bann-mario

Olá amigos, começando mais um Diário de Boooooooooooooooooooooooooooooooordoooo (Bangagá cai atingido por um casco de tartaruga de cor ultravioleta)
Este velhote agora tem o que merece! Olá pessoal, its me Mario e dessa vez EU irei escrever o diário de bordo. Até mesmo um herói tem os ditos ¨aqueles dias de vilão¨ e este batráquio me acertou da ultima vez que estive aqui! Mas vamos começar a contar mais uma incrível aventura de Super Mario!

Olá amigos, começando mais um Diário de Boooooooooooooooooooooooooooooooordoooo (Bangagá cai atingido por um casco de tartaruga de cor ultravioleta)

Este velhote agora tem o que merece! Olá pessoal, its me Mario e dessa vez EU irei escrever o diário de bordo. Até mesmo um herói tem os ditos ¨aqueles dias de vilão¨ e este batráquio me acertou da ultima vez que estive aqui! Mas vamos começar a contar mais uma incrível aventura de Super Mario!

Uma cortina que me deixou Retrô! Perfeita para o Gagá Games! Pena que na outra sala eu volto ao normal...
Uma cortina que me deixou Retrô! Perfeita para o Gagá Games! Pena que na outra sala eu volto ao normal...

Pois bem, estavamos adentrando a exagerada torre de Booster (para que todo este tamanho? Será para compensar alguma coisa? Deve ser o excesso de cogumelos). O lugar é complexo, mas nada que Super Mario, Geno o boneco pai-de-santo e o dragão, Bowser, não possam lidar! Muitos inimigos aleatórios, e nenhuma estrela para me dar aquela força de pan pan pan pan pan pan pan pan, ai ai que dureza… Mallow ficou descançando enquanto a gente lutava, Bowser reclamou, mas quando os cogumelinhos acabaram e só as magias de Mallow recuperavam os ferimentos do  grupo, nosso amigo dragão aprendeu o valor de ter um algodão doce mutante no grupo.

Entramos numa sala estranha com todos os ancestrais da família de Booster em quadros e fomos instruídos a vê-los na ordem. Não acontece nada além de sermos atacados, caspita! Até que o ultimo quadro virou um B!  Spós checar outro quadro virou B e outro me atacou, cancelando os que já tinham virado B! A ordem estava diferente, então com muita tentativa e erro e Geno tendo que segurar Bowser para que os quadros não fossem destruídos, achamos uma chave! Abrimos a porta com cautela e quase fomos devorados por um pequeno Chain Chomp cinza (Uma esfera que tem uma boca cheia de dentes afiados presa a  correntes!). Bowser disse para nós olharmos para o lado e que ele ia fazer uma coisa, achei estranho, mas fazer o que. Após ruídos esquisitos de corrente, não resistir, fui dar uma espiada e vejo que Bowser está acariciando o Chain Chomp! Mama mia, quem diria hein Bowser! Ele diz que ela era tímida, mas que tinha muita vontade de quebrar a cara do Booster por ter sido capturada, então ela se une como uma arma para o nosso amigo Dragão (ainda bem, não queria comentar na frente dele mas seus ataques estavam bem fracos). Determinado a unir este casal em um momento mais oportuno, seguimos na torre!

Encontramos Booster em cima de um trenzinho, após uma saudável caminhada e muitos monstros machucados no

Mario, que Mario?
Mario, que Mario?

caminho. Ele diz que a princesa está pedindo socorro (que comovente!) e que clama por mim! Pelo visto minha sorte no amor está mudando (não tem melhorado desde que eu acidentalmente confundi uma cigana com uma tartaruga mutante e fiz o que faço quando vejo tartarugas mutantes, estranho, foi depois desse encontro que a princesa foi sequestrada pela primeira vez, hm). Parece que Booster quer casar com ela e está com ciúme de mim! Ele ataca com bombas e nos lança para longe!

Entretanto, com nossa determinação, conseguimos chegar até o topo da torre e encontramos a Princesa… Trancada. Aparentemente preciso de uma senha para abrir a porta, mas epa, Booster está voltando! Me escondo atrás de uma cortina, engraçado, lembrei de uma piada antiga envolvendo armários… O que vi me deixou aterrorizado, esse Booster é completamente doente! Ele resolve fazer uma simulação de seu suposto casamento com a princesa usando bonecos! O problema que ele acha que o boneco do Mario está atras do arma… Quer dizer, das cortinas e manda um dos seus seguidores procurar! É um mini-jogo divertido em que corro de cortina em cortina para não ser pego! E outros se juntam a brincadeira, ficando cada vez mais difícil me esconder até que…

MAMA MIA!
MAMA MIA!

Tudo parece perdido para Super Mario, todavia…jegueAinda bem que ele é tonto.

Resolvo ajudar Booster, pegando o boneco e ele me agradece me dando um amuleto(!!!!! Ele não nota que sou eu!). Após isso ele desiste de brincar e entra na porta em que a princesa está, dizendo a senha, mas quando entro, vejo que ele a levou da torre e ainda deixou dois palhaços para cubrir sua retaguarda (pelo visto fui enganado de novo! Acho que o tonto sou eu…)

E agora, será que serei capaz de vencer os palhaços com meus leais companheiros? Não percam a sequência deste Diário de Bordo!!

(Enquanto isso, um velhinho rasteja com uma bengala de sabia-pereira em uma mão e um cogumelo na outra)

Diário de Bordo: Super Mario RPG (11)
Tags:                             

8 ideias sobre “Diário de Bordo: Super Mario RPG (11)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *