Diário de Bordo Landstalker Archive

  • É hora desvendar o labirinto criado pelo rei Nole, um lugar bem CHATO e cheio de perigos. Encontrei um pouco de tudo aqui: inimigos resistentes, saltos precisos, plataformas que caem e até mesmo uma tela completamente escura, onde foi preciso usar um novo item, também encontrado aqui: o LANTERN. Existe um sem número de baús escondidos, alguns com LIFE STOCKS e outros apenas com Eke-Ekes, além das IRON BOOTS, que pelo visto permitem andar nos espinhos sem levar dano. Outro item bacana que pode ser encontrado um pouco antes do guardião de fogo é a Venus Stone.

    Diário de Bordo: Landstalker, parte FINAL

    É hora desvendar o labirinto criado pelo rei Nole, um lugar bem CHATO e cheio de perigos. Encontrei um pouco de tudo aqui: inimigos resistentes, saltos precisos, plataformas que caem e até mesmo uma tela completamente escura, onde foi preciso usar um novo item, também encontrado aqui: o LANTERN. Existe um sem número de baús escondidos, alguns com LIFE STOCKS e outros apenas com Eke-Ekes, além das IRON BOOTS, que pelo visto permitem andar nos espinhos sem levar dano. Outro item bacana que pode ser encontrado um pouco antes do guardião de fogo é a Venus Stone.

    Leia mais...

  • Na última parte do Diário de Landstalker, fui resgatado da Lake Shrine por Mir e acabei ganhando a habilidade de cortar certas árvores no jogo. Com isso, seria uma boa explorar o mapa em busca dessas árvores, pois muitas podem esconder caminhos que levam à tesouros, como dinheiro e LIFE STOCKS. A primeira parada foi em Destel, a cidade dos mineradores que estavam reféns de Duke Mercator na mina de ouro. Ali comprei um LIFE STOCK por míseros 450 gold, como gratidão por ter salvo a vida deles. Um dos meninos também comentou que achou uma espada nas escavações, mas não disse onde ela está.

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 12

    Na última parte do Diário de Landstalker, fui resgatado da Lake Shrine por Mir e acabei ganhando a habilidade de cortar certas árvores no jogo. Com isso, seria uma boa explorar o mapa em busca dessas árvores, pois muitas podem esconder caminhos que levam à tesouros, como dinheiro e LIFE STOCKS. A primeira parada foi em Destel, a cidade dos mineradores que estavam reféns de Duke Mercator na mina de ouro. Ali comprei um LIFE STOCK por míseros 450 gold, como gratidão por ter salvo a vida deles. Um dos meninos também comentou que achou uma espada nas escavações, mas não disse onde ela está.

    Leia mais...

  • Antes de mais nada, peço desculpas pro atraso no Diário (que deveria ter sido postado na segunda). O problema é que operei o septo nasal (cirurgia de chata recuperação) e estou meio limitado a ficar deitado para evitar maiores complicações. Como hoje a coisa evoluiu mais, consegui sentar no PC pra postar no Gagá, espero que curtam a décima primeira parte do Diário!

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 11

    Antes de mais nada, peço desculpas pro atraso no Diário (que deveria ter sido postado na segunda). O problema é que operei o septo nasal (cirurgia de chata recuperação) e estou meio limitado a ficar deitado para evitar maiores complicações. Como hoje a coisa evoluiu mais, consegui sentar no PC pra postar no Gagá, espero que curtam a décima primeira parte do Diário!

    Leia mais...

  • De volta com Landstalker, na última parte eu restaurei a luz no farol de Ryuma e agora é preciso seguir até o porto de Mercator. Cheguei lá e ganhei uma viagem de graça para <strong>Verla</strong>, por ter restaurado o farol de Ryuma. Verla fica do outro lado do continente, em um lugar bem distante e diferente de onde estou. Após chegar, desci do barco e já notei uma placa indicando a cidade de Verla e uma mina à esquerda... Resolvi conhecer primeiro a cidade...

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 10

    De volta com Landstalker, na última parte eu restaurei a luz no farol de Ryuma e agora é preciso seguir até o porto de Mercator. Cheguei lá e ganhei uma viagem de graça para Verla, por ter restaurado o farol de Ryuma. Verla fica do outro lado do continente, em um lugar bem distante e diferente de onde estou. Após chegar, desci do barco e já notei uma placa indicando a cidade de Verla e uma mina à esquerda... Resolvi conhecer primeiro a cidade...

    Leia mais...

  • Seguindo para o Green Maze, encontrei alguns inimigos novos. Achar o caminho não foi difícil, o negócio é prestar atenção nos pinheiros do cenário, existem alguns pequenos caminhos entre eles que podem confundir se olhar rápido.

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 9

    Seguindo para o Green Maze, encontrei alguns inimigos novos. Achar o caminho não foi difícil, o negócio é prestar atenção nos pinheiros do cenário, existem alguns pequenos caminhos entre eles que podem confundir se olhar rápido.

    Leia mais...

  • Imaginem uma dungeon onde várias placas tentam pregar peças com dicas falsas, um labirinto enorme cheio de indas e vindas e até mesmo um clone de Nigel andando pelo cenário tentando te confundir (que com certeza deve ser o inimigo disfarçado).... Essa é a Torre de Mir, a dungeon que enfrentei. Não vou relatar o passo a passo da torre (até porque isso é um Diário e não detonado), mas fiquem sabendo que dá um belo trabalho e uma enorme dor de cabeça.

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 8

    Imaginem uma dungeon onde várias placas tentam pregar peças com dicas falsas, um labirinto enorme cheio de indas e vindas e até mesmo um clone de Nigel andando pelo cenário tentando te confundir (que com certeza deve ser o inimigo disfarçado).... Essa é a Torre de Mir, a dungeon que enfrentei. Não vou relatar o passo a passo da torre (até porque isso é um Diário e não detonado), mas fiquem sabendo que dá um belo trabalho e uma enorme dor de cabeça.

    Leia mais...

  • Estou prestes a participar de um jantar oferecido por Duke Mercator, prefeito de Mercator e nobre guerreiro que está convocando heróis renomados de regiões próximas para algum motivo especial, que provavelmente será revelado agora. Antes, porém, sou levado até um quarto onde poderei descansar até que a cerimônia esteja pronta. Mas eu é que não vou ficar parado aqui, é hora de explorar um pouco o castelo!

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 7

    Estou prestes a participar de um jantar oferecido por Duke Mercator, prefeito de Mercator e nobre guerreiro que está convocando heróis renomados de regiões próximas para algum motivo especial, que provavelmente será revelado agora. Antes, porém, sou levado até um quarto onde poderei descansar até que a cerimônia esteja pronta. Mas eu é que não vou ficar parado aqui, é hora de explorar um pouco o castelo!

    Leia mais...

  • Retornando com Landstalker, acabei de salvar o prefeito de Ryuma e seus "assessores" das garras de um enorme cavaleiro de prata e voltei até a cidade para receber os parabéns, mas consegui algo muito mais valioso do que isso: o passe para Mercator! Lembram que os dois guardas não me deixavam passar do portão da entrada? Agora vão ter que engolir meu passe, seus malditos!!

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 6

    Retornando com Landstalker, acabei de salvar o prefeito de Ryuma e seus "assessores" das garras de um enorme cavaleiro de prata e voltei até a cidade para receber os parabéns, mas consegui algo muito mais valioso do que isso: o passe para Mercator! Lembram que os dois guardas não me deixavam passar do portão da entrada? Agora vão ter que engolir meu passe, seus malditos!!

    Leia mais...

  • Voltando com Landstalker, após tantas indas e vindas nas cidade de Ryuma, finalmente consegui dar continuidade e encontrei uma jangada que me levaria até os ladrões citados pelos moradores. Assim que cheguei até a jangada, o mesmo grupo que perseguia Friday no início do jogo reaparece. Kayla, Ink e Wally aparecem, observam a situação mas vão embora em seguida. O jeito então é pular no barquinho e seguir viagem...

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 5

    Voltando com Landstalker, após tantas indas e vindas nas cidade de Ryuma, finalmente consegui dar continuidade e encontrei uma jangada que me levaria até os ladrões citados pelos moradores. Assim que cheguei até a jangada, o mesmo grupo que perseguia Friday no início do jogo reaparece. Kayla, Ink e Wally aparecem, observam a situação mas vão embora em seguida. O jeito então é pular no barquinho e seguir viagem...

    Leia mais...

  • Já salvei Fara e fui congratulado herói em Massan, consegui juntar novamente as duas tribos (Gumi e Massan) e agora estou com uma jóia vermelha no bolso, presente do prefeito de Massan. Mas, qual a serventia disso? Não me lembro de ninguém ter mencionado a tal jóia, nem nenhum portão onde eu possa usá-la nem nada. Em uma segunda análise, me lembrei daquele safado cabeludo que me chamou de ladrão, lá pelas redondezas da Gumi Village. E é pra lá que eu vou agora!

    Diário de Bordo: Landstalker, parte 4

    Já salvei Fara e fui congratulado herói em Massan, consegui juntar novamente as duas tribos (Gumi e Massan) e agora estou com uma jóia vermelha no bolso, presente do prefeito de Massan. Mas, qual a serventia disso? Não me lembro de ninguém ter mencionado a tal jóia, nem nenhum portão onde eu possa usá-la nem nada. Em uma segunda análise, me lembrei daquele safado cabeludo que me chamou de ladrão, lá pelas redondezas da Gumi Village. E é pra lá que eu vou agora!

    Leia mais...