Momentos Inesquecíveis (2/6)

consoles-todos BANNER

Leia todos os posts desta série clicando aqui.

Dando prosseguimento à serie de boas lembranças adquiridas com a prática de jogar videogame, hoje vamos falar um pouco das sensações que tive com o TK-90X (ou ZX-Spectrum, como preferirem).

Capítulo 2: ZX Spectrum

Meu irmão Marlos foi ludibriado por um colega pidão e acabou fazendo uma troca injusta de mano no Atari dele por um Odyssey 2. O brinquedo da Philips até que tinha seus pontos positivos, como aquele Come-Come bem animado, o Senhor das Trevas (um shooter bem divertido) e até mesmo o esquisito Didi na Mina Encantada. Porém, em poucos meses percebemos que saímos no prejuízo neste negócio, pois os games, em sua imensa maioria, eram menos profundos e enjoavam rapidamente.

odyssey

Após esta cagada, meu irmão se redimiu pedindo de aniversário um microcomputador. O MSX seria a bola da vez, mas por fatores econômicos acabamos optando por um ZX Spectrum mesmo, conhecido como TK-90X no Brasil. Apesar da leitura lenta dos games em fita cassete (quase cinco minutos de loadings torcendo para não dar erro e ter que começar tudo novamente), os games desta plataforma eram bem superiores aos do Atari. Não se fazia mais necessário instigar a imaginação visualizando um cavaleiro de armadura enquanto se via apenas um quadrado na tela. No TK era possível ver sprites de verdade, com cores mais vivas. Os títulos disponíveis tinham mais fases e apresentavam um enredo, não mais ficavam naquele ciclo vicioso de estágios se repetindo infinitamente.

ZX-Spectrum

Aos oito anos, a sensação que tive ao ver Knight Lore pela primeira vez foi indescritível. O carinha aparecia perdido num castelo e se transformava em lobo todas as noites. Os gráficos eram soberbos em perspectiva isométrica. O ZX Spectrum ainda continha versões de Arcades famosos, que mesmo sendo consideravelmente inferiores às originais, amenizavam nossas lombrigas, matando um pouco a vontade que tínhamos de estar no fliperama.

Knight Lore

Características marcantes da época: ter que regular o cabeçote dos gravadores de fita cassete para buscar o agudo ideal na leitura dos jogos. A longa espera pelo carregamento também é um fato a se considerar. Jogos absurdamente difíceis.

Games preferidos deste aparelho:

- Knight Lore

- Manic Minner

- Bruce Lee

- Yie-ar Kung Fu

- Exolon

- Renegade

- Load Runner

- The Way of the Exploding Fists

- Sai Combat

- Atic Atac

- Great Escape

E você, gostaria de compartilhar como foi sua experiência com o Zx-Spectrum ou algum “TK” da vida?

Próximo Capítulo: Nintendinho

About Tandrilion, O Matusalém