Momentos Inesquecíveis (6/6) – 3DO e NEOGEO-CD

Como disse no capítulo anterior, hipnotizado pela nova tecnologia, me desfiz do meu SNES e adquiri um 3DO, da Panasonic — empresa que se aventurava no mercado do divertimento eletrônico e que em pouco tempo seria esculachada pela concorrência.

Capítulo 6: 3DO e NEOGEO-CD


Ah se arrependimento matasse!!! O 3DO até que tinha bons jogos; me diverti bastante com o Need for Speed (uma das melhores versões da franquia até hoje), Road Rash (com sua trilha sonora show de bola), FIFA e Super Street Fighter 2 Turbo. Entretanto, percebia que a biblioteca não tinha a mesma inspiração da geração passada e aqueles gráficos cheio de polígonos raramente eram executados com capricho. Assim amargurado, falei com meu pai uns 3 meses depois da burrada e o convenci a vender o 3DO e retroceder de geração com um NEOGEO-CD, já que o AES era ainda caríssimo.
Mais uma vez caçando com gato, me virei com o a versão CD do console da SNK que continha basicamente os mesmos títulos do AES e Arcade, mas judiava dos gamers nos loadings demorados.
Mesmo com este problema, ainda era possível viver uma experiência semelhante à dos fliperamas, a exemplo de Samurai Shodown, com combates armados, contextualizado no Japão feudal. Outros títulos também faziam a alegria da galera, como Fatal Fury, Windjammers, Street Hoop, Art of Fighting, King of Fighters (este quase matava o caboclo de tanto esperar em carregamentos), Super Sidekicks, Metal Slug, NAM 1975, Viewpoint e por ai vai.
Os jogos eram caprichados ao extremo, com sprites muito bem animados e cenários hiper detalhados, que impressionam até os dias de hoje. Na maioria das vezes, as músicas e efeitos sonoros eram animalescos! Parecia que o negócio tinha vida mesmo, dava até dó de comparar tecnicamente o NEOGEO aos seus concorrentes Mega Drive e SNES.
NEOGEO e seus magníficos games de luta! Tempo realmente inesquecível!
O calcanhar de Aquiles deste console foi a falta de variedade, pois especializou-se muito no estilo luta, porém os poucos trabalhos executados em outras modalidades também eram esplendorosos, principalmente nos estilos guerra e esportes.
Apesar de ser tecnicamente superior aos aparelhos de 16 bits da SEGA e da Nintendo, não considero o NEOGEO melhor em termos de diversão. Pra mim há um empate entre os três neste quesito, fico realmente em dúvida em apontar um vencedor, já que todos eles ofereciam opções fenomenais ao consumidores.
Um dos mais divertidos games de esporte que já experimentei, graças ao NEOGEO!
Se você ainda não conhece a plataforma da SNK e sua história, não deixe de conferir o artigo “NEOGEO 20 anos” aqui no blog.
Características marcantes da época: Sentar e ver um macaquinho fazendo malabarismo e uma barra de loading que não terminava nunca. Sprites enormes com animação fluída, aliados a cenários ricos em detalhes e movimentos. Calos nos dedos de tanto treinar combinações de golpes. Ouvir a famosa frase “Round 1 – Fight!’. Olhar para o 3DO e chorar.
Games preferidos 3DO:
  • FIFA Soccer
  • Need for Speed
  • Road Rash
  • Super Street Fighter 2 Turbo
  • Mad Dog
Games preferidos NEOGEO:
  • Fatal Fury 1 e Special
  • Art of Fighting
  • Samurai Shodown 1 e 2
  • World Heroes
  • Windjammers
  • Street Hoop
  • Super Sidekicks 1 e 3
  • Metal Slug
  • King of Fighters 95
  • Viewpoint
  • Top Hunter
  • Burning Fight

Então é isso, espero que tenham curtido esta saga onde tentei expressar como foram minhas sensações ao adquirir cada um dos consoles que tive desde a minha infância até a geração 32 bits com o 3DO.

Para quem está seguindo pelo Gagá, este é o último episódio desta história (já que este blog não cobre gerações mais modernas). Contudo a série terá continuidade no blog www.retronewsforever.blogspot.com com a inclusão de mais 3 capítulos com Dreamcast, GameCube, Wii, Playstation 3 e PC. Espero vocês lá!

Siga @Tandrilion no Twitter!

About Tandrilion, O Matusalém