Olá amigos do Gagá Games! Aqui é o retrogamer André Breder para levá-los em mais uma viagem rumo ao passado dos Video Games! Hoje vamos para o ano de 1973, onde empresas que até hoje são importantes no mercado dos games nasceram, e começaram a dar seus primeiros passos. Tenham todos uma boa leitura e vamos voltar juntos no tempo!

Eventos importantes do ano de 1973

Kagemasa Kozuki, da lendária Konami.
Kagemasa Kozuki, da lendária Konami.

– Em 19 de Março, Kagemasa Kozuki dá início a Konami Industry Co., Ltd. que entraria no ramo de produção de máquinas de fliperama.

– Em 18 de Maio, a Hudson Soft Ltd. se estabelece em Sapporo, no Japão.

– Mesmo não sendo um grande “hit”, o game Computer Space faz aparições nos filmes “Soylent Green” e “Sleeper”.

– O game Mazewar é desenvolvido para o computador Imlac PDS-1. Mazewar é provavelmente o primeiro “First Person Shooter” e um dos primeiros exemplos de um game online.

– As versões I, II e III do game Empire são desenvolvidas para o sistema PLATO por John Daleske. Empire é possivelmente o primeiro game onde até cinco pessoas poderiam jogar ao mesmo tempo.

Silas Warner pega a versão I do game Empire e a renomeia como Civilization.

– O game Lemonade Stand é desenvolvido pela primeira vez.

Lançamentos importantes do ano de 1973

– A Midway Manufacturing Co. lança Winner, seu primeiro game de fliperama.

– A Atari lança PONG Doubles para os fliperamas, uma variação do Pong original que permitia que até 4 pessoas jogassem ao mesmo tempo. Algum tempo depois lança também o game Gotcha para os fliperamas, que acabou sendo o primeiro jogo da empresa com labirintos.

– A Williams Electronics lança o game Paddle Ball para os fliperamas, que era na verdade uma cópia não autorizada do Pong da Atari.

Próxima parada: 1974

No próximo artigo vamos para o ano seguinte, 1974, onde a indústria dos video games continuou sua lenta, porém constente expansão! Até lá velharada!!!

Referências: Wikipédia

De Volta para o passado… dos Video Games – Parte 2

31 ideias sobre “De Volta para o passado… dos Video Games – Parte 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *