Este post é parte da série Dossiê Sonic, na qual o Gagá vai jogar todos os jogos clássicos da série Sonic (e alguns menos conhecidos também) e preparar posts especiais sobre cada um deles. Para acessar o índice com links para outras partes da série, clique aqui.

Eu sempre fui um completo loser em pinball. Desde moleque eu sou pão-duro pra caramba, e raríssimas vezes investi meu dindin em fichas que eu ia perder em segundos. É o velho paradoxo: para ser bom em pinball você tem que gastar dinheiro, mas eu não quero gastar dinheiro porque não sou bom em pinball.

No videogame a história é diferente. Volta e meia eu topo com um daqueles joguinhos de pinball bem doidões, com monstrinhos que andam pela tela, chefes de fase e outras maluquices (como os pinballs da série Crush). E eis que um dia a Sega pensou que poderia ser bacana entrar nessa onda e lançou um pinball do Sonic para o Mega Drive: Sonic Spinball.

Na verdade, a ideia é menos abilolada do que pode parecer. Algumas fases dos títulos tradicionais do Sonic já têm mesmo um jeitão de pinball, com Sonic virando bolinha e quicando em bumpers e rebatedores (lembram da Spring Yard Zone, ou da Casino Night Zone?). Não tinha como dar errado.

Ou tinha?

Nesta cena da primeira mesa, Sonic deve quicar nos inimigos para atingir o botão amarelo com o círculo azul. Esse botão esvazia o tanque à direita, contendo uma das esmeraldas.

Sonic Spinball foi desenvolvido meio que para tapar o buraco entre Sonic 2 e Sonic 3. Tudo levava a crer que Sonic 3 ia atrasar, e a Sega queria um título do ouriço para o natal de 1993. O que fazer? Pegar o telefone, ligar para os Estados Unidos e dizer “precisamos de um jogo do Sonic para o natal, inventem aí a melhor porcaria que vocês conseguirem”. Bom, nessa época eu não trabalhava atendendo telefones na Sega of America, mas a tia de um vizinho que tinha um conhecido apaixonado pela secretária da Sega na época me contou isso aí.

Sonic Spinball é creditado ao estúdio americano Sega Technical Institute, ou STI. Antes que você grite “heresia!”, saiba que Sonic 2, Sonic 3 e Sonic & Knuckles também foram desenvolvidos com a ajuda do STI. A diferença é que nos outros jogos os japoneses, especialmente Yuji Naka, participaram ativamente do negócio. Aqui não, o STI teve que se virar sem os japoneses, e se concentrou nos gráficos, nas músicas e no design do jogo. Quase toda a programação ficou por conta da equipe Polygames.

Antes de falarmos sobre os problemas, vamos ver como é esse tal de Sonic Spinball. As fases são mesas de pinball. Sonic é a bola, e você controla os rebatedores. Só que como a bola é o Sonic, dá para influenciar um pouquinho o movimento dele enquanto ele está no ar, e isso dá algum charme à experiência toda. Fora que ao lançar Sonic em alguma plataforma plana ele fica em pé, e você pode controlá-lo como faria em um de seus títulos tradicionais de plataforma.

Em alguns momentos você controla Sonic como nos antigos jogos da franquia, mas não espere uma resposta muito boa aos seus comandos…

As mesas são, na verdade, máquinas gigantes do rival de Sonic, Dr. Robotnik. As famosas esmeraldas estão espalhadas por essas mesas, e você precisa lançar Sonic em pontos específicos para puxar alavancas, ativar mecanismos e abrir caminhos que vão levar nosso herói até as esmeraldas e o chefão de cada estágio. Para dar graça à coisa toda, criaturas saídas diretamente do desenho que o Sonic tinha na TV estão presentes, e você pode marcar pontos usando os rebatedores para lançar o personagem contra elas.

Nada a reclamar quanto ao layout das mesas, que de modo geral têm um design interessante e que desperta a curiosidade do jogador. É divertido explorar as mesas e enfrentar os chefes. O maior problema do jogo está mais no nível técnico.

Os gráficos, por exemplo, não são ruins, mas estão bem abaixo do que você esperaria de um jogo do Sonic. As animações e o estilo lembram mais o estilo HQ de Comix Zone, mas sem metade da qualidade. As cores são pouco inspiradas e não têm brilho, além de ser tudo sombrio demais. Eu nunca li nada a respeito, mas a julgar pela foto de uma versão preliminar da primeira mesa, Toxic Caves, o STI parece ter mudado os rumos da ambientação das mesas, optando por algo mais robótico e dark. Não sei quanto a vocês, mas eu acho que isso foi uma baita bola fora.

Duas versões diferentes da primeira mesa: a que foi para o jogo e um design abandonado. Sou só eu ou vocês também acham que a Sega escolheu mal?

As músicas são bem fraquinhas, sendo que algumas são especialmente irritantes (o tema da tela de opções beira o grotesco). A abertura ia ter o tema clássico das aberturas de Sonic 1 e 2, mas precisamente na festa de encerramento da produção do jogo a equipe foi alertada pelo diretor dos dois primeiros títulos da franquia de que os direitos da música pertenciam à Dreams Come True, banda do compositor do tema original, Masato Nakamura. E tome correria para bolar uma música nova em cima do lance.

A pior parte é a maneira como tudo se movimenta. Nem a tela nem o próprio Sonic se movem com suavidade, e o jogo dá a impressão de uma produção barata. Provavelmente foi um problema com o prazo. Todo mundo programava jogos para o Mega Drive em linguagem assembly, que dava mais velocidade aos jogos em troca de uma maior complexidade na programação. Como pelo visto o prazo para a elaboração do design e a programação foi curto, a equipe fez tudo em linguagem C, o que agilizou a programação mas deve ter comprometido bastante o desempenho final. Existe uma opção para aumentar a velocidade de movimentação do Sonic, e honestamente, isso nem deveria ser uma opção, mas sim uma imposição, já que até o modo rápido é meio lento.

Até que os chefes são divertidos…

Honestamente, eu gostei de Sonic Spinball. Achei divertido, e joguei por alguns dias até enjoar. As mesas são bacanas, e a mecânica do jogo é razoável. O que deprime é ver o potencial desperdiçado do jogo. Se a movimentação da tela fosse mais suave, se os gráficos fossem melhores, se a música fosse mais empolgante, este joguinho poderia ser muito, muito mais do que foi. Infelizmente, do jeito que saiu, acabou se tornando apenas um bom jogo de pinball barato com algumas ideias legais.

Dossiê Sonic: Sonic Spinball
Tagged on:             

34 thoughts on “Dossiê Sonic: Sonic Spinball

  • 14/07/2011 at 6:58 am
    Permalink

    Grande Gagá.
    É a Sega massacrando o seus mascotes desde a antiguidade, rsrsr.
    Brincadeira, Sonic Spinball poderia ter sido bem melhor eter se tornado um clássico, mas……Sabia que mesmo assim eu curto este jogo?
    Nota:
    1 – A trilha sonora é meio fraquinha mesmo, mas a música da primeira fase é legal
    2 – Eu gostei do visual robotico-dark.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 8:42 am
    Permalink

    Eu ganhei este cartucho quando saiu aqui pela Tec Toy. Posso dizer que os gráficos realmente são um nível abaixo dos dois primeiros jogos. O próprio design do Sonic parece ter sido inspirado no desenho, pois ele é bastante diferente do Sonic barrigudinho original. Outra coisa que o jogo peca são os “slow down” que dá em determinadas partes. Porém o jogo é legal de jogar e mesmo sendo lento em comparação com outros jogos de pinball, não consegui terminar Acho que cheguei só ao 4° estágio.

    Falow!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 9:04 am
    Permalink

    EEEETCHAAAA!!! Sonic Spinball marcou a minha infância no mega drive. foi o primeiro game do Sonic que joguei e quase cheguei a zerar(o cartucho da locadora pifou) 🙁

    mas enfim, eu esperava um diario de bordo. mas um dossiê do ouriço tá valendo tambem. se sobrar um tempinho do trampo,vou baixa-lo e zerar esse game finalmente.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 9:28 am
    Permalink

    Eu cheguei a jogar ele na época do meu saudoso Mega, e confesso que além de eu nunca ter sido um “ás” em qualquer pinball de bar ou algo parecido, não foi com ele q eu me empolguei a ser. O jogo em si não é tão “ruim”, porém o q me irritou profundamente na época foram 2 coisas: a movimentação do Sonic em relação as mesas (ou fases) e a trilha sonora bem fraquinha em relação aos outros jogos da série. Depois q eu descobri q o jogo era da Sega of America eu entendi tudo…
    Enfim, vale a pena jogar mais se vc for fã do ouriço msm (como meu irmão aqui, fanático pelo ouriço). Mas uma idéia “desperdiçada” da SOA.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 9:52 am
    Permalink

    É…

    Tenho esse jogo. Mas tenho só porque comprei o original japonês com caixinha, estava novinho e bem em conta.

    Achei um jogo apenas “legalzinho”, mediano em tudo. Tanto faz ter ou não ter…

    Abraços

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 2:17 pm
    Permalink

    Eu gosto desse visual mecânico e robôtico das fases, ele foge bastante da idéia dos sonics anteriores com a maioria das fases coloridas. Mas se levar em conta que é uma “invasão” do Sonic a uma base do Robotnik (eggman meu saco, literalmente) o game inteiro parecer uma Scap Brain é algo bem casado a idéia.

    Tive esse cartucho na época, e como aconteciam com os poucos games podíamos ter, fucei em tudo até dizer chega. E algo que acho interessante é que há fases de bônus exclusivas quando pegamos todos os anéis da fase. Pegar todas da terceira fase foi um parto…

    As música não são “tão tão”, porém considero memoráveis a música da primeira fase e da abertura americana, que são as únicas que vem na minha cabeça quando lembro do Sonic Spinball. E sim, como comentei uma vez no Twitter por algum motivo bizarro a música da tela de opções me atrai ! Não me perguntem o porque…

    E tem algo envolvendo o Sonic Spinball que eu estava pra fazer post la no blog da Comunidade Mega Drive…não falo o que é, quero apenas fazer a propaganda descarada no comentário 😀

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 2:34 pm
    Permalink

    Mestrechronos :
    E sim, como comentei uma vez no Twitter por algum motivo bizarro a música da tela de opções me atrai ! Não me perguntem o porque…

    Esquenta não, isso é normal. Outro dia mesmo eu conversei com outro camarada que adora essa trilha também. Ele tá internado num hospital psiquiátrico aqui perto e acha que é Napoleão, mas isso não vem ao caso ^_^

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 6:01 pm
    Permalink

    Esse jogo me traz boas lembranças até, apesar dos gráficos abaixo do esperado, ele me trouxe boas horas de diversão, mas depois que terminei ele uma vez, não sei se teria saco pra terminar de novo.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 6:04 pm
    Permalink

    Eu vou ser trucidado, mas lá vai:

    Joguei mais o Sonic Spinball do que qualquer outro Sonic.

    rs

    Vou fazer o que… não era chegado nos jogos dele (e menos ainda nos do Mario).

    Esse spinball, apesar de odiado inicialmente, acabou me cativando pela insistência (único jogo diferente que eu tinha na época para jogar).

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 8:22 pm
    Permalink

    Para mim, Sonic Spinball é um jogo dispensável da franquia (prefiro jogar Sonic R ou Sonic 3D Blast). Sobre a música da tela de opções, fico em dúvida se ela consegue ser melhor que a música do Crazy Bus.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 14/07/2011 at 11:20 pm
    Permalink

    Eu tenho que confessar, me amarro nesse jogo. Lembro que na época teve muitas críticas e muitos amigos meu não curtiram, mas eu sempre gostei de pinball e sempre gostei do sonic, então juntando a fome e a vontade de comer, não tinha como eu não curtir… ou tinha? rsrs
    Só realmente o lance do movimento ficou mesmo engessadão, também achei que faltou suavidade, mas ta valendo.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 15/07/2011 at 12:24 am
    Permalink

    Na minha opinião o Sonic Spinball é muito bacana, uma boa ideia. Realmente peca um pouco na musicam grafico e fisica, mas a diversao eh boa! Foi o terceiro e ultimo cartucho do Sonic que comprei, depois dele so Sonic CD.

    E… ADORO a musica da tela de opções #prontofalei

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 15/07/2011 at 8:46 pm
    Permalink

    Daniel Paes Cuter :

    carlos :
    Pra não te deixar triste, lembro ter que existe sonic pinball pra gba!

    Tem sim, faz parte do Sega Smash Pack junto com Ecco the Dolphin e Golden Axe.

    Eu tenho esse cart no meu GBA. Me desculpem aqueles que curtem o SS, mas acho que foi desperdício ter colocado o Sonic Spinball neste cartucho. Eu preferia um Streets of Rage no lugar deste.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 15/07/2011 at 10:10 pm
    Permalink

    Acho que vc pegou um pouco pesado com esse jogo, Gagá. O visual sombrio é por causa do enredo do jogo, pois as máquinas são parte da máquina que o Eggman usa pra transformar animais em robôs. Vc não esperava ver o Eggman fazendo algo com visual alegre e animado, não é?

    A movimentação até que não é tão travada assim. Mas tem uma coisa que eu concordo: o som é de lascar! Tirando a música de Power Lava Plant (a menos pior do jogo), as músicas são horríveis e os efeitos sonoros são medonhos (aquele efeito sonoro do spindash veio de onde? Affe!). No mais gostei do post, quem sabe um dia não resenho esse lá no Museum dos Games?

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 16/07/2011 at 3:28 am
    Permalink

    Cheguei a jogar um pouco este Sonic, mas apesar de adorar pinball, não me prendeu por muito tempo.
    Já que estamos no assunto pinball, sugiro que dê uma olhada no Pro Pinball Timeshock, Gagá. Mesmo sendo originalmente lançado para DOS, ainda não vi nenhum pinball para pc tão bom quanto.
    Abraço.

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 17/07/2011 at 2:10 am
    Permalink

    Putz… faz mó tempão que num comento aqui… mas esse post me fez escorrer lágrimas dos olhos… e sabe pq????

    Agosto de 94… dia 23… acordo no dia do meu aniversário, e no peh da cama muitos presentes… roupas, bonecos, e… um cartucho lacrado de mega drive com uma cartinha da minha mãe colada: SONIC SPINBALL!!!!

    Corri feito um louco pra jogar esse game, ignorando os outros presentes (rs)… e vi uma apresentação um tanto empolgante: o avião de tails sendo abatido e sonic caindo em alto mar…

    e logo apertando start vi o sonic saindo de uma espécie de esgoto e começando a primeira das quatro fases do game. Primeira impressão? Tipo, eu vi um sonic “tampinha” correndo na primeira reta da fase, num movimento super estranho, ateh chegar ao lançador para a primeira “mesa” de pinball.

    Mas… caindo na parte pinball do game eh que as coisas começam a fluir bem… a movimentação eh boa, as mesas são criativas… os inimigos são apelões… e o desafio eh alto! Isso me cativou!

    E com pouco tempo tinha dominado as manhas do jogo… e num demorou muito e eu estava de frente a frente com eggman… A primeira vista, eu num gostei, pois a sega manteve o layout do eggman do cartoon, que eu achava ridiculo (na moral, o eggman dos sonic 1 e 2 era bem mais estiloso)… e que chefe dificil!!!! rs…

    Sonic Spinball está marcado na minha vida… mesmo que seja um jogo com varias deficiencias… mas… foi um dos jogos que esmiucei… que destrui todos os recordes das revistas e do sega club… um presente da minha querida mãe…

    Infelizmente jah nao tenho mais esse cartucho… nem o mega drive… mas… as lembranças felizes que esse jogo me causou estão vivas na minha memória. E recomendo sim esse game, por mais estranho que ele pareça, eh super divertido e desafiante!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 17/07/2011 at 9:49 am
    Permalink

    Eu gostei do jogo na época era divertido joga um estilo pinball com Sonic, mas assustei com as fases…não tem nada a ver…espera um cassino night…por ai ou algo parecido e colorido, mas é legal e tenho ele em minha coleção!!!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 17/07/2011 at 2:07 pm
    Permalink

    Legal, Sonic Spinball é um bom simulador de pinball, cheio de potencial. A idéia de controlar a “bola” parcialmente, sem tilt, achava isso divertido no Spinball. Mas como você comentou, puxa, o Sonic desfigurado e o framerate pífio dele incomodava. As músicas sem os timbres da série… tudo afastava o fã de Sonic. Mas o fã de pinball até que curtia, ele tem boas idéias nesse quesito! Eu gostava dele porque gostava de pinball; mas, como fã de Sonic, machucava um pouco. Era a Sega já mostrando as suas garrinhas… o que ia fazer com o personagem no futuro……..

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 26/07/2011 at 8:06 am
    Permalink

    Kurt :

    Alguém falou que esse jogo é inspirado no desenho do Sonic SatAM? Não? :(

    Lá no meio do post:

    “Para dar graça à coisa toda, criaturas saídas diretamente do desenho que o Sonic tinha na TV estão presentes”

    ^_^

    “mas tem uma das melhores músicas que eu já ouvi num jogo depois de Streets of Rage 2”

    … você está sendo irônico ou é sério? 😛

    Bom, gosto não se discute. Outro dia mesmo eu elogiei Eternal Champions e quase fui massacrado, he he…

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • 29/12/2011 at 10:09 pm
    Permalink

    O pior de tudo que o mais legal do jogo eu achava as fases de bonus.Era muito legal as telas e os desafios.O detalhe do sonic seguindo a bola com os olhos era do ó hahahaha
    Lembro ter caçado macete para seleção de fases só para jogar esses bonus.

    Foi um cartucho que ganhamos no dia das crianças escolha conjunta meu e de minha irmã.

    Eu gosto da música de abertura e da primeira fase.

    Tem uma rom que eu joguei que tem essa música que o gaga disse,a original do sonic e ela esta muito ruim na versão spimball!! prefiro muito mais a que ficou : tan tan tan taranta fiu ri ri taran ta fi ri ri fiu ri rí shuu

    hahahahaha

    Gostava do jogo!

      [Citar este comentário]  [Responder a este comentário]

  • Pingback: Gagá Games » Dossiê Sonic do Gagá!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *