banner-psg1

Um novo evento encaixado no remake dá uma boa incrementada no roteiro original! E vamos que vamos com a nova edição do nosso diário de bordo!

Luveno mandou o grupo encontrar o robô Hapsby que está no lixão em Bortevo, mas precisamos do polimeteral para derreter o lixo, estão lembrados? Pois bem, comecei minha caminhada rumo a Abion, cidade que vende o polimeteral.

Para chegar lá, é preciso atravessar a caverna subterrânea de Bortevo, que leva à outra margem do continente, caminhar pelo litoral enfrentando criaturas marinhas, fazer escala no vilarejo de Loar para enfim chegar a Abion. É uma baita viagem, e como o litoral é contornado por pedras, nem dá para cortar caminho com o hovercraft mais tarde. E lá fui eu: atravessei a caverna, contornei o litoral, fiz a paradinha em Loar. A surpresa é que as lojas locais estavam fechadas. Parece que dr. Mad anda tocando um terror, e não deixa mais ninguém na região comerciar.

psg1-20100328-075312

Quem disse que o Noah não é macho? Era ruim de eu peitar um bicho desse tamanho só com um cajadinho!

Todo mundo morre de medo do tal do dr. Mad. Dizem que ele prendeu um sujeito na caverna de Bortevo, que eu acabei de atravessar… mas eu sou um tonto, acostumado ao jogo original, e segui mesmo assim para Abion. Quando cheguei lá… lojas fechadas. E agora, como vou comprar o polimeteral? No jogo original, nada disso acontecia.

Pelo visto, tenho que derrotar dr. Mad para que as lojas abram. Só que não dá para chegar no laboratório dele, numa “ilha” no meio de Abion. A entrada da passagem que leva até lá parece estar num bueiro na cidade, mas o grupo nem se liga em entrar ali. Resultado: voltei tudinho, até chegar à caverna de Bortevo outra vez. Vamos ver se salvando o tal homem que Mad prendeu pinta alguma informação relevante.

psg1-20100328-104028

O laboratório do dr. Mad ficou muito bacana no remake. É até meio assustador.

A caverna de Bortevo está levemente alterada. Ótima oportunidade para usar o item de automapping, que funciona muitíssimo bem, gostei muito. Achei o tal sujeito. Myau acha que o cara é familiar… e não é para menos: é o vendedor que estava vendendo Myau em Paseo!

Myau fica fulo da vida com o homem, mas mesmo assim o grupo decide ajudá-lo. O homem conta que depois que Alis trocou com ele o pote de lacônia por Myau, ele viajou até Abion, pois soube que um sujeito por lá estava disposto a pagar um bom dinheiro no pote. Só que Mad tomou o pote do homem e ainda tacou o pobre coitado na cadeia!

psg1-20100328-112000

Myau sobe nas tamancas quando o vendedor lembra com nostalgia do tempo em que tinha Myau na vitrine.

Essa parte foi bem legal, porque no jogo original o vendedor de Paseo só dizia que tinha vendido o pote por um bom dinheiro. Acho que a forma como o remake apresentou a situação ficou bem mais interessante. Ficava meio mal contado como o dr. Mad, que tem laboratório em Palma, teria conseguido o pote com um vendedor motaviano. Gostei da forma como o “boca a boca” fez com que o vendedor soubesse do interesse de Mad pelo pote, e achei a inclusão do evento no jogo extremamente natural, não ficou aquela coisa forçada de “vamos esticar o jogo”. Com isso, o grupo salva o sujeito e decide enfrentar Mad!

Semana que vem eu dou cabo do dr. Mad e passo a lista de itens de Abion e Loar. Não percam!

Diário de bordo Phantasy Star Generation:1, 29/03/2010

7 ideias sobre “Diário de bordo Phantasy Star Generation:1, 29/03/2010

  • 29/03/2010 em 9:35 am
    Permalink

    Engraçado Gagá, não me lembro de ter achado este cara para enfrentar o Dr. Mad.. talvez eu tenha, mas não me lembro.

    * spoleir alert *
    Com meu jogo, infelizmente cheguei ao limite. Ao entrar em Sopia, na Motavia, primeira surpresa: O jogo os retrata como nativos motavianos de verdade – os motavianos originais lembram corujas, assim como os dezorianos são humanóides reptilianos. À exemplo do que houve em Abion, temos um hospital, loja de armas e itens, MAS ninguém pretende me atender de verdade. Cheguei à casa de maior destaque, com o intuito de falar com o ancião da cidade – falei com o avatar lá dentro e nada. Nada mudou. Fucei no único mini-faq walkthrough gringo que encontrei, e lá diz que o ancião pede 2.000, 3.000 e depois 5.000 para falar sobre o Mirror Shield, o escudo de espelho, além de uma tal de “chave de Palma”. Pois bem, o ancião não pede dinheiro nenhum para mim. Indo na ilha nada acontece, pois o ancião nada me disse. O próximo passo seria ir na caverna de Tajima enfrentar o mestre de Noah/Lutz MAS para entrar na caverna tem uma chave agora, que é igualmente adquirida em Sopia… ou seja, agora vou ter que aguardar o Gagá mesmo, pois a chave deste bloqueio está em algum passo que não fiz no jogo, que deve ser esclarecido nos diálogos..

    Talvez eu dê umas bandas em Dezori na semana que vem, mas o jogo está de fato bloqueado por enquanto..

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 30/03/2010 em 5:09 pm
    Permalink

    Uau! Uau! Uau!
    Cada vez mais quero jogar a versão do PS2!
    Muito boa a alteração, espero que haja outras, mas apenas se forem para melhorar o jogo. E espero que não tenha nada do tipo: ´´Vamos matar o Gigante que fica na caverna ao lado de scion por que ele é mal“!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/07/2011 em 8:23 pm
    Permalink

    poxâ, essa parte do game não tem aqui no Master. eu apenas cheguei lá e tava tudo aberto, e o caminho até lá foi osso viu. agora vou lá matar esse miseguento do Mad. espero ter logo a minha navinha^^

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *