SNK arcade banner copy

A coletânea SNK Arcade Classics volume 1 (produtora Playmore, 2008) reúne 16 games clássicos de NEOGEO: Art of Fighting, Baseball Stars 2, Burning Fight, Fatal Fury, King of the Monsters, Last Resort, Magician Lord, Metal Slug, Neo Turf Masters, Samurai Shodown, Sengoku, Shock Troopers, Super Sidekicks 3, The King of Fighters 94, Top Hunter e World Heroes. O pacote foi lançado para Playstation 2, Wii e PSP. Eu adquiri a cópia de PS2 pelo site Play-Asia.com. O site é confiável, mas a entrega demorou mais de um mês, porque o processo de importação é lento e demanda paciência.

O foco desta análise não está nos jogos em si, mesmo porque eu e o Piga pretendemos esmiuçar um a um em posts separados. Vou me ater mais à performance dos ports em relação aos originais, e a mostrar o que estas versões trazem de novo.

Nega maluca e Corcunda 005

Jogos de NEOGEO e um bom controle arcade = diversão garantida!

Para fazer um review a altura dos leitores do Gagá Games, eu me equipei com o que há de melhor: além do jogo original, comprei um controle arcade e coloquei o Playstation 3 prá trabalhar! Só assim para se ter uma dimensão próxima da experiência original que apenas o NEOGEO original proporcionava.

viciado

O viciado testando seu novo brinquedinho.

A abertura de SNK Arcade Classics é fantástica, com umas artworks legais. O menu inicial é um pouco confuso e lento (fica salvando e acessando o memory card a cada mudança), a dificuldade da partida e os botões são configuráveis, dando ao jogador liberdade para personalizar estes parâmetros conforme sua capacidade e preferência. O game oferece achievements, ou seja, cada conquista presenteia o player com uma recompensa. Esses awards desbloqueiam conteúdo extra, como por exemplo, soundtracks, artworks e dicas, como movimentos para execução de golpes especiais.

O desempenho dos títulos varia de satisfatório a ruim. NENHUM deles oferece uma experiência realmente idêntica à que o AES/MVS oferecia. Confesso que isso me decepcionou um pouco. As narrações, por exemplo, foram quase  todas cortadas — brochei de imediato quando vi as pétalas da árvore cerejeira caindo SEM o epílogo em japonês em Samurai Shodown. Alguns efeitos, como as distorções de tela entre as fases em Top Hunter e Fatal Fury, ocorrem com uma lentidão surpreendente, demorando (sem exagero) de três a dez vezes mais tempo do que o nostálgico fã da SNK costumava esperar.

SNK-classics1

Art of Fighting ficou esquisito, acho que o jogo inteiro está mais devagar, menos frenético, mas pode ser impressão (sou chatinho neste ponto). Super Sidekicks 3, um dos meus favoritos, apresenta quedas de frame rate perceptíveis e constantes, praticamente imperdoáveis para os fãs da série. Para fechar, não posso deixar de citar também alguns probleminhas de sincronismo nas trilhas sonoras (defasagem entre imagem e som), que causam um pouco de desconforto.

Eu queria entender a razão dessas deficiências. Será que o NEOGEO é muito foda, mesmo para um processador de PS2? Poderia a Playmore ter lançado um trabalho sem o esmero necessário? As duas coisas juntas? Fica aqui a pergunta no ar.

Dos jogos presentes no DVD, meus favoritos são Art of Fighting, Fatal Fury, Samurai Shodown, Super Sidekicks 3 (mesmo mal portado) e King of Fighters. Mas os outros também têm seu valor: Metal Slug, Neo Turf Master, Top Hunter e World Heroes, por exemplo, são ótimos. Senti falta de Street Hoop e Windjammers, que poderiam abrilhantar ainda mais o pacote.

SNK-classics2

Apesar dos contras mencionados, recomendo SNK Arcade Classics, principalmente àqueles que não tiveram tanto contato com o NEOGEO e gostariam de conhecê-lo. As diferenças de performance tornam-se mais aparentes aos velhacos ranzinzas, como eu, que almoçavam e jantavam NEOGEO na infância. A seleção feita pela Playmore foi de muito bom gosto, apresentando divertidos jogos da primeira geração do console, e que mesmo após tantos anos continuam oferecendo um excelente gameplay.

SNK Arcade Classics vol. 1 (PS2)

29 thoughts on “SNK Arcade Classics vol. 1 (PS2)

  • 29/04/2010 at 8:19 am
    Permalink

    Eu tava pensando em comprar essa coletânea, mas com as falhas mencionadas fica meio dificil…vou ver se a versão do Wii não possui essas falhas, pq se rodar bem ae vale a pena o investimento.

    Mas realmente a seleção de games neste pacote é ótima, tem os principais games de luta mais alguns arcades de qualidade! 🙂

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 8:33 am
    Permalink

    @Orakio Rob, “O Gagá”
    Você não sabe o trabalho que deu deixar a casa em ordem e ainda ter que me arrumar e passar um perfuminho prá tirar estas fotos. 🙂

    @Adinan
    Como eu conheci de perto as versões originais, estas diferenças me irritaram um pouco, mas, após algumas horas jogando, acabei perdoando a Playmore pelas falhas, rs. Parece que a versão Wii tem uma performance melhor pelo que li na internet.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 9:21 am
    Permalink

    Essa coletânea me lembra daquele KOF 98 lançado para PSO. Era horrível, com a imagem com brilho 100% e lento. Sem falar no controle sem diagonal. Um droga.

    Jogar nessa apanhado aí deve ser parecido com jogar a rom Protype de KOF99 no MAME. Alguém já jogou essa versão porque o PC não aguentava a original?

    Arrasou no Sacrifíciamento em Nome dos Colegas!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 9:33 am
    Permalink

    Cheguei a jogar um pouco de Samurai shadow do Neo Geo, mas por alguma razão, naquele momento, o game não me atraiu… Somente depois, quando joguei a versão do Mega Drive, foi que eu me interessei mais… Depois vim a jogar as versões árcade emuladas pelo M.A.M.E. Eu queria saber em qual jogo se pode jogar com esse Juiz…

    Há sim! Muito doida a cara desse viciado aí…
    🙂
    Parabéns pela matéria!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 9:46 am
    Permalink

    @GLStoque
    Não, esta versão não ficou tão ruim assim quanto aqueles ports mal feitos de PSO. As diferenças são pontuais, faltam as narrações (não sei por que cargas d’água cortaram isso), e acontecem quedas de frame rate. Entretanto, graficamente e nos demais quesitos está igual ao NEOGEO original. O Super Sidekicks 3 e o Art of Fighting foram os que mais problemas apresentaram.

    @Nesbitt
    Fanrarrão?? Rs, por que? Abraço!!

    @J.F. Souza
    No Samurai Shodown 2 existe um macete prá jogar com o juiz. Obrigado por prestigiar o blog! 😉

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 9:51 am
    Permalink

    se eu não conhecesse a cara dele pela comunidade do dingoo no orkut eu tbm ia estranhar esse rapaz hahahahahha

    Belo post Sandro, e ainda bem q vc tinha um PS3 e um controle arcade pq se vc jogasse num ps2 no dual-shock provavelmente iria se frustar um pouco mais! hehehehehe

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 10:28 am
    Permalink

    Realmente a qualidade dos ports está horrível. Peguei o jogo crente que iria finalmente jogar esses jogos como se fosse no arcade, até me deparar com esses erros todos. A minha teoria é que ele deve ter sido originalmente feito para o PSP, e convertido sem nenhuma melhora para o PS2

    Simplesmente uma vergonha quando as próprias desenvolvedoras (que têm acesso ao código fonte dos games) fazem conversões ou emulações piores do que as que os caras fazem de graça; se não me engano, o emulador de Neo Geo para PS2 roda 100%, né?

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 10:40 am
    Permalink

    @00_Agent
    Pois é, ainda não testei os emuladores, pois rodo PS2 no meu PS3, então só funciona original. Mas não é difícil perceber que esta Playmore não é muito competente, depois que ela assumiu a SNK a qualidade dos games de NEOGEO caíriam bastante em sua maioria. Acredito que portar NEOGEO não seja tão simples assim, apesar de ser um console antigo. Um pouco de competência é necessário para tal tarefa, coisa que a senhora Playmore mostrou não ter.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 7:09 pm
    Permalink

    Já que o Sandro mencionou as coletâneas de PS2, vou mencionar as que tenho aqui e recomendo: Metal Slug Anthology, Samurai Shodown Anthology, World Heroes Anthology, Art of Fighting Anthology, Fatal Fury Battle Archives Vol. 1 e o Vol. 2. Assim como o Sandro, também jogo no PS3 mas jogar qualquer jogo de luta no Dualshock não dá. Tenho um fightpad da capcom mas ele não é compativel com a retrocompatibilidade. Comprei agora (estou esperando chegar) meu Tekken 6 que vem com um controle arcade (sem fio) e ver se funciona. Caso contrário, vou ter que comprar um controle igual a esse do Sandro, com fio 🙁

    Pra quem não teve Neo Geo, essas coletâneas (apesar das falhas) é o mais próximo do Neo Geo que alguém irá jogar. Abraços e Sandro, matou a pau!!!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/04/2010 at 10:25 pm
    Permalink

    Também sou chato em relação às conversões. Eu tenho alguns Anthology’s, mas jogo eles bem pouco. O estranho é que a emulação dos jogos no PSP é perfeita! O lado ruim no PSP é o tamanho da tela e o controle.

    Falando em controle, acho que faz uns 2 anos que não jogo um arcade… acho que nem sei mais usar o direcional hehehe

    Legal esse post, deu vontade de jogar um pouco de Fatal Fury 2 e apelar com o haniken do Andy Bogard hehehe

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 30/04/2010 at 10:02 am
    Permalink

    Joguei muito Art of Fighting! Um primo meu tinha um Neo Geo (sim, aquele com controles maiores que o console hehe) e era bem divertido. Mas para mim, jogo de luta assim tem que ser no fliperama, com um monte de gente em volta. Mas só ter esse controle em casa já me empolgaria a jogar isso, mesmo sozinho em casa mesmo. hehehe

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 30/04/2010 at 10:23 am
    Permalink

    @piga
    Valeu Piga, companheiro de NEOGEO!

    @Elielson
    Não tive ainda a chance de jogá-los no PSP, mas pelo que li também há alguns problemas de conversões. Dizem as más línguas que a versão do Wii é a melhor das 3.

    @O Senil
    Pois é, quando peguei este controle me deu uma sensação nostálgica da infância, não conseguia parar de jogar. Lembrei da época em que eu era um rato de fliperama, rs.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 15/05/2010 at 1:05 pm
    Permalink

    isso ai é emulado.
    quem organizou essas coletâneas foi a NEOGEOUSA.
    o vídeo e a organização de acesso à memória do psx2
    são os motivos dessa emulação nao rodar bem.
    no psp tbm tem limitação de memória que fica bem aparente
    no KOF’94.

    quem tiver duvida semu mulação do dreamcast

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • Pingback: Gagá Games » Super Sidekicks 3 — A Próxima Glória (NEOGEO)

  • Pingback: Gagá Games » SNK Arcade Classics Vol.1: muito mais que umas boas porradas

  • 24/11/2014 at 8:26 am
    Permalink

    Bom dia pessoal comprei uma copia do volume 1 na feira so que na hora que coloco no ps2 nao aparece listagem para ver os jogos abre somente um jogo como fazer tem algum macete para entrar nos jogos

    aguardo um breve retorno

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *