Eu amo o avanço tecnológico. Isso pode parecer estranho vindo de um blogueiro gagá como eu, mas o fato é que o avanço tecnológico tem um efeito colateral muito interessante: a tecnologia antiga se torna barata e acessível. Com isso, sujeitos talentosos podem pôr as mãos em boas ferramentas para desenvolvimento de jogos.

Fico devendo para vocês um bom post sobre indie games, mas vamos botar a bola para rolar com este interessante joguinho criado pelo sr. Konjak. Acho que poderíamos definir como um Zelda no estilo arcade:

Joakim Sandberg (seria um “portugringo”? Visitem o site do sujeito) tem 22 anos e é um desenvolvedor amador (se é que dá para chamar um camarada que faz um jogo desses de amador). Ele diz que é fã da série Zelda, e como vocês obviamente já repararam a idéia dele não é criar um jogo no estilo ou à altura de Zelda, mas sim fazer uma pequena homenagem. O jogo se chama Legend of Princess e pode ser baixado gratuitamente para o seu PC aqui.

Bom, depois de achar graça na coisa toda, você vai notar que o jogo é, na verdade, muito bem feito. Dá saudade daqueles arcades de uns anos atrás… como era mesmo o nome daquele jogo que tinha uma torre, e o guerreiro, o anão e o feiticeiro iam matando monstros e coletando baús?

Meu chapa, isso parece bom demais!
Meu chapa, isso parece bom demais!

Além de Legend of Princess, nosso “patrício” Joakim vende outros jogos que desenvolveu por 10 doletas. Honestamente, todos parecem legais. Eu gostei especialmente do Noitu  Love 2, (foto aí à esquerda, para abrir o apetite de vocês), estou até pensando em dar uma forcinha para o sujeito e comprar. O estilo me lembrou um pouco aqueles bons joguinhos da Treasure, como Gunstar Heroes, mas tenho que dar umas partidas para conferir. Vou lá já já ver se baixo um demo para testar.

Eu acho que todos nós deveríamos ficar de olho no jovem Joakim. Eu acho que pode haver um lugar para ele no Live Arcade do Xbox 360, aproveitem para pedir autógrafo antes do cara ficar famoso. Quem sabe?

The legend of… Zolda?
Tagged on:

6 thoughts on “The legend of… Zolda?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *