesetas… tá doido, rapaz? Responda não (a segunda opção). Ele vai notar que você tem um pote estranho (que pegamos com Nekise lá em Camineet, lembram?) e vai lhe perguntar se não quer trocar o pote pelo animal. Claro que sim, né? Primeira opção nele! Pronto, Myau agora é parte do grupo!

ps1-01psg1-20100207-095310

Na época, tinha gente achando que “o” Myau era “a” Myau. Na nova versão ele perdeu o jeito de “menina”.

Myau não é um gato comum: ele fala! Na conversa, ele conta a Alis que estava viajando com Odin, mas que o guerreiro acabou transformado em pedra pela Medusa. Myau tem o frasco de remédio pendurado no pescoço, mas não consegue abrir a tampa (nota-se que Odin não deve ser lá muito inteligente para deixar o frasco fechado com o Myau). Ele e Alis decidem rumar para a caverna da Medusa para salvar Odin.

Na próxima edição, vamos falar sobre a cidade de Paseo e resgatar Odin! Não percam!

Diário de bordo Phantasy Star Generation:1, 08/02/2010

20 ideias sobre “Diário de bordo Phantasy Star Generation:1, 08/02/2010

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *