SNK Arcade Classics vol. 1 (PS2)

SNK arcade banner copy

A coletânea SNK Arcade Classics volume 1 (produtora Playmore, 2008) reúne 16 games clássicos de NEOGEO: Art of Fighting, Baseball Stars 2, Burning Fight, Fatal Fury, King of the Monsters, Last Resort, Magician Lord, Metal Slug, Neo Turf Masters, Samurai Shodown, Sengoku, Shock Troopers, Super Sidekicks 3, The King of Fighters 94, Top Hunter e World Heroes. O pacote foi lançado para Playstation 2, Wii e PSP. Eu adquiri a cópia de PS2 pelo site Play-Asia.com. O site é confiável, mas a entrega demorou mais de um mês, porque o processo de importação é lento e demanda paciência.

O foco desta análise não está nos jogos em si, mesmo porque eu e o Piga pretendemos esmiuçar um a um em posts separados. Vou me ater mais à performance dos ports em relação aos originais, e a mostrar o que estas versões trazem de novo.

Nega maluca e Corcunda 005

Jogos de NEOGEO e um bom controle arcade = diversão garantida!

Para fazer um review a altura dos leitores do Gagá Games, eu me equipei com o que há de melhor: além do jogo original, comprei um controle arcade e coloquei o Playstation 3 prá trabalhar! Só assim para se ter uma dimensão próxima da experiência original que apenas o NEOGEO original proporcionava.

viciado

O viciado testando seu novo brinquedinho.

A abertura de SNK Arcade Classics é fantástica, com umas artworks legais. O menu inicial é um pouco confuso e lento (fica salvando e acessando o memory card a cada mudança), a dificuldade da partida e os botões são configuráveis, dando ao jogador liberdade para personalizar estes parâmetros conforme sua capacidade e preferência. O game oferece achievements, ou seja, cada conquista presenteia o player com uma recompensa. Esses awards desbloqueiam conteúdo extra, como por exemplo, soundtracks, artworks e dicas, como movimentos para execução de golpes especiais.

O desempenho dos títulos varia de satisfatório a ruim. NENHUM deles oferece uma experiência realmente idêntica à que o AES/MVS oferecia. Confesso que isso me decepcionou um pouco. As narrações, por exemplo, foram quase  todas cortadas — brochei de imediato quando vi as pétalas da árvore cerejeira caindo SEM o epílogo em japonês em Samurai Shodown. Alguns efeitos, como as distorções de tela entre as fases em Top Hunter e Fatal Fury, ocorrem com uma lentidão surpreendente, demorando (sem exagero) de três a dez vezes mais tempo do que o nostálgico fã da SNK costumava esperar.

SNK-classics1

Art of Fighting ficou esquisito, acho que o jogo inteiro está mais devagar, menos frenético, mas pode ser impressão (sou chatinho neste ponto). Super Sidekicks 3, um dos meus favoritos, apresenta quedas de frame rate perceptíveis e constantes, praticamente imperdoáveis para os fãs da série. Para fechar, não posso deixar de citar também alguns probleminhas de sincronismo nas trilhas sonoras (defasagem entre imagem e som), que causam um pouco de desconforto.

Eu queria entender a razão dessas deficiências. Será que o NEOGEO é muito foda, mesmo para um processador de PS2? Poderia a Playmore ter lançado um trabalho sem o esmero necessário? As duas coisas juntas? Fica aqui a pergunta no ar.

Dos jogos presentes no DVD, meus favoritos são Art of Fighting, Fatal Fury, Samurai Shodown, Super Sidekicks 3 (mesmo mal portado) e King of Fighters. Mas os outros também têm seu valor: Metal Slug, Neo Turf Master, Top Hunter e World Heroes, por exemplo, são ótimos. Senti falta de Street Hoop e Windjammers, que poderiam abrilhantar ainda mais o pacote.

SNK-classics2

Apesar dos contras mencionados, recomendo SNK Arcade Classics, principalmente àqueles que não tiveram tanto contato com o NEOGEO e gostariam de conhecê-lo. As diferenças de performance tornam-se mais aparentes aos velhacos ranzinzas, como eu, que almoçavam e jantavam NEOGEO na infância. A seleção feita pela Playmore foi de muito bom gosto, apresentando divertidos jogos da primeira geração do console, e que mesmo após tantos anos continuam oferecendo um excelente gameplay.

About Tandrilion, O Matusalém