Diário de bordo Phantasy Star Generation:1, 05/04/2010

banner-psg1

Matar um cientista maluco, arranjar um batia rifle e tirar um robô moderníssimo de uma pilha de lixo num dia só não é para qualquer um não… confira no diário de bordo Phantasy Star Generation:1!

Como eu disse na edição passada, salvar o vendedor motaviano preso na caverna Bortevo fez toda a diferença do mundo. Quando voltamos a Abion, um dos moradores que antes ficava de boca fechada soltou algumas informações sobre o dr. Mad. Ele conta que o homem vive mesmo no laboratório ali no meio da cidade. Aí, quando a gente investiga o tal bueiro que eu mencionei semana passada, o grupo desce por ele e ganha a passagem subterrânea que leva ao laboratório.

ps1-drmadpsg1-drmad

No jogo original, dr. Mad parecia um lutador de luta-livre. Agora, parece um… um… bom, não sei com o que ele parece, mas ficou legal mesmo assim.

Dr. Mad está lá parado, com um frasco em mãos. Quando o grupo chega ele já sai mandando aquele papo de que a turma deu azar, e que ele vai matar geral. No jogo original, Mad pergunta se pode dar uma olhadinha em Myau, e se você disser que sim ele mata o gato. Aqui não: ele diz que é curioso um gato desses aparecer por ali e oferece uma noz a ele. Myau fica meio que hipnotizado pelo aroma e morde a isca, desmaiando na hora. Mad diz que foi enviado por Lassic especialmente para cuidar dos quatro, que já são bandidos procurados, e começa a briga, sem Myau.

psg1-20100403-105322

Saca aquele brinquedo que é uma luva de boxe, e quando você junta as extremidades a luva vai para frente e acerta um soco? O ataque original do dr. Mad era mais ou menos assim. A luva saía do cinto do homem e ficava até um lance meio pornográfico (*ô mente poluída a do Gagá*). Aqui não, ele tem é um braço esquisitoide mesmo, que estica para atacar. Mas o pior ataque é quando Mad derrama o conteúdo do frasco que segura sobre os aventureiros, envenenando os três. Como ele repete esse ataque direto, eu nem me incomodei em curar ninguém, e antes que algum herói morresse o dr. Mad já tinha empacotado.

Com o fim de Mad as lojas abrem, e a gente pode, enfim, comprar o polymeteral aqui em Abion. Aliás, vamos à lista de itens de Abion:

マジックステッキ, Magic Stick Flare, 4650 mesetas
クレイモア, Claymore, Espada Claymore 6400 mesetas
チェインメイル, Chain Mail, Cota de Malha, 5230 mesetas

ルオギニン, Ruoginin, Monomate, 150 mesetas
トリメイト, Trimate, Trimate, 300 mesetas
ソルアトマイザー, Sol Atomizer, 250 mesetas
ポリメテラール, Polymetryl, Polymeteral, 5800 mesetas

O Magic Stick Flare é uma arma melhorzinha para Noah. A Claymore é para o Odin, mas estou curtindo a pistolinha e vou manter. Ainda não escolhi a tradução do Magic Stick Flare e a do Sol Atomizer, vou pensar nisso depois.

psg1-20100403-111533

O slicer de Noah em ação. Sei não, muito fraquinho, vou manter o Magic Stick Flare.

Comprado o Polymeteral, é hora de voltar a Bortevo para achar o Hapsby. No caminho passamos por Loar, e as lojas lá também estão abertas agora:

スライサー, Slicer, 1520 mesetas
ワイルドクロース, Wild Clothes, 4100 mesetas
プラズマバリア, Plasma Barrier, Barreira de plasma, 2200 mesetas
レザーグラブ, Leather Glove, 3100 mesetas

ルオギニン, Ruoginin, Monomate, 150 mesetas
トリメイト, Trimate, Trimate, 300 mesetas
アンテイドート, Antidote, Antídoto, 30 mesetas
アンテイパラライズ, Anti Paralyze, Antiparalisia, 40 mesetas
ソルアトマイザー, Sol Atomizer, 250 mesetas
サーチライト, Flash, Lanterna, 80 mesetas

Acho que “Wild Clothes” é o equivalente à “Pele” do jogo original, assim como “Leather Glove” seria a “Garra”, ambos itens para Myau, que até agora estava “pelado”, mas vou esperar antes de traduzir para ver se há outros itens relacionados. É bom comprar os dois. O Slicer é uma arma para Noah que acerta todos os inimigos em combate, mas é fraquinha… não acho que valha a pena. E traduzir slicer é uma dureza, é tipo um bumerangue com lâminas. Aceito sugestões.

psg1-20100403-112835

Atravessando a caverna Bortevo eu me perdi por alguns instantes e topei com um baú com um Rifle para o Odin! É ainda melhor do que a pistolinha, equipei na hora!

Em Bortevo, entre logo na primeira casa e analise o lixão. Alis vai usar o Polymeteral automaticamente e encontrar Hapsby. O robô é simpático e topa na hora ajudar o grupo. Agora é só voltarmos a Gothic para pegar nossa nave particular! Mas só na semana que vem… nos vemos lá!

About Orakio Rob, "O Gagá"

Dono do império corporativo Gagá Games, o velho Gagá adora falar sobre si mesmo em terceira pessoa. E sim, é ele mesmo que está escrevendo este texto.